Alemão é ameaçado por proibir caça de animais em reserva no Ceará: 'Se der um vacilo, já era'


Placa com mensagem de 'proibido caçar' foi danificada 
com golpes de faca e tiro — Foto: Camila Lima/SVM

19 de JANEIRO 2020 - O alemão Hermann Redies, de 63 anos, está sofrendo ameaças de caçadores de animais que invadem a Reserva Particular do Patrimônio Nacional (RPPN) Mãe-da-Lua, na Serra das Vertentes, em Itapajé, a cerca de 120 km de distância de Fortaleza. "Se você der um vacilo, cabungo, já era, velhote", dizia uma mensagem que ele recebeu no celular. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Desde 2006, quando comprou a propriedade de 764 hectares, o biólogo Hermann encontra indícios de caça de animais. Até o primeiro semestre de 2019, a média de crimes era de dois ou três por ano. A partir de outubro, passou para dois ou três casos por semana, conforme o ambientalista.

“Durante muito tempo, eu consegui controlar isso [caça]. Nós colocamos essa placa [proibido caçar], eles deram 35 facadas e um tiro. São ameaças indiretas. Alguém quer dizer ‘se você vem aqui, nós fazemos a mesma coisa com você’, mas isso não é escrito. Isso acontecia o tempo todo”, lembra Hermann.

Na manhã de 20 de dezembro, o alemão ouviu latidos de cachorros na reserva e foi averiguar o que acontecia. Ao se aproximar do local, um caçador correu, junto de três cachorros, e não foi mais visto.

O episódio foi relatado na rede social Facebook, onde o alemão pediu ajuda da comunidade para identificar os caçadores, que estavam capturando mais animais nos últimos dias, e disponibilizou o seu número do aplicativo WhatsApp. Além de denúncias, ele recebeu também ameaças.

Mensagens pelo WhatsApp


Apesar das ameaças, biólogo alemã diz que gosta de viver 
na área que ele transformou em reserva 
ambiental — Foto: Camila Lima/SVM

Um homem que se identificou como ‘Francisco Caçador’ enviou mensagens a Hermann: “Você continua causando problema com nós, caçadores. Hoje, você botou meus amigos para correr. Agora, se você realmente é homem de verdade, vai lá no mesmo canto, que eu vou estar lá.”

“Só para você ter ideia, antes de eu vir embora, vou deixar um monte de trabuco [dispositivo que atira automaticamente com balas ou chumbo, se um animal ou uma pessoa toca no fio que aciona o mecanismo] armado com a mira no rumo das trilhas. Se você der sequer um vacilo, ‘cabungo’, já era, velhote”, completa.

Além de texto, "Francisco Caçador" enviou fotos e vídeos com tom de ameaça, que mostravam tatus, porcos selvagens e calangos mortos, os cães utilizados para a caça, uma fogueira (onde a carne de um animal estaria sendo assada) e uma arma de pressão utilizada para abater os bichos na Reserva.

O alemão acredita que o grupo de ‘Francisco Caçador’ tenha cerca de seis homens, sendo a maioria morador da região. Mas outros grupos também praticariam caça, na Reserva. Hermann revela estar “preocupado”. “Eu levo isso a sério. Ele podem fazer uma emboscada”, afirma.

Criminosos investigados

Hermann Redies denunciou as ameaças à Polícia Civil do Ceará e ao Ministério Público do Ceará. Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social confirmou que “a Delegacia Municipal de Itapajé está com investigações em andamento, com o objetivo de apurar denúncias de ameaças contra um homem que representa uma associação de proteção ambiental com atuação em Itapajé".

"Equipes da Polícia Civil do Ceará realizam diligências na região, com o objetivo de identificar os responsáveis pelo ocorrido”, completou a pasta.

Questionado se também investigava a denúncia, o MPCE não repassou informações e alegou que não conseguiu contato com a promotoria de Itapajé porque a unidade já estava fechada e retornará apenas na próxima segunda-feira (20).

A reserva

Hermann conseguiu transformar a propriedade em Reserva Particular do Patrimônio Nacional (RPPN) em 2009, a partir de um decreto do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

A RPPN é uma área ambiental federal protegida pela iniciativa de proprietários particulares. Entre os objetivos da medida estão preservar a diversidade biológica, o desenvolvimento de pesquisas científicas e as atividades de ecoturismo e educação.

O alemão dono da Reserva Mãe-da-Lua faz a fiscalização do espaço a pé, com frequência, e conta com o apoio de órgãos como a Polícia Militar do Ceará (PMCE) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), em visitas à propriedade.

“Eu escolhi esse terreno porque me parecia bem preservado, tinha macacos-pregos por exemplo. No mesmo tempo, isso é onde ainda tem lei e ordem”, conta.

A fauna da reserva Mãe-da-Lua conta com macaco-prego, veado, porcos selvagens, gato-maracajá (ameaçado de extinção), caititu, tatus e 170 espécies de aves – inclusive jacu-verdadeiro (também ameaçado de extinção) e mãe-da-lua (ave noturna que canta nas noites de luar e dá o nome à reserva). Já a flora contém 295 espécies.

Biólogo de formação, Hermann Redies, além de fiscalizar a terra, realiza pesquisas sobre a fauna e a flora da região, cataloga as espécies e escreve para o site da Reserva.

“Isso é a vida que eu gosto. Gosto da natureza. Eu moro aqui, não quero morar na cidade. Eu penso que minhas atividades são boas para fauna e flora que têm aqui, então eu consigo dar essa contribuição”, conclui.

Por Messias Borges, G1 CE

Beto Barbosa passa mal e interrompe show em João Pessoa sob aplausos do público


Beto Barbosa passa mal em show em João Pessoa — Foto: Marsel 
Bruno / Arquivo Pessoal

18 de JANEIRO 2020 - O cantor Beto Barbosa passou mal durante show realizado na noite deste sábado (11) no Clube Cabo Branco, em João Pessoa. Ele estava se apresentando para o público, mas 50 minutos depois de ter começado a cantar ele resolveu encerrar a apresentação. Falou aos presentes que não estava se sentindo bem e pediu a compreensão de todos para finalizar o evento antes do previsto (o tempo total seria de duas horas).

'É no palco que me sinto amado', diz Beto Barbosa

O clube estava lotado. E, pelas redes sociais, alguns fãs publicaram vídeos com o momento exato em que o show é interrompido. Beto Barbosa pede desculpas e o público aplaude o cantor de forma calorosa.

“Gente, eu estou passando muito mal. Muito mal mesmo. Desculpa. Trinta e cinco anos de carreira e é a primeira vez que isso acontece comigo”, ele fala, sob aplausos.

Ainda no início do show, logo após cantar a primeira música, Beto Barbosa já tinha dado uma satisfação ao público. Disse que estava doente, que tinha passado a tarde toda internado num hospital de João Pessoa, mas que tinha resolvido fazer o show em respeito ao público. Depois, contudo, não resistiu e parou.

De acordo com informações da produção local do show na capital paraibana, Beto Barbosa fez uma longa viagem de carro até João Pessoa e chegou à cidade já adoentado. Foi ao hospital, recebeu alta pouco antes do show e foi para o Cabo Branco.

Quando saiu do clube, voltou ao hospital. Foi atendido, medicado e recebeu alta já na madrugada deste domingo (12), com recomendação médica de que ficasse em repouso.

Beto Barbosa tem atualmente 64 anos e em 2018 passou por um tratamento contra um câncer na bexiga e outro na próstata. O cantor, contudo, já disse em mais de uma oportunidade que estava completamente curado da doença e, segundo sua assessoria, o problema de ontem não tem relação com o câncer.

JOÃO PESSOA

Por G1 PB

RN tem três alunos com nota 1000 na redação do Enem, diz MEC


RN está entre os quatro estado com maior número de alunos com nota 1000 
na redação do Enem — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

17 de JANEIRO 2020 - O Rio Grande do Norte teve três alunos que atingiram a nota máxima na redação do Exame nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. De acordo com o Ministério da Educação, foram 53 estudantes que conseguiram a avaliação 1.000 em todo o país.

(CORREÇÃO: inicialmente, o Ministério da Educação informou que o Rio Grande do Norte tinha 6 alunos com nota máxima na redação do Enem, o que foi publicado pelo G1. Horas depois, o próprio MEC publicou em seu site uma atualização dos dados, reduzindo o número de estudantes potiguares com nota 1000 para 3. A informação foi corrigida às 18h49).

O MEC informou que as mulheres foram maioria entre os que obtiveram a nota máxima: são 32 do total. Minas Gerais foi o estado com a maior quantidade de alunos com esta avaliação na redação do Exame: 13.

As redações com nota máxima são de estados do Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste: Alagoas (2); Bahia (1); Ceará (6); Distrito Federal (2); Espírito Santo (1); Goiás (4); Maranhão (1); Mato Grosso do Sul (1); Minas Gerais (13); Paraíba (1); Pará (2); Pernambuco (1); Piauí (2); Rio Grande do Norte (3); Rio Grande do Sul (3); Rio de Janeiro (6); São Paulo (4).

O tema desta edição foi “Democratização do acesso ao cinema no Brasil”. O texto deveria ser do tipo dissertativo-argumentativo, com até 30 linhas, desenvolvido a partir da situação-problema proposta e de subsídios oferecidos pelos textos motivadores.

Confira as informações detalhadas do resultado no portal do Inep.

INEP MEC - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO RIO GRANDE DO NORTE

Por G1 RN

Mulher grávida perde bebê após acidente na BR-304 no RN; outras 5 pessoas ficaram feridas


Acidente aconteceu por volta de meio-dia desta sexta-feira (17) na BR-304, 
em Caiçara do Rio do Vento, RN — Foto: Redes sociais

17 de JANEIRO 2020 - Seis pessoas ficaram feridas após dois carros baterem de frente com outro veículo que invadiu a contramão, início da tarde desta sexta-feira (17), na BR-304, em Caiçara do Rio do Vento, município da região Central potiguar. Uma mulher que estava no quinto mês de gestação perdeu o bebê, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Duas crianças também estão entre as vítimas.

De acordo com a PRF, o caso aconteceu por volta de meio-dia no quilômetro 221 da rodovia. A suspeita é de que um carro teria invadido a contramão durante uma ultrapassagem e teria atingindo outros dois veículos, de frente. O caso ainda será investigado.

As vítimas foram socorridas para o hospital de Caiçara, mas quatro delas precisaram ser transferidas para o Hospital Walfredo Gurgel, em Natal.

De acordo com a unidade de saúde do município, foram enviados à capital uma criança de 2 anos, a gestante, um adolescente de 16 anos e outra mulher, de 25 anos. A relação entre as vítimas não foi informada.

Por G1 RN

Ministério da Saúde faz alerta sobre febre amarela


Rio de Janeiro - Rio Imagem abre posto de vacinação contra 
a febre amarela, no centro do Rio, com funcionamento 
das 7 às 22h. (Tomaz Silva/Agência Brasil)

17 de JANEIRO 2020 - O Ministério da Saúde alerta quem ainda não se vacinou contra a febre amarela a buscar a imunização contra a doença. O alerta é dirigido especialmente à população das regiões Sul e Sudeste, que estão no centro da atenção dos especialistas depois que 38 macacos contaminados morreram nos estados do Paraná, de Santa Catarina e São Paulo.

Ao todo, 1.087 notificações de mortes suspeitas de macacos foram registradas no país. Os dados são do boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (15) pelo Ministério da Saúde, que apresenta o monitoramento da doença de julho de 2019 a 8 de janeiro deste ano. O alerta se dá porque o Sul e o Sudeste são regiões de grande contingente populacional e baixo número de pessoas vacinadas, o que contribui diretamente para os casos da doença.

Ouça na Rádio Nacional:

O público-alvo para vacinação inclui desde crianças a partir de 9 meses de vida até pessoas com 59 anos de idade que não tenham comprovante de vacinação. Neste ano, as crianças passam a receber um reforço da vacinação aos 4 anos de idade.

Casos em investigação

No mesmo período, foram notificados 327 casos suspeitos de febre amarela em humanos. Destes, 50 permanecem em investigação, e um foi confirmado. A vítima, residente do estado do Pará, faleceu.

Atualmente, o Brasil tem registros apenas de febre amarela silvestre, ou seja, transmitida por mosquitos que vivem no campo e em florestas. Os últimos casos de febre amarela urbana (transmitida pelo mosquito Aedes aegyptii) foram registrados em 1942, no Acre.

Monitoramento

Segundo o Ministério da Saúde, o vírus da febre amarela se mantém naturalmente em um ciclo silvestre de transmissão, que envolve macacos e mosquitos silvestres. A pasta realiza um monitoramento para antecipar a ocorrência da doença e, dessa forma, intervir para evitar casos humanos, por meio de vacinação. Além disso, atua de forma a evitar a transmissão por mosquitos urbanos, com o controle de vetores nas cidades. O macaco, principal hospedeiro e vítima da febre amarela, funciona como sentinela, indicando se o vírus está presente em determinada região.

Vacina

A vacina contra a febre amarela está no Calendário Nacional de Vacinação e é distribuída mensalmente aos estados. No ano passado, mais de 16 milhões de doses da vacina foram distribuídas para todo o país. De acordo com Ministério da Saúde, apesar dessa disponibilidade, é baixa a procura da vacina pela população.

Para este ano, a pasta já adquiriu 71 milhões de doses da vacina, o suficiente para atender o país por mais de três anos. Está prevista para 2020 a ampliação gradativa da vacinação contra febre amarela para 1.101 municípios dos estados do Nordeste que ainda não faziam parte da área de recomendação de vacinação. Dessa forma, todo o país passa a contar com a vacina contra a febre amarela na rotina dos serviços.

Agência Brasil

Thayonara Filgueira - Jornal O Mossoroense.

Tenente-coronel da PM preso suspeito de liderar contrabando de cigarros é transferido para presídio federal em Mossoró


Tenente-coronel André Luis Fernandes, da PM do Rio 
Grande do Norte, foi candidato a deputado no 
estado — Foto: Reprodução/Redes sociais

16 de JANEIRO 2020 - Preso na última terça-feira (14) pela Operação Níquel, da Polícia Federal, o tenente-coronel da Polícia Militar André Luiz Fernandes da Fonseca foi transferido para o presídio federal de Mossoró, na região Oeste potiguar. Ele é suspeito de liderar um grupo de contrabando de cigarros. As informações foram confirmadas pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte. Outras seis pessoas continuam presas.

De acordo com a Justiça Federal, a transferência para o presídio de segurança máxima foi determinada pelo juiz federal Orlan Donato Rocha, mas o motivo não foi informado, porque o processo tramita em sigilo. Após audiência de custódia realizada nesta quarta-feira (15), a Justiça manteve a prisão de Fernandes e todos os outros seis suspeitos detidos pela Polícia Federal.

Na terça-feira (16) foram cumpridos sete mandados de prisão e 16 mandados de busca e apreensão em Natal, São Paulo e Abaetetuba, no Pará. De acordo com a PF, cerca de 130 agentes foram mobilizados e a Justiça autorizou sequestro de R$ 16 milhões em bens dos investigados.

Entre os investigados, há policiais militares. Uma das prisões confirmadas é do tenente-coronel Fernandes, que era subcomandante da Companhia de Policiamento de Interior da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. Um dos mandados foi cumprido na sala dele, dentro do Quartel Geral da PMRN. De acordo com a decisão do juiz federal Walter Nunes, o oficial é suspeito de liderar o grupo de contrabando de cigarros e outras cargas.


Policiais Federais cumprem mandado de prisão dentro 
da Operação Níquel em Natal — Foto: Geraldo 
Jerônimo/Inter TV Cabugi

Em nota, o Comando da Polícia Militar do Rio Grande do Norte informou que, diante das prisões, determinou a instauração imediata de processo administrativo para apuração dos fatos.

Organização criminosa

Dos sete mandados de prisão, seis foram cumpridos no Rio Grande do Norte e um no Pará. Em São Paulo, houve apenas cumprimento de mandados de busca e apreensão. Durante as diligências de um dos mandados em Natal, os policiais encontraram dezenas de caixas de cigarros com um dos alvos da investigação, que acabou preso em flagrante.

Ainda segundo a PF, durante as apurações, a corporação identificou uma associação criminosa formada por mais de 4 pessoas, estruturalmente ordenada e caracterizada pela divisão de tarefas, que atua no Rio Grande do Norte, estados vizinhos e no exterior desde 2001.

A organização criminosa usaria policiais militares para escoltar cargas ilegais de cigarros dentro do país. Os envolvidos são investigados pelos crimes de organização criminosa, contrabando e corrupção.

Como funcionava

Na decisão, o juiz federal afirmou que os dados colhidos indicam que os cigarros de origem estrangeira ingressam no território brasileiro através da costa marítima do Rio Grande do Norte, especificamente na região do município de Macau, na Costa Branca potiguar, através de embarcações.

Depois de aportados, os produtos seguiam em veículos - geralmente caminhões, - e eram armazenados em galpões localizados em diversos pontos na região metropolitana de Natal.

Ainda de acordo com as informações no processo, o transporte é realizado por integrantes do grupo, geralmente armados, contando ainda com informações privilegiadas sobre possíveis abordagens policiais.

Por G1 RN

Casal finge fazer matrícula de filho e assalta creche na Grande Natal


Centro infantil municipal Maria Leonor Freitas do Nascimento, 
em Parnamirim RN — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi

16 de JANEIRO 2020 - Um casal assaltou na tarde desta quinta-feira (16) uma creche municipal na cidade de Parnamirim, na Região Metropolitana de Natal. O homem e a mulher entraram no Centro Infantil Municipal Maria Leonor Freitas do Nascimento, que fica no bairro Monte Castelo, e fingiram buscar informações para fazer uma matrícula para o filho.

Enquanto eles conversavam com as servidoras da creche, o homem anunciou o assalto. Ele pôs a mão por baixo da camisa e exigiu que as três funcionárias que estavam na creche naquele momento passassem os objetos.

Os dois criminosos levaram celulares, joias e alguns outros materiais pessoais das servidoras e fugiram na sequência. As funcionárias que estavam no centro infantil não chegaram a ver a arma, mas preferiram não reagir.

Após o crime, elas chegaram a ficar trancadas no prédio por cerca de 30 minutos com medo que os criminosos voltassem. Elas só saíram ao perceber que os bandidos não haviam levado um dos celulares e ligaram para parentes e a polícia, para que pudessem olhar a área externa da creche.

À reportagem da Inter TV Cabugi, elas reclamaram que neste período de matrícula os porteiros e seguranças da creche estão em recesso e, por isso, ficam ausentes do trabalho diário no prédio. Além disso, os portões do centro infantil precisam ficar abertos para o acesso dos pais que buscam matricular seus filhos.

Traumatizadas, as funcionárias disseram que vão procurar a Secretaria Municipal de Educação de Parnamirim para que alguma providência seja tomada. Em nota, a Secretaria Municipal disse que solicitou à empresa contratada que coloque um outro porteiro no lugar do que está de férias.

As funcionárias disseram que, com medo, só vão voltar ao serviço na próxima segunda-feira (20), quando alguma medida tiver sido tomada. Alguns pais que chegaram na creche após o crime precisaram voltar ao encontrarem o portão fechado e as atividades do dia encerradas.

Elas registraram Boletim de Ocorrência na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim, que vai investigar o caso.

Em nota, as secretarias de Educação e de Segurança do município informaram que todas as medidas cabíveis foram tomadas, assim como confirmaram o boletim de ocorrência que foi aberto. "A Polícia Militar, integrada à Guarda Municipal, foi acionada, tanto para localizar os suspeitos e fazer a segurança na área", destacou a nota.

NATAL  PARNAMIRIM  RIO GRANDE DO NORTE

Por G1 RN

Casal gay é atacado em terminal de ônibus do Capão Redondo e denuncia homofobia em SP


Casal é agredido em terminal de ônibus do Capão Redondo 
em São Paulo — Foto: Arquivo pessoal

13 de JANEIRO 2020 - Um casal de jovens diz ter sido agredido enquanto esperava um ônibus no Terminal Capão Redondo, Zona Sul de São Paulo, e acusa motivação homofóbica. Armado com um pedaço de pau com pregos expostos, um homem feriu um dos jovens na barriga, após eles darem um beijo na manhã deste domingo (12). O agressor ainda não foi identificado, mas testemunhas afirmam que ele é um vendedor ambulante do terminal.

De acordo com o relatado no Boletim de Ocorrência, ao ver o beijo do casal Lucas Trindade, de 24 anos, e Caio Costa Souza, de 19 anos, o agressor se manifestou ofendido, dizendo que o ato estava desrespeitando os passageiros da fila. As duas vítimas discutiram como o homem, que deixou o local fazendo ameaças de morte.

SP registra 1 crime motivado por homofobia a cada 6 dias

Minutos depois, o homem retornou com uma madeira cheia de pregos, desferindo um golpe no abdômen de Lucas Trindade. Após a agressão, o casal desarmou o homem e eles entraram em luta corporal.

O tumulto foi separado por funcionários do terminal de ônibus e motoristas, que retiraram o agressor do local, aconselhando Lucas a buscar atendimento médico para os ferimentos.

O assessor de eventos foi atendido em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Santo Eduardo, na cidade de Embu Das Artes, na Grande São Paulo, onde recebeu ajuda e foi liberado.

O casal registrou a agressão nessa segunda-feira (13) na Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), vinculada à Divisão de Proteção à Pessoa do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

O caso foi registrado como lesão corporal e preconceito de raça ou de cor (de acordo com resolução do Supremo Tribunal Federal (STF), atos homofóbicos poderão ser enquadradas no crime de racismo).

Por Rodrigo Rodrigues, G1 SP — São Paulo

Secretaria de Saúde registra 91 casos de raiva em animais ao longo de 2019 no RN


Morcegos foram responsáveis por quase 90% dos casos de 
raiva registrados em 2019 no Rio Grande do 
Norte — Foto: Reprodução/TV Globo

08 de JANEIRO 2020 - O Rio Grande do Norte registrou 91 casos de animais com raiva ao longo de 2019, confirmados por exames laboratoriais. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). Os animais infectados foram 81 morcegos, cinco raposas, dois bois, dois cães e um equino.

Ainda de acordo com a pasta, os casos foram diagnosticados em 29 municípios do estado, entre os quais se destacam Santo Antônio (15), Caicó (12), Parnamirim (10), São Tomé (8) e Macaíba (7).

De acordo com a pasta, a raiva é transmitida pela saliva do animal infectado – principalmente, cão e gato, ou de animais silvestres, como morcego e sagui - através da pele ou mucosas, através da mordedura, arranhadura ou lambedura. A principal forma de prevenção é a vacinação de animais domésticos e de pessoas que foram expostas ao risco.

A orientação da Sesap é para que as vítimas de mordeduras lavem o local com água corrente e sabão e procurem imediatamente a unidade de saúde mais próxima.

"O vírus rábico é muito sensível a agentes externos e ao lavar o ferimento com água corrente e sabão, ou outro detergente, isso diminui, comprovadamente, o risco de infecção", informou a secretaria.

Por G1 RN

IFRN abre seleção para mais de 140 vagas em cursos de graduação


Campus do IFRN em Apodi é um dos que tem vagas abertas — Foto: Alberto Medeiros/IFRN

07 de JANEIRO 2020 - O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) lançou edital para 142 vagas em cursos de graduação com início no primeiro semestre de 2020. Os candidatos poderão usar as notas obtidas nas edições de 2017 a 2019 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As inscrições são exclusivas pela internet e vão de 21 a 28 de janeiro.

São oferecidas 75 vagas entre cursos superiores de licenciatura, como Química, Biologia, Física, Informática e Matemática. Além delas, há 67 vagas para cursos superiores de tecnologia, como Design de Moda, Gestão de Turismo, Sistema para Internet, Agroecologia, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Logística e Redes de Computadores.

As oportunidades são para os campis de Apodi, Caicó, Canguaretama, Ipanguaçu, Macau, Parnamirim, Pau dos Ferros, Santa Cruz e São Gonçalo do Amarante. Veja o edital aqui. As inscrições serão feitas pelo portal do IFRN (aqui).

O resultado final do processo seletivo será divulgado no dia 30 de janeiro no site do IFRN e no Portal do Candidato.

Os candidatos aprovados e classificados dentro das vagas disponíveis deverão realizar sua pré-matrícula na Diretoria Acadêmica responsável pelo curso escolhido, nos dias 3 e 4 de fevereiro, nos horários estabelecidos pelo edital.

Por G1 RN

Homem espanca mulher e enteada de 14 anos com barra de ferro na Grande Natal


Crime aconteceu em Parnamirim, RN — Foto: Marcelino Neto/O Câmera

07 de JANEIRO 2020 - Um homem é procurado pela polícia após ter espancado a mulher, de 34 anos, e a enteada, de 14, no início da manhã desta terça-feira (7) no bairro Cajupiranga, em Parnamirim, região metropolitana de Natal. O caso foi registrado pela Polícia Militar por volta das 5h50, após chamado de familiares das vítimas. A mulher foi socorrida em estado grave.

Os policiais foram acionados com a informação de que o homem teria esfaqueado a esposa e fugido em seguida. Porém, ao chegar no condomínio, constataram que ela tinha sido agredida com uma barra de ferro, várias vezes, na região da cabeça. A filha da vítima também foi espancada em um dos braços.

Ainda de acordo com o relatório policial, as duas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), sendo que a adolescente foi encaminhada para uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), enquanto a mulher foi conduzida em "estado gravíssimo" ao hospital.

Apesar de buscas pelo suspeito, ele não foi preso.

Por G1 RN

A Feirinha promovida pela Prefeitura de Martins, em prol da Festa de Nossa Senhora da Conceição, mais uma vez foi um sucesso!!!


06 de JANEIRO 2020 - Na tarde desta segunda-feira, dia 06 de janeiro, a Prefeita Olga Fernandes juntamente com Secretários e alguns funcionários, entregaram ao Padre Weskley Pereira (Pároco de Martins), o valor arrecadado na VI Feirinha de Nossa Senhora da Imaculada Conceição.

A Feirinha idealizada pela Prefeita Olga Fernandes é realizada pelos funcionários de todas as secretarias do município e arrecadou a importância de 16.023,00 (dezesseis mil e vinte e três reais) que foi totalmente repassada à paróquia de Martins para que seja aplicado conforme as necessidades da instituição.

Pelo quarto ano consecutivo, a barraca que mais arrecadou foi a da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca.

Mulher morre no Tarcísio Maia após ser picada por cobra jararaca

Foto: Arquivo/MN

06 de JANEIRO 2020 - Uma mulher de 49 anos morreu no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), em Mossoró, após sofrer uma picada de cobra no município de Governador Dix-Sept Rosado.

Segundo informações, Risolane de Souza Costa estava no quintal de casa quando foi atacada por uma jararaca. A dona de casa foi socorrida para Mossoró, mas não resistiu e morreu neste domingo (5).

Caio Vale - Mossoró Notícias.

Publicidade

Publicidade
Ligue - 84991663869