Hemocentro de Mossoró pede doação de sangue para restabelecer estoque


29 de JUNHO 2018 - O mês de junho é bastante festivo, com várias possibilidades de diversão para os mossoroenses.

Mas, é justamente nos períodos festivos que a procura por bolsas de sangue no Hemocentrode Mossoró aumenta consideravelmente, pois muitos mossoroenses fazem a união perigosa de álcool e direção.

Por esse motivo, o Hemocentro está realizando uma campanha para alertar a população para a doação de sangue neste período, uma vez que o estoque está bem abaixo do ideal.

Atualmente, o Hemocentro é responsável por disponibilizar bolsas de sangue para os hospitais públicos de Mossoró, entre eles o Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), para o qual vai a maior quantidade de sangue disponível no local.

A redução no estoque implica na realização de procedimentos importantes nos hospitais que são atendidos pelo Hemocentro.

O pedido de doação de sangue foi feito na página oficial do Hemocentro no Facebook e está sendo compartilhado por várias pessoas. De acordo com o próprio Hemocentro, o nível do estoque é crítico e preocupante.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Médica é suspeita de matar filho de 3 anos com overdose de medicação, em Brasília


Prédio de Brasília onde mulher teria matado filho 
(Foto: Reprodução/TV Globo)

28 de JUNHO 2018 - Uma médica da Asa Sul, em Brasília, é suspeita de matar o próprio filho, de 3 anos, com overdose de medicação, na noite de quarta-feira (28). Ela foi presa. A polícia disse que achou envelopes com remédios de uso controlado no lixo e, ao lado da criança – encontrada já morta sobre a cama –, havia uma mamadeira com leite.

A mulher tem 34 anos, é servidora do Samu e sofre de depressão. Testemunhas relataram que a mãe fez um corte no pescoço e saiu correndo pelas escadas do prédio, na 210 Sul, sangrando.

Quando o porteiro viu a situação, segurou a moradora. A polícia foi chamada pelos vizinhos, depois de perceberem que a criança já não acordava mais.

O episódio aconteceu por volta das 18h30. O menino foi socorrido ao Hospital Materno-Infantil de Brasília (Hmib), mas os médicos não conseguiram reanimá-lo.


1ª DP, em Brasília (Foto: Reprodução/TV Globo)

Investigação

Apenas o laudo do Instituto Médico Legal (IML) vai confirmar a hipótese de overdose, levantada pelos investigadores.

A mãe foi levada ao Hospital de Base, onde está internada, mas presa sob escolta policial. Ela deve responder por homicídio qualificado, com agravante por ter matado um menor de 14 anos.

Na 1ª DP (Asa Sul), o pai da criança prestou depoimento. Segundo ele, a mulher era uma mãe exemplar. O casal é separado há quase dois anos.

De acordo com a polícia, a mãe estava afastada do trabalho por causa do tratamento contra depressão.


BRASÍLIA  DISTRITO FEDERAL

Por G1 DF e TV Globo

Lua vermelha 'gigante' aparece no horizonte de Brasília

'Lua gigante' aparece no horizonte de Brasília 
(Foto: Reprodução/TV Globo)

28 de JUNHO 2018 - O Globocop fez registro de uma “lua gigante” avermelhada no céu de Brasília na manhã desta quinta-feira (28). A imagem da lua cheia foi feita por volta de 6h45, em direção ao Recanto das Emas.

O fenômeno ocorre quando a lua está “baixa no céu”, quando ela está prestes a se definir abaixo do horizonte.

A coloração avermelhada é consequência da interferência da atmosfera durante a passagem do reflexo da luz solar.

Veja mais notícias sobre a região no G1 DF.

Por G1 DF

Comissão da Câmara aprova projeto que amplia uso de agrotóxicos no Brasil


Projeto deve facilitar o registro de produtos cuja 
fórmula utiliza substâncias consideradas cancerígenas 
pelos órgãos reguladores.

28 de JUNHO 2018 - Após sete horas de discussão, a comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa o Projeto de Lei 6.299/02, que trata do registro, fiscalização e controle dos agrotóxicos no país, aprovou nesta segunda-feira (25) o parecer do relator, deputado Luiz Nishimori (PR-PR). Nenhum destaque foi aprovado e prevaleceu o texto de Nishimori. O projeto ainda tem que ser apreciado pelo plenário da Câmara.

Em mais uma sessão tumultuada, parlamentares ambientalistas e ruralistas divergiram na apreciação da proposta. Sem sucesso, deputados do PCdoB, PSOL, PSB e PT tentaram adiar novamente a votação do relatório. Na semana passada, a sessão foi interrompida por uma suspeita de bomba na comissão. A ação foi assumida pela organização não governamental Greenpeace.

O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) afirmou que, caso a matéria seja aprovada pelo plenário, o partido ingressará com uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin) no Supremo Tribunal Federal (STF). “Se chegar ao plenário, a sociedade brasileira vai repudiar esse projeto. Se ele passar, haverá uma ação direta de inconstitucionalidade. Vamos ao Supremo derrubar esse veneno”, disse.

Proposta


Chamado de “PL do Agrotóxico” por deputados da oposição e ativistas, o projeto prevê, por exemplo, a alteração do nome “agrotóxicos” para “pesticidas”, o que deve facilitar o registro de produtos cuja fórmula, em alguns casos, utiliza substâncias consideradas cancerígenas pelos órgãos reguladores. Antes, a proposta era alterar a nomenclatura para “produto fitossanitário”.

As definições sobre as competências do Ministério da Agricultura, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) na análise dos produtos também foram alteradas pela proposta de Nishimori. A nova redação diz que os órgãos passam a “analisar e, quando couber, homologar, os pareceres técnicos apresentados nos pleitos de registro”. Dessa forma, o PL estabelece que pesticidas possam ser liberados pelo Ministério da Agricultura mesmo que Ibama e Anvisa não tenham concluído suas análises.
PL estabelece que pesticidas possam ser liberados 
pelo Ministério da Agricultura mesmo que Ibama e 
Anvisa não tenham concluído suas análises.

Entre as polêmicas do texto está a criação da Taxa de Avaliação de Registro, cujo valor arrecadado será destinado ao Fundo Federal Agropecuário. Outro ponto controverso é que o Ibama e a Anvisa continuam responsáveis pelas análises toxicológicas e ecotoxicológicas dos produtos, mas terão a nova atribuição de apresentar uma análise de risco.

Ao apresentar o parecer, o deputado Luiz Nishimori afirmou que “não quer colocar veneno no prato” das pessoas e que o projeto prevê a atuação da Anvisa na proibição do registro de produtos que apresentam risco “inaceitável” à saúde e ao meio ambiente.

“Nosso projeto quer colaborar com comida mais sadia e segura para nossa sociedade. Ninguém vai colocar novas substâncias, novos produtos no mercado. A Anvisa é muito competente, muito rígida e vai ter as mesmas funções de hoje”, defendeu o relator.

Críticas
Em nota técnica, o Instituto Nacional do Câncer (Inca), órgão do Ministério da Saúde que tem como missão apoiar o órgão no desenvolvimento de ações integradas para prevenção e controle do câncer, defendeu que o Marco Legal dos Agrotóxicos (Lei 7.802/1989) não seja alterado e flexibilizado.

“Tal modificação colocará em risco as populações – sejam elas de trabalhadores da agricultura, residentes em áreas rurais ou consumidores de água ou alimentos contaminados, pois acarretará na possível liberação de agrotóxicos responsáveis por causar doenças crônicas extremamente graves e que revelem características mutagênicas e carcinogênicas”, diz o documento.

A Anvisa também condenou a proposta, por acreditar que o projeto não atende à população, que deveria ser o foco da norma. “O PL não contribui com a melhoria, disponibilidade de alimentos mais seguros ou novas tecnologias para o agricultor, e nem mesmo com o fortalecimento do sistema regulatório de agrotóxicos”, diz a agência.

Inca e Anvisa condenam o projeto.

Ana Paula Cardoso - Jornal O Mossoroense.

Funcionário dos Correios é afastado suspeito de desviar cheques de correspondências


Funcionário dos Correios no Paraná foi afastado suspeito 
de desviar cheques assinados e depositar valores em uma 
conta corrente pessoal, segundo a PF 
(Foto: Divulgação/Polícia Federal)

27 de JUNHO 2018 - Um funcionário dos Correios foi afastado da função suspeito de desviar cheques de correspondências e depositar os valores em uma conta corrente pessoal, segundo a Polícia Federal (PF).

Nesta quarta-feira (27), policiais federais cumpriram mandados de busca e apreensão e de suspensão do exercício da função pública no Centro de Distribuição Domiciliária dos Correios, em Araucária, onde trabalhava o funcionário e na cidade da Lapa, onde ele mora.

Os mandados foram expedidos pela 23ª Vara Federal de Curitiba.

Conforme a PF, as investigações apontaram que o homem desviava folhas de cheque já preenchidas e assinadas de correspondências e relatava extravio das encomendas.

A polícia informou que o prejuízo aos clientes com os desvios do suspeito passam de R$ 43 mil.

O homem é investigado pelo crime de peculato, segundo a polícia, que prevê pena de até 12 anos de reclusão.


Policiais federais cumpriram mandados de busca e 
apreensão no CDD dos Correios de Araucária, na 
Região de Curitiba, onde o funcionário suspeito de 
desviar cheques de correspondências trabalhava 
(Foto: Divulgação/Polícia Federal)

Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.

ARAUCÁRIA  CURITIBA  LAPA

Por G1 PR, Curitiba

Governo do RN convoca mais 93 candidatos do concurso da educação!

27 de JUNHO 2018 - Mais noventa e três (93) candidatos foram convocados hoje (26) para o quadro efetivo do Governo do RN. Essa é a terceira convocação realizada neste mês de junho para o quadro efetivo da Secretaria de Educação do RN. Desta vez, os candidatos atuarão no apoio pedagógico às escolas da rede estadual de ensino.

Com essa convocação, foram chamados 544 candidatos, referente ao edital 001/2015, que já convocou mais de 5 mil candidatos aprovados na atual gestão. Confira aqui a lista completa publicada na edição de hoje do Diário Oficial do RN.

Para tomar posse, o candidato precisa apresentar, na Coordenação de Administração de Pessoal e de Recursos Humanos – COAPRH, situada na sede da SEEC/RN, bloco I, 1º andar, diploma de conclusão de curso com habilitação para o cargo, devidamente registrado por órgão competente, e os documentos pessoais: cópia de cédula de identidade, cópia de cadastro de Pessoa Física – CPF, comprovante de residência, cópia do título de eleitor e declaração de quitação eleitoral, cópia da certidão de reservista (sexo masculino), cópia de CTPS – Carteira de Trabalho e Previdência Social (página com foto – frente e verso e todos os contratos de trabalho assinado e a seguinte em branco, cópia do PIS ou PASEP, cópia de certidão de nascimento ou casamento, atestado de saúde ocupacional habilitando o candidato para o exercício do cargo expedido por Junta Médica Oficial.

O candidato deve apresentar também o número da conta bancária e agência em nome do titular da conta (conta do Banco do Brasil), certidão negativa de antecedentes criminais expedidas pelas Justiça estadual e federal, assim como, pela Polícia Civil da localidade em que o candidato possuir residência nos últimos cinco anos, e cópia da carteira de inscrição no Conselho Regional de Educação Física para os convocados de Educação Física.

A inspeção médica admissional será feita pela Comissão Permanente de Inspeção Médica Oficial, situada na sede da SEARH/RN, Centro Administrativo do Estado, Lagoa Nova, Natal. O atendimento deve ser agendado através do telefone (84) 98137.2154, no horário de 8h às 12h. Lá os candidatos devem apresentar ainda os seguintes exames médicos: atestado de sanidade mental, válido por trinta dias; hemograma; glicemia em jejum; sumário de urina com sedimentoscopia; parasitológico de fezes. Esses documentos têm que ter a validade de 90 dias.

As candidatas gestantes devem apresentar laudo de ginecologista atestando estarem isentas dos exames de radiologia. Os professores devem também portarem com validade de 6 meses documentos de eletrocardiograma com parecer de um cardiologista, e o raio x do tórax em PA e Perfil com laudo de um radiologista.

Os convocados com idade igual ou superior a 45 anos do sexo masculino devem apresentar dosagem PSA; citologia oncótica para candidatos do sexo feminino, com parecer de médico ginecologista; mamografia para o sexo feminino com idade igual ou superior a 45 anos com parecer de médico mastologista.

Postado por Jornalista André Alexandre 

Fonte: O Mural de Riacho da Cruz.

Cartórios não podem reconhecer uniões poliafetivas, decide CNJ


27 de JUNHO 2018 - O plenário do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) decidiu nesta terça-feira (26), por maioria, que cartórios não podem fazer o registro de união estável entre três ou mais pessoas –as chamadas uniões poliafetivas.

Com a decisão, cartórios ficam proibidos de lavrar escrituras públicas para oficializar esse tipo de união. O pedido para que o órgão avaliasse o tema foi feito em abril de 2016 pela Associação de Direito das Famílias e das Sucessões, que é contrária ao registro.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Agência da Receita Federal de Pau dos Ferros vai fechar


27 de JUNHO 2018 - A partir do dia 6 de julho, 25 agências da Receita Federal serão fechadas no Brasil. Em todo o país, segundo a Receita Federal, há 360 agências. No Rio Grande do Norte, a agência de Pau dos Ferros, será fechada.

O Estado mais afetado será Minas Gerais, com o fechamento de agências em quatro cidades. No Paraná e no Rio Grande do Sul serão três; e, em São Paulo, duas.

De acordo com a portaria publicada nessa segunda-feira (25) no Diário Oficial da União, o motivo do encerramento das atividades é o o cancelamento de parte da verba destinada a Secretaria da Receita Federal.

A relação com os nomes dos funcionários que serão desligados e o impacto das demissões no orçamento devem ser anunciados até o dia 4 de julho

Fonte: Blog do Robson Pires.

A BELEZA, A SIMPATIA E O TALENTO ARTÍSTICO, NO GRUPO DE DANÇA ARTÍSTICA E CULTURAL "MÃES QUE BRILHAM".


O mês de Junho nos proporciona à cada ano, belas surpresas. Entre os passos das quadrilhas estilizadas ou matutas; aos gritos dos puxadores: Alavantú!!! Anarriê!!! Entre um gole de quentão e um beijo no salão, as fogueiras juninas nos queima igual paixão. E é aqui na Serra do Martins, que surge essa coisa linda; estou falando do Grupo de Dança Artística e Cultural "MÃES QUE BRILHAM". Um Grupo formado por mães de alunos do Centro Educacional Professora Agá Fernandes(CEPAF) do Bairro Canto, em Martins. O Grupo "MÃES QUE BRILHAM", é formado por: Ceição Silva, Leônia Souza, Ana Lima, Gertrudes Galdino, Sueli Miranda e com as partições especiais de Lauan Miguel e Nalanda Eduarda. Nossos Aplausos para as MÃES QUE BRILHAM!!! 





Irmãos recebem rins do mesmo doador no Ceará: 'situação rara no mundo'


Transplante realizado no hospital universitário da UFC 
(Foto: UFC/Divulgação)

25 de JUNHO 2018 - Portadores de uma doença renal progressiva, os irmãos Raimundo, de 57 anos, e Antônio Rodrigues de Abreu, de 51, receberam transplante de rins de um mesmo doador, no mesmo dia. O fato é incomum, de acordo com a médica Paula Fernandes, chefe da Unidade do Sistema Urinário do Hospital Universitário Walter Cantídio, da Universidade Federal do Ceará (UFC).

"Essa é uma situação muito rara no mundo e foi a primeira vez que isso aconteceu no hospital. A equipe ficou bastante motivada para que os dois pudessem ser operados no mesmo dia e torcendo para dar certo", diz.

A seleção dos pacientes que vão receber transplante respeita uma lista de espera e segue critérios de compatibilidade. Um deles é o antígeno leucocitário humano (HLA). A chance de dois irmãos terem o HLA idêntico é de 25%, e esse foi o caso dos dois, que também eram compatíveis com o doador.

Qualquer célula exibindo algum tipo de antígeno leucocitário humano que não parece próprio do indivíduo é percebido como um invasor pelo sistema imunológico do corpo, resultando na rejeição do transplante do tecido que possui essas células. Assim, verificar a compatibilidade HLA é essencial para que um transplante de órgãos seja bem-sucedido.

'Parecia que tinha ganhado na loteria'

Os irmãos sofrem de uma doença renal progressiva, a nefropatia diabética. Raimundo já se preparava para receber o transplante há cinco anos, e Antônio, há quatro. Eles moravam em Manaus, em Amazonas, quando receberam a notícia da necessidade do transplante. Há um ano vieram para Fortaleza em busca de oportunidade em realizar o procedimento.

Às 2h30 do dia 23 de maio deste ano, Raimundo recebeu uma ligação do hospital comunicando que um doador compatível havia aparecido e que ele era o próximo na fila de espera. Algumas horas depois, o irmão, Antônio, recebeu ligação semelhante.

“Eu conheço pessoas que foram chamadas 24 vezes e não estavam preparadas. Não fiquei muito confiante. A ficha não caiu. Não acreditei”, diz Antônio.

Após fazer os exames, Antônio foi o primeiro a ser encaminhado para a cirurgia. Algumas horas depois, foi a vez de Raimundo. Cirurgias bem-sucedidas, os dois dividiram também o quarto no período de recuperação.

“Depois que eu acordei da cirurgia, senti aquela felicidade, aquela alegria, aquela vontade de chorar. Parecia que eu tinha ganhado na loteria”, resume Antônio.

Oito dias depois, os irmãos receberam alta hospitalar. Os dois têm planos de voltar a Manaus para reencontrar o restante da família, quando estiverem completamente recuperados e receberem a autorização para isso. “Eu só faço o que o médico manda”, diz Raimundo. Os irmãos também têm planos de viajar pelo Brasil e para o exterior.

Transplantes

De acordo com a chefe da Unidade do Sistema Urinário do Hospital Universitário Walter Cantídio, desde o primeiro procedimento, realizado em agosto de 1977, já foram realizados 1.556 transplantes renais no HUWC. Apenas entre janeiro e maio de 2018, foram 47 procedimentos. O paciente mais antigo tem 40 anos de transplante.

No Hospital Walter Cantídio, a taxa de doação dos pacientes que estão em morte cerebral é acima de 70%. E a taxa de sobrevida no primeiro ano após o transplante supera 95%.

Segundo levantamento da Central de Transplantes do Estado, em 2018 (até 8 de junho), o Ceará já contabiliza 565 transplantes realizados, sendo 327 de córnea, 111 de fígado, 104 de rim, 43 de medula óssea, 13 de coração e dois de pulmão.

UFC

Por G1 CE

PF faz operação contra traficantes que mandavam drogas em caminhões e recebiam em joias e dinheiro


Helicóptero que, segundo a PF, teria sido usado pelos criminosos em MS (Foto: PF/Divulgação)

25 de JUNHO 2018 - Polícia Federal (PF) faz nesta segunda-feira (25) operação para desmantelar grupo de traficantes que mandava drogas da região de fronteira com o Paraguai para outros estados e recebia em joias e dinheiro transportados em helicópteros.

A operação é coordenada pela Delegacia de Naviraí, em Mato Grosso do Sul, e mandados são cumpridos também no Paraná, São Paulo, Goiás e Rio Grande do Norte. A ação leva o nome de Laços de Família, pois o comando da quadrilha era feito por parentes. O grupo tinha estreita ligação com o PCC de São Paulo.

A Laços de Família foi autorizada pela 3ª Vara da Justiça Federal de Campo Grande, com expedição de 20 mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária, 35 de busca e apreensão em residências e empresas, 136 de apreensão de veículos terrestres, 7 de apreensão de helicópteros, 5 apreensões de embarcações de luxo e 25 de apreensão de imóveis, sendo eles apartamentos, casas, sítios e comércios.

Também foi decretado a apreensãode todos os bens de 38 investigados, em todo o país, inclusive em nome de empresas de fachada.

Em Mato Grosso do Sul, os mandados são cumpridos em Mundo Novo e Naviraí.

A PF teve apoio da Receita Federal na Laços de Família. Os analistas verificaram a evolução patrimonial e fizeram a identificação de bens e empresas dos envolvidos.


Policial em meio a material apreendido 
(Foto: PF/Divulgação)

Atuação

Conforme a Polícia Federal, os traficantes mandavam drogas para outros estados geralmente em grande quantidade, em caminhões, escondidas em meio a carga licíta.

Como pagamento pelo envio dos entorpecentes, os criminosos recebiam joias, veículos de luxo e dinheiro por meio de depósitos em contas bancárias de “laranjas” e de empresas de fachada. Helicópteros eram utilizados para transportar dinheiro e joias para pagar os traficantes.

O dinheiro recebido pelo envio da droga garantia aos traficantes, de acordo com a PF, vida luxuosa e poder. Eles impunham o temor e o silêncio na região, pela sua violência e poderio.

Apreensões

Durante a investigação que resultou na operação, a Polícia Federal já tinha conseguido apreender R$ 317.498,16 em dinheiro; joias avaliadas em R$ 81.334,25; duas pistolas, 27 toneladas de maconha, duas caminhonetes e 11 veículos de transporte de carga. Seis pessoas foram presas.

A PF calcula em R$ 61 milhões o prejuízo causado à quadrilha com as ações policiais, isso sem calcular as apreensões da operação realizada nesta segunda-feira.



Droga apreendida anteriormente; segundo a PF, pertencia 
aos alvos da operação (Foto: PF/Divulgação)

POLÍCIA FEDERAL

Por G1 MS

Professores são condenados por receberem salários sem dar aulas no interior do RN


25 de JUNHO 2018 - Professores foram condenados por receberem salários sem dar aulas na cidade de Pedro Avelino, na região Central potiguar. De acordo com o juiz Ítalo Lopes Gondim, da Vara Única da Comarca de Lajes, uma servidora pública da rede municipal de ensino foi condenada por ato de improbidade administrativa. Outros dois réus na mesma ação tiveram a prescrição reconhecida pela Justiça em parte da acusação, mas também sofreram condenações em outras.

Segundo o Ministério Público, os servidores Francisco Canindé Câmara, Hildete Câmara Costa e Manoel Douglas Rufino praticaram ato de improbidade, pois recebiam seus vencimentos sem trabalhar, pagando para que terceiros desempenhassem suas funções na Escola Estadual Paulo VI. Segundo o Órgão Ministerial, os atos foram praticados nos anos de 2006, 2007 e 2008, mesmo após a assinatura do Termo de Cooperação, ocorrido em maio de 2008.

Ainda de acordo com o MP, os réus, na posição de professores concursados, pagavam terceiros para exercerem as suas funções. Posteriormente a assinatura do Termo de Cooperação com o Estado e Pedro Avelino no ano de 2008, o município passou a realizar os pagamentos dos vencimentos dos acusados, sem que os mesmos trabalhassem, além de contratar professores temporários para desempenhar as funções deles. Para o MP, os documentos e informações colhidos no inquérito são suficientes para provar a prática de atos de improbidade administrativa pelos envolvidos no ato.

“Não restam dúvidas de que não comparecer ao trabalho e contratar terceiros para substituir-se na prestação do serviço público configura ato de improbidade administrativa descrito no art. 11 da LIA, pois macula diversos princípios da administração, especialmente os da legalidade, probidade, moralidade”, comentou o juiz.

Hildete Câmara foi condenada a pagar multa civil no valor correspondente a duas vezes o valor das remunerações indevidamente recebidas (período de 2007 até a aposentadoria), acrescido de juros e corrigidas monetariamente. A multa deverá ser revertida em favor dos cofres do Ente Público lesado. Ela também teve suspensos seus direitos políticos pelo prazo de dez anos.

Manoel Douglas Rufino, como foi reconhecida a prescrição, foi condenado a apenas a ressarcir integralmente a lesão causada aos cofres públicos, devendo restituir o valor de seis remunerações recebidas no ano de 2007, devidamente corrigidas e acrescidas de juros. A condenação dele em ressarcir o erário deve ficar suspensa até julgamento pelo Supremo Tribunal Federal do RE.

O magistrado deixou de condenar Francisco Canindé Câmara a ressarcir o prejuízo causado ao erário em razão de seu falecimento e não integração do espólio ao processo, o que não impede eventual interposição de ação autônoma neste sentido, caso o STF venha a entender pela imprescritibilidade da determinação de ressarcimento ao erário.

PEDRO AVELINO  RIO GRANDE DO NORTE

Por G1 RN

Ubatuba confirma morte de turista de 24 anos por raiva humana após férias no litoral

Morcegos são transmissores do vírus da raiva; Prefeitura 
de Ubatuba diz que fez ação de captura 
(Foto: Divulgação)

22 de JUNHO 2018 - Um jovem de 24 anos, de Colombo (PR), morreu vítima de raiva humana contraída em Ubatuba (SP) em janeiro deste ano. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (22) pela prefeitura após relatório da Secretaria Estadual da Saúde com a confirmação do diagnóstico.

A Prefeitura de Ubatuba informou que a vítima passou as férias na casa do sogrou e contraiu raiva em um acidente com um morcego em 3 de janeiro. O jovem foi mordido na mão.

O paciente foi atendido inicialmente no litoral norte de São Paulo e, ao retornar para o sul, no dia 15 do mesmo mês, começou o tratamento. Ele voltou a ser internado no dia 19 de fevereiro, com sintomas de raiva, e morreu no dia 9 de março.

A Prefeitura de Ubatuba informou que, ainda em janeiro, ao ser informada sobre o caso suspeito, fez uma ação de captura de morcegos no bairro da Casanga, junto com o Estado, vacinação de cães e gatos do bairro e atividades educativas.

A Secretaria Estadual da Saúde foi procurada para informar quando foi registrada a última morte em humanos causada por raiva em São Paulo, mas não respondeu. A pasta disse apenas que a morte do jovem é um caso considerado raro e destacou a necessidade de buscar atendimento médico imediato, o que não teria acontecido.

Sobre as providências adotadas após a suspeita do vírus da raiva no paciente, a secretaria informou que fez ações com a prefeitura. "Antes da confirmação do caso, foram realizadas ações em conjunto com município, abrangendo vacinação de animais domésticos na região e ações educativas para a população local", disse em nota a assessoria de imprensa.

Raiva

A raiva é uma doença infecciosa viral aguda que causa encefalite - inflamação e infecção do cérebro - progressiva e aguda que leva à morte em praticamente todos os casos.

O vírus é transmitido aos mamíferos, incluindo o homem, por arranhaduras, mordidas ou lambeduras de animais domésticos ou silvestres contaminados. As UBS de Ubatuba têm vacina antirrabica humana para atender casos de acidentes.

O estado do Pará emitiu um alerta epidemiológico contra a raiva humana. Até o começo desta semana haviam sido notificados 14 casos da doença, sendo 12 mortes registradas e sete confirmadas.


Vacinação de cães e gatos é considerada eficaz no combate 
à raiva (Foto: Prefeitura de Ubatuba/Divulgação)

Por G1 Vale do Paraíba e região

Mãe sabia que pastor queria usar a morte dos filhos para promover igreja, diz juiz


Pastor George Alves é indiciado pela morte de irmãos 
Joaquim e Kauã, em Linhares 
(Foto: Reprodução/ TV Gazeta)

21 de JUNHO 2018 - A decisão judicial que determinou a prisão da pastora Juliana Sales, diz que ela sabia dos “supostos abusos sexuais” sofridos pelos filhos, Kauã e Joaquim, que morreram carbonizados em um incêndio em Linhares, e que ela e o marido, o pastor Georgeval Alves, tinham planos de usar a morte dos filhos como forma de ganhar notoriedade e ascensão religiosa.

A ordem de prender a pastora partiu do juiz André Dadalto, da 1ª Vara Criminal de Linhares. De acordo com a decisão, Juliana sabia dos desvios de caráter do marido, e mesmo assim apoiava os planos dele de se promover na igreja.

Veja o que se sabe sobre o incêndio que matou Kauã e Joaquim

Pastora virou ré porque foi omissa, diz promotora

Para o Ministério Público, assassinar os próprios filhos estava nos planos do casal. Seria uma tragédia a ser usada pelo pastor para se promover na igreja.

“O pastor George, em parceria com a pastora Juliana, buscava uma ascensão religiosa e aumento expressivo de arrecadação de valores por fiéis e, para esta finalidade, ceifou a vida dos menores Kauã e Joaquim para se utilizar da tragédia em seu favor”, diz a decisão.

Juliana também estava ciente sobre as diferenças de tratamento que George dava para os filhos e o enteado. A decisão diz que George deixava faltar alimento, medicamento e atendimento médico para as crianças.

Troca de mensagens

Para o juiz, Juliana também tinha ciência do comportamento sexual incompatível com a pregação do marido. Em uma troca de mensagens pelo celular, a pastora dizia ter 'nojo' e o pastor dizia se sentir 'imundo' e um 'lixo' por seus comportamentos.

Já em uma mensagem que enviou para a mãe, a pastora afirma que dormiu bem após a morte das crianças. Em outra troca de mensagens com o pastor George, Juliana diz: "eu não estou preparada para dar errado".

E em uma conversa com outros pastores, ela afirma: "não sei se vou conseguir ser forte até o final".

Irmãos relataram abusos

De acordo com a decisão, os irmãos Kauã e Joaquim já haviam relatado, na escola, os abusos sexuais que sofreram.

Em certas ocasiões, Kauã chorava desesperadamente, mas alegava aos seus professores que não podia contar o motivo.

Joaquim, também na escola, relatava que sofria abusos sexuais. Os pais compareceram no estabelecimento de ensino afirmando que os abusos não eram praticados no âmbito doméstico e familiar.

O Ministério Público diz que o casal se defendia afirmando que a culpa pelos abusos era de uma outra criança, de 5 anos.

Além disso, a decisão diz que Juliana e George não tomaram nenhuma providência após Kauã ter “sofrido ‘maldades’ por parte de dois ‘caras’ na piscina”.

Pastores mexeram na cena do crime

A decisão da Justiça traz outra revelação. Há relatos de que após a morte dos irmãos o pastor e a pastora foram até a casa, jogaram vários objetos no quarto das crianças e retiraram quase todos os objetos depois, inclusive lençóis e roupas de cama, entregando-os a terceiros para serem lavados.


Bombeiros saem com sacos plásticos de casa onde 
crianças morreram em Linhares 
(Foto: Reprodução / TV Gazeta)

O caso

Joaquim, de 3 anos, e Kauã, de 6 anos, morreram carbonizados dentro de casa, em Linhares, no dia 21 de abril. O marido de Juliana, o pastor George Alves, foi acusado de estuprar, agredir e queimar as crianças vivas. O terceiro filho da mulher não estava na casa no momento do crime.



Meninos de 3 e 6 anos morreram carbonizados em incêndio 
em Linhares, no Espírito Santo 
(Foto: Raphael Verly/ TV Gazeta)

George Alves está preso desde o dia 28 de abril, mas a prisão dele era temporária.

Agora, o MP conseguiu a prisão preventiva de Juliana e de George, por tempo indeterminado, pelos crimes de duplo homicídio, estupro de vulneráveis e fraude processual. George ainda vai responder pelo crime de tortura.

Prisão da pastora

A pastora Juliana Sales Alves sabia, segundo o Ministério Público do Espírito Santo, dos riscos que os filhos corriam por estarem sozinhos com o marido dela, o pastor Georgeval Alves, acusado de estuprar, agredir e queimar as crianças vivas dentro de casa

Essa omissão é um dos motivos para a prisão dela, que aconteceu na madrugada desta quarta-feira (20), na casa de um amigo da família, em Minas Gerais.

ESPÍRITO SANTO  LINHARES

Por Bruno Dalvi e Gabriela Ribetti, TV Gazeta

Ameaça de morte a jogador na Copa?


21 de JUNHO 2018 - A justiça colombiana decidiu abrir investigações após dezenas de usuários publicarem mensagens nas redes sociais ameaçando de morte o volante Carlos Sánchez da seleção colombiana. O caso faz lembrar o assassinato de Andrés Escobar após ele ter feito um gol contra na Copa do Mundo de 1994.

‘Se mataram Andrés Escobar por marcar um gol contra, então alguém precisa assassinar o Carlos Sánchez e urinar no seu cadáver’, escreveu um dos internautas, que depois apagou a mensagem no Twitter. Outras postagens também foram feitas de ameaça contra o jogado

Fonte: Blog do Robson Pires.

Como fazer o alistamento militar pela internet; prazo termina dia 30


21 de JUNHO 2018 - Ao contrário dos outros anos, em 2018 o alistamento militar passou a ser feito também pela internet em todos os estados do País. Assim, quem completa 18 anos até dezembro pode acessar este site e se cadastrar em poucos passos. Quem preferir realizar o processo em uma Junta de Serviço Militar deve procurar a mais próxima de onde mora para se inscrever. O prazo termina no próximo dia 30 para as duas modalidades de alistamento.

Ao acessar a página, o jovem deve informar se há algum motivo que o impeça de ingressar no serviço militar. Caso não haja restrições, basta clicar no quadro “alistamento militar” e em seguida criar uma conta para prosseguir com o processo.

Quando o registro é concluído, é gerado um número no Certificado de Alistamento Militar (CAM). Com ele, o jovem pode consultar no mesmo site se prossegue para o Serviço Militar nas Forças Armadas (Marinha, Exército, Aeronáutica) ou se será dispensado, recebendo o Certificado de Dispensa de Incorporação (CDI).

Fonte: Blog do Robson Pires.

Homem dopado pela mãe diz que não lembra como matou mulher e filhas em SP


Magno é o principal suspeito de esfaquear e matar 
Thamiris e as filhas dela 
(Foto: Arquivo Pessoal)

21 de JUNHO 2018 - O vendedor Magno Brandão Ferreira, de 27 anos, confessou ter matado a facadas a companheira Thamiris de Souza Santos, de 30, e as filhas dela, Nayara Machado de Souza, de oito, e Nicolly de Souza Santos, de quatro anos, em São Vicente, no litoral paulista. Segundo apurado pelo G1 nesta quinta-feira (21), ele disse à polícia ter sofrido um ‘apagão’ e acordado ensanguentado, com a faca na mão e em frente aos corpos. Ele segue preso na carceragem do 5º Distrito Policial de Santos.

A confissão aconteceu no mesmo dia em que a Polícia Civil o prendeu na casa da mãe, na madrugada de quarta-feira (20). Na manhã do mesmo dia, ao G1, ela afirmou que dopou o filho na intenção de induzí-lo ao sono, antes de chamar a polícia, já que estava recebendo uma série de ameaças de moradores das redondezas.

Em depoimento, ele admitiu ter cometido o crime, mas não lembra como. "Ele diz que foi ele, que estava ensanguentado, descreve a logística da casa", diz Karla Cristina Pereira, titular da Delegacia da Mulher de São Vicente. A arma usada teria sido comprada por ele na época em que era cozinheiro. Uma faca foi apreendida e a perícia determinará se ela é a utilizada nos crimes.

Ainda em depoimento, o vendedor, que estava desaparecido desde quando os corpos foram achados, na madrugada do dia 10, no bairro Parque Continental, afirmou que permaneceu na residência mesmo com os corpos das vítimas já entrando em processo de decomposição.

"Ele ficou por três dias na casa com as vítimas mortas, e não se preocupou em pedir resgate. Na verdade, ele resume como se tivesse tido um 'apagão', e que só lembra da cena de quando acordou", diz Karla.

O vendedor revelou que, no dia 2 de junho, chegou a discutir com Thamiris. O pai da vítima, Eduardo Antônio da Silva, disse que há a possibilidade de a desavença ter ocorrido por ele ter feito movimentações em uma conta bancária da avó dela, que os dois utilizavam em conjunto.

"Ele teria pegado o dinheiro dessa conta, e não sei o que fez com ele, torrou, fez o que fez. Ele estava com os cartões dela. Provavelmente, foi o motivo da confusão, da briga. Ele ainda teria comprado uma moto", explica.

Segundo a delegada, Brandão mexeu na conta dias após os crimes. Dela, foram tirados cerca de R$ 3.000 sendo que R$ 1.300 tiveram como destino a compra de uma moto, que seria utilizada para a fuga.

"Essa conta tinha um dinheiro que eles usavam para comprar roupas para revender. Foram vários saques após as mortes. E a moto acabou sendo apreendida pela Polícia Militar por questões administrativas", explica.


Thamiris e suas duas filhas foram assassinadas em 
São Vicente, no litoral de SP. 
(Foto: Arquivo Pessoal)

Usuário de drogas

Familiares do suspeito já haviam alertado à polícia que ele era usuário de drogas, vício que foi confessado por Brandão também durante o depoimento. Ainda assim, ele negou ter usado entorpecentes no dia em que cometeu os crimes.

"Ele confirmou que usou drogas após os crimes, mas dentro da residência", diz a delegada. Três dias após ficar na casa, Brandão se hospedou em uma pousada, no centro de São Vicente. Depois, ficou sem rumo pelas ruas até procurar a mãe, na terça-feira (19).

Vizinhos de Thamiris, que não quiseram se identificar, chegaram a dizer à polícia que ouviram pedidos de socorro na madrugada de terça (5) para quarta (6). Além disso, análises preliminares do Instituto Médico Legal (IML) dão conta de que as duas crianças teriam sido mortas antes que a mãe, mas o laudo conclusivo deve sair apenas nos próximos dias.



Emoção marcou o enterro de Thamiris e suas duas filhas 
(Foto: Solange Freitas/G1)

O crime

Parentes de Thamiris informaram à Polícia Militar, na madrugada do dia 10, que havia três vítimas no interior de uma casa, na Rua Trinta e Um, no Parque Continental. Lá, um dos PMs abriu uma janela lateral da residência para confirmar a denúncia, e avistou os corpos.

Thamiris foi achada no chão, com duas perfurações no tórax e no braço. Nayara estava em uma cama, com três perfurações no tórax e uma no pescoço, e a caçula, Nicolly, tinha duas perfurações no tórax. As três estavam em estado de decomposição.

Vizinhos afirmaram que Brandão foi visto no local do crime no sábado (9), um dia antes dos corpos serem localizados. Desde então, ele era considerado foragido pela Polícia Civil por ser o principal autor do crime.

Agora, ele deve ser indiciado pelo crime de homicídio triplamente qualificado, por motivo fútil, meio cruel e impossibilidade de defesa. Além disso, há risco de aumento da pena pelo agravante de duas das vítimas serem menores de 14 anos. Foi pedida a prisão preventiva e ele deverá ser levado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Vicente.



Filhas de Thamiris, Nayara, de 8 anos, e Nicolly, de 4, 
também foram assassinadas 
(Foto: Arquivo Pessoal)

SÃO VICENTE

Por G1 Santos

Mesmo com ações suspensas, consumidor pode ir à Justiça por cobrança indevida na conta de luz


Imagem ilustrativa.

20 de JUNHO 2018 - Consumidores de todo o país podem acionar a Justiça para reaver até 13% dos valores pagos na conta de luz, dos últimos cinco anos, devido a um cálculo indevido do Imposto sobre circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

É preciso ficar atento, porém, porque ações desse tipo estão com julgamento suspenso até agosto, quando o Superior Tribunal de Justiça (STJ) julgará se a cobrança é feita de forma incorreta.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Rede social é usada para devolver furtos do gato ladrão de Fernando de Noronha


Beck, o gato ladrão, e a dona do animal , Andresa 
(Foto: Ana Clara Marinho/TV Globo)

19 de JUNHO 2018 - Nos últimos meses os moradores e os turistas da Vila do Trinta, em Fernando de Noronha, têm registrado furtos. O que ninguém imaginava é que os roubos fossem praticados por um gato, o gatuno é chamado de Back. Preocupada com o mau hábito do animal, a dona do gato ladrão criou um perfil na rede social para tentar devolver os frutos dos surrupios do felino cleptomaníaco.

“Eu fui procurar na internet para tentar saber dessa mania. Eu encontrei três gatos cleptomaníacos. Um deles é na Inglaterra e a dona abriu uma página no facebook para as pessoas recuperarem os pertences, por isso me apropriei da ideia e fiz um perfil no instagram: @backgatoloconoronha. A página também tem o papel de informar que não se trata de roubo de pessoas”, contou a administradora de empresas, Andresa Medeiros, dona do gato.


Back, Andresa e os furtos do animal (Foto: Ana Clara Marinho/TV Globo)

Na rede social é possível ver as peças furtadas, cerca de 100 itens entre camisas, bermudas, cuecas e toalhas. No perfil é possível ver também algumas imagens com os flagrantes dos roubos. Bck é culpado e os crimes estão documentados e divulgados na rede social, confira vídeo.

Gato ladrão' já furtou mais de 100 peças de roupa em Fernando de Noronha

“Nós descobrimos essa mania em dezembro de 2017. Os profissionais das pousadas da região começaram a sentir falta de peças de roupas de hóspedes. Concidentemente nós registramos o aparecimento de peças de roupas que nós não sabíamos de quem era. Comprovamos os furtos nas imagens das nossas câmeras de segurança”, contou a dona do animal.


Back repete os furtos (Foto: Ana Clara Marinho/TV Globo)

Modus Operandi

“A madrugada de Back é bem movimentada, tem noite que ele chega a trazer de cinco a seis peças. Ele é de fase, tem época que só pega roupa, em outros dias só furta paninhos e tapetes”, falou Andresa.

A dona do gatuno faz a defesa do animal. “As vezes a gente morre de rir, tem cuecas, biquínis. No caso das meias ele roupa do par, pega uma e depois pega a outra, mas a gente sempre reclama. É da natureza dele”, falou a administradora de empresa.

Apelo

“Nosso gato foi vítima de dois casos de maus tratos. Na primeira Vez prenderam ele num baú com o furto. E na outra vez ele levou um tiro de chumbinho, machucou bem a coxa. A gente apela para que as pessoas não façam nenhum tipo de maldade, as pessoas estão disponíveis e nós queremos devolver”, finaliza Andresa Medeiros.


Por Ana Clara Marinho, G1, Fernando de Noronha

Investigação aponta que incêndios no interior do RN foram retaliação a 'suposta opressão' em presídios


Em Umarizal, um carro foi incendiado dentro do pátio 
da prefeitura (Foto: PM/Divulgação)

19 de JUNHO 2018 - A Polícia Civil apurou que os incêndios a bens públicos ocorridos no início do mês em Umarizal, Oeste potiguar, foram uma forma de vingança a uma suposta opressão sofrida por membros de uma facção criminosa nos presídios potiguares. Dois homens foram presos e um adolescente apreendido nesta terça-feira (19) suspeitos do crime.

Em ações criminosas ocorreram nos dias 4 e 7 de junho de 2018. Veículos foram incendiados no pátio do Centro Administrativo daquela cidade. Segundo a polícia, os suspeitos pularam o muro do local e atearam fogo em um ônibus de transporte de estudantes, um caminhão, uma máquina retroescavadeira e um automóvel.

As ocorrências em Umarizal fizeram parte de uma série de ataques incendiários registrados em diferentes cidades do Rio Grande do Norte. No dia 7 junho, quando esses ataques ainda estavam acontecendo pelo estado, a Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) disse que ainda estava avaliando se os crimes estavam sendo coordenados por facções criminosas.

Os suspeitos detidos nesta terça-feira (19) foram encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça. Após as prisões, a Polícia Civil divulgou a relação entre os atentados e a reclamação sobre o trato com integrantes de facções dentro das unidades prisionais.

RIO GRANDE DO NORTE  UMARIZAL

Por G1 RN

'Estamos à beira de um colapso no abastecimento de gás de cozinha no RN', diz Singás


Produção não está dando conta do consumo de gás no 
Rio Grande do Norte 
(Foto: Heloisa Guimarães/Inter TV Cabugi)

18 de JUNHO 2018 - O Rio Grande do Norte pode sofrer um colapso no abastecimento de gás de cozinha, de acordo com o presidente do sindicato das empresas revendedoras do setor, Francisco Correia. Segundo ele, atualmente todos os 167 municípios potiguares convivem com a falta do gás. “Estamos à beira de um colapso”, reforça.

Correia afirma que a quantidade que atualmente chega ao estado potiguar só consegue abastecer à metade da demanda. “Para se ter uma ideia, antes nós mandávamos mil botijões para a cidade de Canguaretama por semana. Agora nós mandamos 100”, revela o presidente do Singás.

Francisco Correia diz que a Petrobras produz hoje na Refinaria Clara Camarão, em Guamaré, 50% do gás de cozinha demandado pelo Rio Grande do Norte. Os outros 50% são divididos entre o Ceará e Pernambuco. “Mas os navios que levam o gás a Fortaleza estão atrasando, e eles pararam de nos mandar. Em Pernambuco, o Ministério Público entrou com uma ação com relação ao desabastecimento deles, e o estado pernambucano também não está mais enviando o gás para o RN”, explica.

Através de nota, a Petrobras alegou que as vendas de gás de cozinha estão acima do volume contratado com as distribuidoras para o mês de junho. “Além disso, frisamos que os estoques da Petrobras desse produto no país se encontram em níveis confortáveis”, diz a nota.

A empresa afirmou também que a sua produção do gás no estado é “historicamente inferior” às vendas das distribuidoras no RN, conforme consumo aparente publicado pela Agência Nacional de Petróleo. Assim, a Petrobras confirmou que, regularmente, parte do gás de cozinha vendido para a população potiguar é oriundo de instalações da Petrobras fora do Rio Grande do Norte.

Os proprietários de distribuidoras afirmam que farão uma movimentação nesta terça-feira (19), para procurar apoio do Ministério Público Federal (MPF) e também do Governo do Estado. A ideia é tentar fazer com que a Petrobras amplie a produção em terras potiguares. Segundo o Singás, a produção começou a diminuir nos últimos quatro anos, até atingir os atuais 50%.

Por G1 RN

Após cerca de 1 ano e meio, agência do Banco do Brasil em Umarizal volta a funcionar

Agência do Banco do Brasil de Umarizal-RN. Foto: Divulgação

18 de JUNHO 2018 - Após cerca de pouco mais de 1 ano e 5 meses, à agência do Banco do Brasil em Umarizal-RN, volta a funcionar com todos os seus serviços. A notícia chegou até ao Blog do Evando Lima, através de um dos funcionários da agência, onde comunica que os serviços de depósitos em dinheiro ou cheques já estão acontecendo, como também os saques (onde serão liberados de acordo com os depósitos).

Em breve, volto com mais informações!

Fonte: Blog do Evando Lima.

Prefeitura e parceiros realizaram o V Arraiá Encanta Viçosa

A cidade de Viçosa festejou mais uma edição do Encanta Viçosa, o evento foi realizado em Praça pública na última sexta-feira, 15 de junho.
Segue abaixo imagens da cobertura oficial do evento, o qual foi realizado com muito amor e carinho pelo Prefeito municipal, Antônio Gomes de Amorim; vice-prefeita, Bernadete Pinto; vereadores municipais, comunidade, região, quadrilhas da cidade e região e eles, os nossos parceiros e colaboradores: Mercadinho Miragem, Praxedes Supermercados, Rio Grande Supermercados, Sertanejo Atacarejo, Santa Clara, Rede Lajedo Supermercados de Viçosa/RN, Loja Façaki, Comercial Lopes, Angel Modas e 4Plus Promoções.

Após as apresentações culturais, deu início a festa dançante, com a banda da terrinha, Pisa na Fulô que agradou, encantou e mostrou pra que veio, logo após muito forró com o Zé Ceará e a finalização do evento ficou por conta da baixinha eletrizante, Célia Melo.





















Assessoria de Comunicação Social
Josimar Lopes.

Publicidade