Homem invade encenação da Paixão de Cristo e agride soldado romano com capacete em Nova Hartz, no RS

31 de MARÇO 2018 - Uma cena inusitada marcou a encenação da Paixão de Cristo na cidade de Nova Hartz, no Rio Grande do Sul, na sexta-feira (30). Um homem que estava em meio ao público subiu no palco e agrediu, com um capacete, um ator que interpretava um soldado romano e recém havia atingido o ator que fazia Jesus, já na cruz (veja no vídeo, a partir dos 51 segundos).

De acordo com a Brigada Militar, a viatura que estava na cidade atendia uma outra ocorrência, e foi deslocada uma unidade de outro município após a confusão. Quando os policiais chegaram ao local, já estava tudo resolvido.

O homem que subiu ao palco já havia deixado o local, e não foi registrada ocorrência.

O secretário de Planejamento de Nova Hartz, William da Silva, diz que mais de 1 mil pessoas estavam na Praça do Trabalhador assistindo ao espetáculo.

"Ele saiu do meio da plateia, ninguém imaginava", conta, acrescentando que testemunhas relataram que o agressor gritava que não ia deixar Jesus morrer.

"Mas foi só um susto, o rapaz que levou a capacetada passa bem."

O diretor do espetáculo, Adriano Ferreira, disse que a peça chegou a parar por alguns momentos, mas, como ninguém havia se machucado, eles resolveram continuar com a encenação após o tumulto.

"Tem umas coisas que não conseguimos compreender", disse Adriano, que coordena a companhia composta por 80 pessoas.

Ele diz ainda que Samir Rodrigues, ator que interpretava o soldado romano e foi agredido, levou apenas um susto. "Nesta semana, um empresário da cidade deu capacetes novos para os soldados, e isso acabou protegendo o Samir", comentou.

Uma pessoa que acompanhava o espetáculo, e que ajudou a conter o homem, relatou o momento de tensão. "Ele dizia que não sabia o que estava fazendo, que não lembrava o que estava fazendo ali. Ele pedia para saírem de perto dele. Na hora foi meio tenso", lembra o morador, que não quis se identificar.



Ator que fazia soldado romano é agredido por homem 
que estava na plateia durante encenação da 
Paixão de Cristo 
(Foto: Fernando Pereira/Arquivo Pessoal)

Por Daniel Favero e Vinícius Bühler, G1 RS e RBS TV

PARABÉNS À CONFREIRA BETH VIEIRA.


Nossos parabéns para a dileta confreira Beth Vieira, ocupante da cadeira 33 na Academia de Letras e Artes de Martins (ALAM).
Maria Bernadete Vieira (Beth Vieira) é compositora e cantora. Que a sua voz permaneça encantando os nossos ouvidos e os seus talentos cada vez mais enriqueça a nossa cultura. Deus a abençoe sempre, são os desejos dos confrades e confreiras.

Substância presente no chocolate causa intoxicação em cachorros; entenda.


Chocolate tem substância que causa intoxicação para 
cachorros (Foto: Spiritze/Pixabay)

31 de MARÇO 2018 - A Páscoa chegou e, com ela, os ovos de chocolate. A veterinária Patricia Flôr explica que é importante deixar o doce longe dos cachorros: as substâncias metilxantinas (teobromina e cafeína) estão presentes e causam envenenamento no animal.

Segundo Flôr, os chocolates brasileiros têm menor quantidade. Os importados costumam ter mais e uma pequena porção pode causar uma intoxicação forte. A dose tóxica para cães é em torno de 100 mg a 150 mg por kg de peso; a dose letal fica entre 250 mg a 500 mg por kg de peso.

A médica diz, ainda, que os gatos não são tão atraídos pelo sabor quanto os cachorros, mas, se ingerirem, o problema é o mesmo. A recomendação, portanto, é não dar chocolate para os pets.

"O maior problema em relação ao chocolate é que geralmente os cães adoram o sabor e os tutores acabam cedendo e dando. Ou, então, eles roubam mesmo em casa", disse.

Quais são os sintomas da intoxicação?

Os donos de pets precisam saber que outros alimentos também causam problemas: cebola, café, semente de maçã, alguns chás (como o preto). Se acontecer, os sintomas são os seguintes:

. Vômito

. Diarreia

. Pancreatite

. Desidratação

. Tontura

Se acontecer, leve ao veterinário. O animal vai precisar ser internado para tentar se recuperar.

Por G1

Instituto Juvino Barreto lança campanha para arrecadar doações.


Instituição filantrópica cuida de idosos na cidade de Natal.

30 de MARÇO 2018 - Em 2018, o Instituto Juvino Barreto completa 76 anos de história em favor dos idosos do Rio Grande do Norte. Uma campanha foi criada para ajudar a instituição através da venda de camisetas e a realização de uma feijoada no mês de abril. Atualmente, 54 idosos residem na casa, mantida por doações, e recebem cuidados e tratamento humanizado.

A programação comemorativa terá dois momentos: no dia 15 de abril será realizada uma feijoada, a partir das 12h, com apresentação de artistas locais e a participação dos idosos da instituição. As senhas custam R$ 20 e também já podem ser adquiridas. No dia 11 de Maio acontecerá a festa do Dia das Mães e lançamento da exposição Mães do Juvino 2018, com a aclamação da Rainha Melhor Idade do abrigo.

A camiseta da campanha em comemoração aos 76 anos de existência do abrigo está sendo vendida por R$ 20, com toda a renda revertida para manutenção do abrigo.

O Instituto Juvino Barreto é hoje o maior abrigo de idosos do Estado e fica na Avenida Alexandrino de Alencar, nº 908, bairro Vermelho, Natal. Contato: (84) 3322-7311 – (84) 99224-1174

Ana Paula Cardoso

Fonte: Jornal O Mossoroense.

Proteína extraída de planta pode agir contra vários tipos de câncer.


Árvore orelha-de-macaco, cujas sementes possuem 
proteína com ação contra câncer. 
(Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal 
de Campo Grande/Wikicommons/Stickpen)

30 de MARÇO 2018 - Estudos feitos por pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) apontam que uma proteína extraída da semente da árvore conhecida como orelha-de-macaco tem ação promissora contra pelo menos cinco tipos de câncer - gástrico, de próstata, melanoma (câncer de pele), colorretal e leucemia.

Testes "in vitro" e utilizando ratos indicaram que a proteína, batizada de EcTI devido à sua ação inibidora da enzima tripsina, bloqueou parcial ou totalmente a proliferação das células de vários tipos de câncer.

"Ela bloqueou os processos que fazem com que o tumor cresça e que faça metástase, ou seja, que migre para fazer outras invasões", afirma a professora de bioquímica da Unifesp Maria Luiza Vilela Oliva, coordenadora das pesquisas.

As informações foram apresentadas na última semana, durante a reunião anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental (Fesbe), em Caxambu, Minas Gerais. A atuação da proteína contra células do câncer de mama inicialmente é positiva e está sendo analisada, de acordo com a professora.

Melanoma

Ratos com um tipo de melanoma agressivo foram usados em experimentos com a EcTI, que inibiu o crescimento do câncer. "Alguns animais sequer chegaram a desenvolver o tumor. Em outros, [a proteína] inibiu 90%", afirma Maria Luiza.

Já estudos com células do câncer gástrico apontaram que a EcTI impediu a adesão a tecidos saudáveis e inibiu a formação de "protuberâncias" celulares relacionadas à metástase e migração cancerígena, as chamadas "invadopodias".

Durante os testes, também foi constatado que a proteína tem ação antitrombótica (agindo contra a formação de trombose) e anticoagulante. Um dos últimos estudos sobre a EcTI foi publicado no site da revista científica "PLoS One", em abril deste ano, e detalhou a estrutura da proteína.

À esquerda, fruto da planta; à direita, sementes de
onde a proteína é extraída. (Foto: Divulgação/Maria
Luiza Vilela Oliva)


Efeitos colaterais

Ainda precisam ser feitas pesquisas para entender a toxicidade e possíveis efeitos colaterais da EcTI, diz Maria Luiza. Ela, no entanto, ressalta que de início não foram identificadas reações adversas durante testes em ratos. "Até o momento, não vimos toxicidade, aplicamos 4 miligramas em ratos e não houve nenhuma morte", afirma.

Possíveis efeitos alérgicos da proteína também precisam ser analisados, mas até agora experiências mostraram que ela não deve causar alergia, disse a professora da Unifesp. Um dos próximos passos é também ver como a EcTI age em células do fígado humano.

O grupo de pesquisadores também está analisando "fragmentos" derivados da proteína, os chamados peptídeos, para entender como eles agem separadamente.

"Não se pode aplicar a proteína na veia de um ser humano", diz a cientista, ponderando que ainda são necessários muitos testes antes de viabilizar o uso em terapias contra o câncer em pessoas.

Um peptídeo, diz ela, é mais simples de ser usado em um tratamento, possivelmente por aplicação em via intravenosa. É provável que no futuro a proteína seja feita de forma "recombinante", utilizando bactérias manipuladas geneticamente para produzir a EcTI e assim eliminar a necessidade de extraí-la da planta, afirma a cientista.

Árvore

A orelha-de-macaco, conhecida também como tamboril ou timbaúva, é uma árvore encontrada principalmente nas regiões Centro-Oeste (no Mato Grosso do Sul) e Sul (Rio Grande do Sul), mas também ocorre em estados como Maranhão, Piauí e Pará, aponta um estudo do Instituto Florestal de São Paulo, ligado à Secretaria Estadual do Meio Ambiente.

A árvore alcança altura média de 20 a 30 metros e tronco de 80 a 160 centímetros de diâmetro, segundo o estudo. Sua madeira é leve e era utilizada por indígenas para fabricação de canoas - ela pode servir para produção de caixotes, miolo de portas, armação de móveis e outras finalidades.

Com o nome científico de Enterolobium contortisiliquum, a árvore "é indicada para o reflorestamento de áreas degradadas de preservação permanente, em plantios mistos, por apresentar crescimento rápido inicial", afirma o texto do Instituto Florestal.

O fruto da planta tem formato parecido com uma orelha, daí o nome popular. "Quando você abre o fruto, encontra as sementes. A gente retira dali o cotilédone e isola várias proteínas.

Uma delas [a EcTI] tem ação inibidora de protease", afirma a professora. A "protease", em questão, é a enzima tripsina. A sigla EcTI significa, em inglês, "Enterolobium contortisiliquum Inibidora de Tripsina".

Rafael Sampaio
Do G1, em Caxambu - o repórter viajou a convite da Fesbe

Lei que proíbe consumo de carambola faz 10 anos no interior de SP sem fiscalização


Cartaz exigido pela ‘lei da carambola’ afixado na 
Santa Casa de Jaú, um dos poucos locais que 
cumprem legislação 
(Foto: Sérgio Pais/G1)


30 de MARÇO 2018 - A Lei 4.152, também conhecida como “lei da carambola”, que entrou em vigor em 19 de março de 2008 em Jaú, no interior de São Paulo, completou 10 anos neste mês sem muita expressividade no município.

A medida foi elaborada pelo vereador José Mineiro de Camargo (PSB) com o objetivo de fazer um alerta aos perigos - em alguns casos mortais - do consumo da carambola por doentes renais.

Segundo nefrologistas, a carambola possui uma neurotoxina que não é filtrada pelos rins do doentes renais crônicos. Há casos em que o consumo da fruta pode levar a pessoa à morte.

A substância tóxica da carambola foi descoberta em 2013 por pesquisadores da USP de Ribeirão Preto e, conforme a pesquisa, além dos riscos para o doentes renais, o consumo excessivo da fruta pode fazer com que pessoas saudáveis desenvolvam problemas neurológicos.

Para os médicos nefrologistas, esse tipo de alerta proposto pela “lei da carambola” de Jaú é válido não só para evitar que doentes renais comam a fruta, mas principalmente porque há casos de pessoas que podem não saber que estão com problemas renais.

Sem fiscalização

O vereador que criou a lei e que, na legislatura atual, ocupou uma cadeira na Câmara Municipal de Jaú como suplente, terminou o mandato provisório na última segunda-feira (26) – o titular reassumiu o cargo – com um ato final na tentativa de fazer sua lei ser cumprida.

Camargo apresentou um requerimento cobrando do prefeito Rafael Agostini informações sobre o cumprimento da lei.


Vereador Zé Mineiro (PSB), criador da lei, conta que 
sofreu chacotas e foi chamado de "Zé da Carambola" 
(Foto: Angelo Boaventura/Câmara de Jaú/Divulgação)

O requerimento pergunta ao prefeito se há fiscalização específica para o caso e quantos estabelecimentos já foram multados. Em caso negativo, o documento questiona quando terá início a fiscalização da lei.

O G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Jaú questionando o requerimento do vereador, mas ninguém se manifestou até a publicação da reportagem.

O G1 percorreu alguns pontos da cidade em busca dos alertas que a lei exige e só encontrou um cartaz no hall de entrada da Santa Casa da cidade.

Cartaz é obrigatório

Segundo o texto da Lei nº 4.152, sancionada em 2008, hospitais, postos de saúde e ambulatórios de Jáu, sejam eles públicos ou privados, devem manter afixado em local visível um cartaz com o seguinte texto:

“Pacientes com insuficiência renal estão PROIBIDOS de comerem o fruto, ou o doce, ou ingerirem o suco da CARAMBOLA, seja qual for o grau da insuficiência, pois a fruta produz neurotoxina que concentra-se no sangue e atinge neurônios em concentração maior e provoca soluços, convulsões, podendo levar até a morte, portanto, NÃO COMAM.”

A legislação também cobra o cartaz em empresas alimentícias, como bares, lanchonetes, padarias, sorveterias, restaurantes, supermercados e quitandas.

O não cumprimento, segundo a lei, implicaria advertência e em multa no caso de reincidência no valor de R$ 900, relativa a 35 UFESPs, a unidade fiscal do estado.

Em 2009, a lei recebeu uma alteração que trocou o termo “proibido” do texto original, substituindo o trecho para: “Os paciente estão orientados a não comerem (...)”. A mudança, no entanto, manteve as exigências e penalidades originais.


Lei que proíbe o consumo de carambola completa 10 anos em Jaú (Foto: Reprodução/ TV TEM)
Chacotas e repercussão


O vereador Zé Mineiro admite que foi alvo de muitas chacotas por conta do caráter “peculiar” da lei. O político relata que chegou a ser chamado de “Zé da Carambola”, mas garante que não se importa e que já superou as gozações.

“Não conheço ninguém que tenha sido advertido aqui em Jaú, e eu sei que não tem fiscalização. Mas vou insistir para que ela seja cumprida, porque a questão da carambola não é brincadeira, mata mesmo”, diz o vereador.

Segundo a assessoria do político, vereadores de outras cidades já pediram cópia do projeto de lei, alegando intenção de adotar legislação semelhante.

A assessoria do vereador, porém, não soube informar quantos foram os pedidos nem se já há lei semelhante em outra cidade.

Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília

JAÚ

Por Sérgio Pais, G1 Bauru e Marília

Homem diagnosticado com 'pior caso' de supergonorreia do mundo acende alerta em médicos

A gonorreia é causada pela bacteria Neisseria 
(Foto: CNRI/SCIENCE PHOTO LIBRARY)
29 de MARÇO 2018 - A Organização Mundial da Saúde já havia alertado para a aparição de um perigoso tipo de gonorreia resistente a antibióticos. Agora, um grupo de médicos britânicos anunciou o caso "mais grave" já detectado no mundo dessa doença sexualmente transmissível.

O Serviço de Saúde do Reino Unido (NHS, na sigla em inglês) explicou que o paciente é um homem que vivia uma relação estável com uma parceira, mas se contagiou com a "superbactéria" no início do ano quando teve um caso com uma mulher no sudeste da Ásia.

Ao aplicar o tratamento tradicional contra a doença - uma combinação de azitromicina e ceftriaxona - os especialistas constataram que o homem não respondia aos antibióticos.

"Esta é a primeira vez que um paciente apresenta resistência a esses medicamentos e à maioria de outros antibióticos frequentemente usados", afirmou a médica Gwenda Hughes.

Até o momento não foram identificadas outras pessoas com infecções semelhantes, mas há uma investigação em curso do serviço de saúde britânico.

Funcionários de saúde estão tentando rastrear pessoas que tiveram relações sexuais com o paciente para conter a possível propagação da doença.

Testes realizados com o homem sugerem que apenas um tipo de antibiótico é capaz de curá-lo, mas ainda é preciso aguardar algumas semanas para verificar se o remédio realmente terá o efeito esperado.

Sexo oral e abandono do preservativo

Em julho do ano passado, um estudo da OMS revelou que o sexo oral estava produzindo uma perigosa forma de gonorreia, e o declínio no uso da camisinha está ajudando a espalhar a doença.

A entidade alertou que a gonorreia está atualmente muito mais difícil de tratar, porque a infecção sexualmente transmitida (IST) está rapidamente desenvolvendo resistência a antibióticos.

A gonorreia pode infectar os órgãos genitais, o reto e a garganta, mas a forma da doença que mais preocupa agentes de saúde é essa última.

Conforme a OMS, a gonorreia na garganta aumenta as chances de o micro-organismo desenvolver resistência a antibióticos, já que estes medicamentos são frequentemente administrados em menor dosagem para tratar infecções nesta área do corpo repleta de bactérias. Algumas dessas bactérias acabam desenvolvendo resistência às drogas.

O que é a gonorreia

A gonorreia é uma doença sexualmente transmissível causada pela bactéria Neisseria gonorrhoea. A infecção se espalha através do sexo desprotegido, tanto vaginal, quanto oral e anal.

Os sintomas podem incluir uma secreção verde ou amarela a partir dos órgãos sexuais, dor ao urinar e sangramentos esporádicos. Infecções não tratadas podem levar a infertilidade, doença inflamatória pélvica e podem ser transmitidas para o bebê durante a gravidez.

Entre os infectados, uma média de um a cada dez homens heterossexuais e de três em quatros mulheres e homens homossexuais não apresentam sintomas facilmente reconhecíveis.

Supergonorreia

Não é a primeira vez que um tipo de gonorreia resistente a medicamentos causa comoção na comunidade médica.

Também no Reino Unido, em 2015, foi detectado um tipo resistente à azitromicina. Mas os especialistas asseguram que o caso do homem internado atualmente é ainda "mais alarmante".

Olwen Williams, presidente da Associação Britânica para a Saúde Sexual, disse que a aparição desta nova "supergonorreia" é "muito preocupante" e mostra um "desenvolvimento significativo" da bactéria que causa a doença.

A OMS está cobrando que países monitorem a dispersão da gonorreia resistente e invistam em novas drogas.

"A situação é bastante sombria", comentou Manica Balasegaram, da Parceria Global de Pesquisa e Desenvolvimento de Antibióticos.

"Há apenas três drogas sendo produzidas e não há garantia de que alguma vá, de fato, funcionar".

E, segundo a OMS, serão necessárias vacinas para interromper a dispersão da gonorreia.

"Desde a introdução da penicilina, que garante uma cura rápida e confiável, a gonorreia desenvolveu resistência a todos os antibióticos", explicou Richard Stabler, da Escola de Londres de Higiene e Medicina Tropical.

"Nos últimos 15 anos, a terapia precisou ser trocada três vezes por conta do aumento das taxas de resistência no mundo. Estamos agora num ponto em que estamos usando as drogas como último recurso, mas há sinais preocupantes de falha no tratamento devido a cepas resistentes."

Por BBC

Acusado de decepar mãos da companheira no RS é condenado a mais de 17 anos de prisão por tentativa de homicídio


Jovem teve as mãos decepadas pelo ex-companheiro 
em São Leopoldo 
(Foto: Diego Vara/Agência RBS)

28 de MARÇO 2018 - Um homem acusado de tentar matar a companheira e de decepar as mãos dela durante uma discussão em São Leopoldo, no Vale do Sinos, interior do Rio Grande do Sul, em agosto de 2015, foi condenado a 17 anos e quatro meses de prisão em regime inicial fechado. A decisão foi tomada pelo Tribunal do Júri, em julgamento que durou mais de 10 horas, nesta terça-feira (27).

Os jurados consideraram Elton Jones Luz de Freitas culpado pela tentativa de matar sua ex-companheira. Ele respondeu por tentativa de homicídio triplamente qualificado, ao tentar matar sua ex-namorada Gisela Santos de Oliveira com diversos golpes de facão, o que resultou na amputação das mãos e do pé direito dela.

O julgamento foi presidido pelo juiz José Antônio Prates Piccoli. O réu está preso, e conforme determinação da Justiça ele não poderá apelar em liberdade.

Relembre o caso

Conforme a denúncia encaminhada pelo Ministério Público (MP), após discutir com Gisele e inconformado com o fim da relação, o agressor a trancou no quarto e tentou matá-la. Além das facadas no rosto, no couro cabeludo e nos membros inferiores, o réu ainda lesionou os braços direito e esquerdo da ex-companheira, assim como o pé direito, que tiveram que ser amputados.

Ainda de acordo com o MP, durante a tentativa de execução, o réu dizia: "Morra, sua desgraçada". O crime foi considerado triplamente qualificado, por ter sido cometido por meio cruel, ter tido o recurso que impossibilitou a defesa da vítima, além do emprego de violência doméstica e familiar.

Ela precisou se fingir de morta para sobreviver, e foi socorrida por vizinhos, que chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) assim que viram seu estado. Gisele foi encaminhada para atendimento médico e cirúrgico de urgência no Hospital Centenário, inclusive com internação na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), o que evitou a morte.


Gisele ficou quase sete anos com o homem que tentou lhe 
mata (Foto: Arquivo Pessoal)

Por G1 RS

Carro do governador do RN é roubado em cidade da Grande Natal


Carro do governador do RN foi roubado em 
Monte Alegre 
(Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

28 de MARÇO 2018 - Bandidos roubaram um carro de propriedade particular do governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria na noite desta terça-feira (27), em Monte Alegre, cidade da Grande Natal. Segundo a Polícia Militar, o chefe do Poder Executivo do estado não estava no veículo na hora do crime.

De acordo com a PM, quatro bandidos armados invadiram um residência onde o motorista tinha ido deixar um dos funcionários do governador. Os criminosos fizeram um arrastão na casa e depois levaram o veículo.

Policiais do pelotão de Monte Alegre e de várias cidades da região Agreste foram mobilizados para tentar recuperar o carro. O rastreador apontava que a caminhonete estava perto de uma lagoa na zona rural do município.

O Governo do Rio Grande do Norte emitiu uma nota. Disse que, por questões de segurança institucional, não vai se pronunciar até que sejam esclarecidas as circunstâncias do roubo do carro do governador.

MONTE ALEGRE  NATAL  RIO GRANDE DO NORTE


Por G1 RN

Prefeitura entrega peixes aos beneficiários do Programa Bolsa Família.


27 de MARÇO 2018 - A Prefeitura de Martins, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, realizará nesta quarta-feira, 28 de março, a entrega de peixe para as famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família.
O responsável Familiar deverá comparecer à Fabrica de Polpas no bairro Cruz de Almas, em frente a Vila Feliz no horário de 7 às 12 horas, portando documento oficial com foto e o cartão do Bolsa Família.
Desde o início do primeiro mandato, o Governo do Povo realiza a distribuição do alimento para as famílias de baixa renda do município. Para a prefeita Olga a ação é de grande importância, uma vez que tradicionalmente nesse período, grande parte das pessoas substitui o consumo de carne pelo de peixe.

Fonte: Martins do POVO.

Sobrevivente do Holocausto morre esfaqueada e queimada na França; procurador suspeita de ataque antissemita

Mireille Knoll, sobrevivente do holocausto de 85 anos, 
foi encontrada morta em seu apartamento 
em Paris; procurador suspeita de ataque antissemita 
(Foto: Reprodução/Facebook/ Noa Goldfarb)
26 de MARÇO 2018 - O Ministério Público da França abriu nesta segunda-feira (26) um inquérito policial para investigar a morte de uma sobrevivente do Holocausto de 85 anos que foi encontrada morta em seu apartamento em Paris na última sexta. A procuradoria de Paris está tratando a morte como um ataque antissemita, informa a agência de notícias France Presse. Sua neta acusou um vizinho muçulmano como o autor do crime.

O corpo parcialmente carbonizado de Mireille Knoll foi encontrado em seu apartamento no 11º arrondissement de Paris. Segundo o jornal “Le Parisien”, Knoll foi esfaqueada e encontrada pela polícia e os bombeiros enquanto seu apartamento estava em chamas. Uma fonte disse ao jornal acreditar que seus assassinos colocaram fogo no local para apagar os vestígios do crime.

O procurador exigiu a detenção provisória de dois suspeitos: um vizinho da vítima e outra pessoa suspeita de cumplicidade. Ainda de acordo com o “Le Parisien”, o vizinho tinha o histórico de condenação por agressão sexual contra uma jovem que é filha da enfermeira de Knoll.

A octogenária, que morava sozinha em seu apartamento, sofria do mal de Parkinson, se movia com dificuldade e tinha ajuda de uma enfermeira, diz o periódico francês.


Imagem desta segunda-feira (26) mostra prédio 
do 11º arrondisement de Paris em que sobrevivente 
do Holocausto foi encontrada morta 
(Foto: Thomas Samson / AFP)

O filho de Knoll afirmou ao jornal “Times of Israel” que um dos suspeitos detidos era um visitante regular de sua mãe e que era “tratado como um filho”. “Estamos em choque. Não entendo como alguém poderia matar uma mulher que não tem dinheiro e que mora em um complexo de habitação social”, disse o filho, Daniel, ao jornal.

Sua neta, Noa Goldfarb, disse em um post no Facebook que o suspeito é muçulmano: “Minha avó foi esfaqueada até a morte 11 vezes por um vizinho muçulmano que ela conhecia bem, que fez questão de atear fogo em sua casa e nos deixar sem nenhum objeto, carta, fotografia para nos lembrar dela. Tudo o que temos são nossas lágrimas e uns aos outros”, escreveu.

Durante a 2ª Guerra Mundial, Knoll conseguiu escapar do nazismo em uma fuga em massa de judeus da capital francesa.

A notícia de sua morta causou grande comoção na comunidade judaica. Uma marcha será realizada em apoio à sua memória na próxima quarta-feira, data prevista para ocorrer seu enterro.

FRANÇA  PARIS

Por G1

Três pessoas da mesma família morrem em acidente de transito na BR 405 em Pau dos Ferros


26 de MARÇO 2018 - O acidente do tipo colisão traseira terminou com a morte do casal Francisco Paulino Junior, de 31 anos de idade, da esposa dele, Elianai de Melo Bandeira de 21, e Francisco Paulino Neto, de apenas 02 anos de idade filho do casal.

O acidente aconteceu por volta de 18h30min de ontem, 25 de março, na comunidade de Cachimbo Aceso, no Km 143 da BR 405 no município de Pau dos Ferros.

Segundo informações, com registro na Delegacia de Plantão em Pau dos Ferros, as vitimas trafegavam de motocicleta, saindo da Fazenda Santa Luzia, de propriedade de familiares, em direção a cidade de Pau dos Ferros, onde estavam residindo, há pouco tempo e quando entraram na Br 405, foram colhidas por trás por uma caminhonete que trafegava no mesmo sentido.

Marido e mulher foram arrastados por mais de 50 metros, arremessados pra fora da pista e morreram no local. A criança foi socorrida, mas já chegou morta no Hospital Regional de Pau dos Ferros.

Testemunhas e familiares das vitimas informaram na Delegacia, que o acusado conhecido apenas como “Sueldo do Posto” dirigia seu veiculo em alta velocidade e que o mesmo teria passado o dia bebendo, no “Forró dos Velhos”, na cidade de São Francisco do Oeste. Sueldo fugiu do local logo após o acidente.

Amigos das vitimas lamentam a fatalidade, pois a família teria vindo da cidade de Brasiléia no estado Acre, para Pau dos Ferros, onde Junior estaria cursando Direito, numa faculdade que segundo informações pertence a seus familiares.

A policia militar de Pau dos Ferros realizou buscas durante a noite de ontem, mais não conseguiu localizar o acusado. As causas do acidente e a culpabilidade do acusado serão investigadas pela equipe do Delegado Inácio Rodrigues.


Fonte: O Câmera.

Pastor evangélico é suspeito de estuprar sete crianças menores de 12 anos na Zona Sul do Recife.


Departamento de Polícia da criança e do Adolescente 
(DPCA) fica na Zona Oeste do Recife 
(Foto: Reprodução/Google Street View)

26 de MARÇO 2018 - Um pastor evangélico é suspeito de ter estuprado ao menos sete crianças, todas menores de 12 anos, no bairro do Ibura, na Zona Sul do Recife.

De acordo com a Polícia Civil, o homem, que não teve o nome divulgado, é pastor de uma Igreja Petencostal e foi alvo de denúncias feitas pelos familiares das vítimas no Departamento de Polícia da Criança e Adolescente (DPCA), no bairro da Madalena, na Zona Oeste da capital pernambucana.

Ainda segundo a polícia, sete ocorrências foram formalizadas, no DPCA, contra o mesmo pastor. Todas as crianças que foram vítimas do homem participavam da mesma instituição religiosa que ele. O homem, segundo a polícia, ainda não foi preso.

O caso está sob o comando do delegado Ademir Soares, que solicitou exames periciais para subsidiar as investigações e dar base ao inquérito policial. Em nota, a Polícia Civil informou que vai se pronunciar sobre o caso na conclusão do inquérito.

Outros casos de violência semelhantes a este podem ser denunciados por meio do Disque 100.

PERNAMBUCO  RECIFE

Por G1 PE

Convite Audiência Pública:


26 de MARÇO 2018 - O Deputado Carlos Augusto Maia é propositor da audiência pública que acontece nesta terça-feira (27), às 14h, na Assembleia Legislativa, com o objetivo de discutir a situação de policiais militares potiguares que foram desligados da Corporação sem o devido processo administrativo. De acordo com o parlamentar, os agentes foram expulsos sem que fosse instaurado Processo Administrativo Disciplinar, fato este, segundo ele, corroborado por documentação expedida pela própria Policia Militar (PM).

O deputado argumenta que, à época, foram atribuídos aos agentes “crimes que estes jamais cometeram”, incorrendo assim em posterior exclusão da Corporação sem o regular processo administrativo. “São atos que, em muito, se assemelham àqueles praticados nas ditaduras que imperaram no país”, compara ele.

Carlos Augusto ressalta que situação parecida ocorreu em outros estados brasileiros, com causa favorável às vítimas, a partir da instituição de Lei de Anistia, “por se tratar de ilegalidade que, sob hipótese alguma, merece ser convalidada por decisão administrativa, tampouco por alegação de prescrição, conforme argumenta hoje o Executivo Estadual”, analisa o deputado.

Como presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e da Cidadania na Casa Legislativa, o parlamentar entende que o debate irá contribuir para a atuação da comissão em torno do assunto. “Diante de tais fatos, as vítimas vêm buscando, ao longo de quase trinta anos, a correção de tamanha injustiça, já tendo apresentado inúmeros requerimentos administrativos, os quais são sistematicamente negados pelo Poder Executivo”, destaca Carlos Augusto.

#UmaNovaHistoria #MaisCidadaniaPraVoce #CarlosAugusto#RioGrandeDoNorte

Bebê de dois meses agredido pelo pai tem morte cerebral em Salvador.


Bebê foi transferido para HGE, após dar entrada no 
Hospital Eládio Lasserre 
(Foto: Ramon Ferraz/Tv Bahia)

24 de MARÇO 2018 - O bebê de dois meses agredido pelo pai na noite de quinta-feira (22), no bairro de Águas Claras, em Salvador, teve morte cerebral na sexta-feira (23). A informação foi confirmada ao G1 pela Polícia Militar neste sábado (24).

A vítima foi socorrida pelo agressor, Edvaldo Rodrigues de Brito, 24 anos, para o Hospital Eládio Lasserre ainda na quinta. De acordo com a assessoria da unidade, a criança foi transferida para o Hospital Geral do Estado (HGE) no final da tarde de sexta.

O G1 entrou em contato com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), mas foi informado que a secretaria não fornece o estado de saúde e informações de pacientes internados na rede de assistência estadual.

Caso

Edvaldo acabou preso em flagrante por tentativa de homicídio, ao dar entrada com o bebê no Hospital Eládio Lasserre, em Cajazeiras. Lá, ele apresentou versões contraditórias para o estado de saúde da criança, e acabou detido.

O homem foi levado para a Central de Flagrantes, onde confessou o crime. Ele disse à polícia ter cometido a agressão por se incomodar com o choro da criança e ainda alegou que tentou matá-lo por estar desempregado.

Edvaldo permanece detido e aguarda audiência de custódia, que vai definir se ele será encaminhado para o presídio ou se vai responder à acusação em liberdade.

SALVADOR

Por G1 BA

Única coronel da PM do RN, primeira reitora da UFRN e presidente de time de futebol: 'A mulher tem que participar de tudo'


Coronel Margarida Brandão, reitora Ângela Paiva e 
presidente do Baraúnas, Josirene Ribeiro 
(Foto: Rafael Barbosa/G1, Cícero Oliveira 
e Yhan Victor)

07 de MARÇO 2018 - Estudar, se formar, entrar para o mercado de trabalho, se especializar, alçar grandes vôos, se firmar em uma posição de destaque na sociedade da qual participa e criar condições para que outras mulheres consigam fazer a mesma coisa. A única coronel da Polícia Militar, a primeira mulher reitora da Universidade Federal do RN e a presidente de um time de futebol potiguar. Três caminhos que foram percorridos por três mulheres, unidos pelas dificuldades e barreiras impostas pelo preconceito. Margarida Brandão, Ângela Paiva e Josirene Ribeiro venceram a caminhada, mas até hoje lidam com os espinhos do percurso e a ofensa de uma dúvida à qual foram sujeitadas: "será que elas dão conta?". E deram! As três conversaram com o G1 e contaram um pouco de suas vidas e sobre como lidaram com o preconceito de gênero.

Apesar do empenho, as mulheres são minoria em cargos de comando das empresas. De acordo com pesquisa divulgada nesta quarta-feira (7) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2016, 37,8% dos cargos gerenciais no país eram ocupados por elas. Em 2015 esse percentual era de 39%.


Coronel Margarida Brandão, primeira mulher a ocupar 
o posto na PM do RN sendo oficial de carreira 
(Foto: Rafael Barbosa/G1)

Margarida Brandão, primeira mulher coronel da Polícia Militar do RN a ocupar o posto sendo oficial de carreira

“O que muito me orgulha é ter saído do primeiro posto, um posto muito nobre, que é o de soldado, e ter chegado no último posto da corporação, que é o de coronel full. Um universo totalmente masculino. Hoje temos 22 coronéis e eu sou a única mulher. Isso me deixa feliz em poder trabalhar, mostrar a força e a garra dessas mulheres que estão na PM. Represento cada uma delas”. As palavras são da coronel Margarida Brandão, única mulher coronel em atividade na Polícia Militar do Rio Grande do Norte.

Em 1990, aos 18 anos, ela realizou o sonho - mesmo a contragosto da família - de ingressar na Polícia Militar. Naquele ano, o Rio Grande do Norte abriu a primeira turma na PM para mulheres. Além de enfrentar os familiares para conseguir o direito de trabalhar com o que queria, Margarida e as colegas também precisaram lidar com a resistência dos policiais homens que já estavam na instituição. Logo na chegada, todas as mulheres que ingressaram na PM foram obrigadas a cortar o cabelo bem curtinho.

“Quando chegamos, a corporação não estava preparada para nos receber. Sequer tinha banheiro feminino nos quartéis da PM”, lembra. Segundo conta Margarida Brandão, principalmente no início, ela e as demais mulheres da PM sempre foram postas à prova.

“Temos que mostrar isso, que somos boas. Não só para a corporação, mas para a sociedade e também para a família. Porque muitas famílias eram contra. Era uma profissão de homem. Com o decorrer do tempo, com muitos desafios, muitos obstáculos, muitas lutas, hoje vemos aí mulheres, aqui no estado, assumindo cargos de comando de companhia. É preciso estar preparada psicologicamente, emocionalmente, fisicamente. Somos o tempo todo testadas”, relata.

De lá até aqui são 28 anos de profissão. Aos 47 anos de idade, coronel Margarida olha para trás com orgulho do que ela e as suas companheiras conseguiram nesse tempo de serviço ao Estado do Rio Grande do Norte, mas acredita que é preciso investir mais no policiamento feminino. "Há muito tempo que existe essa defasagem (de mulheres da PM). Hoje são em torno de 180 em todo o estado, mas muitas já saíram. É muito pouco pra demanda. A polícia precisa investir mais no policiamento feminino. Quer queira, quer não, o Estado é obrigado a incluir mais mulheres, não só na Polícia Militar, mas em todas as áreas operadoras de segurança pública”.​

Com relação ao presente e ao futuro, a coronel se mostra otimista. “Hoje eu acho que eles já entenderam que estamos aqui para contribuir”. Para ela, as mulheres que vão entrar, no próximo concurso da PM, encontrarão campo menos pedregoso dentro da corporação. Contudo avisa: “tem que ter espírito de luta”.


Ãngela Paiva, primeira mulher a ocupar o cargo de 
reitora da UFRN 
(Foto: Cícero Oliveira)

Ângela Paiva, primeira reitora da UFRN

"Nunca pensei que por ser mulher não poderia trabalhar, disputar, concorrer espaço com homens. Nunca tive essa dificuldade. Entretanto, é natural dessa sociedade patriarcal que se veja com preocupação, preconceito, ou outra coisa - um sentimento de dúvida - se essa pessoa que é mulher, principalmente em cargos mais elevados, vai dar certo". A afirmação é de Ângela Maria Paiva Cruz, atual reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e primeira mulher a ocupar o cargo nos 60 anos da instituição.

Nascida em um sítio da zona rural de Martins, no Oeste potiguar, Ângela diz que nunca se viu limitada de qualquer forma por ser mulher. Sonhou, buscou e conquistou o que quis. Incentivada pela família, saiu jovem de casa, como seus irmãos, para buscar uma educação melhor. Mudou-se para a capital, onde precisou trabalhar para se manter durante os estudos. Destaque na graduação em Matemática, se qualificou nas áreas de educação e filosofia lógica. Apesar disso, reconhece que enfrentou dúvidas e desconfianças, especialmente ao galgar cargos maiores.

"O seu perfil e sua história convencem as pessoas, de todo modo, em alguns momentos, a gente sente uma interrogação. Depois que o tempo passa e a gente analisa certas posturas, percebemos que é porque consideravam que era uma pessoa mais 'frágil' do que um homem. Não é explícito, mas existe isso", diz.

Este é o segundo mandato de Ângela e a instituição já conta com alguns legados deixados por ela. Entre eles, o crescimento: saiu de 3,3 mil matrículas anuais para cerca de 7 mil. Em área construída, a expansão foi de 60 mil metros quadrados. A federal potiguar foi uma das mais contempladas pelo programa de reestruturação e expansão das universidades brasileiras, o Reuni. Para isso, foi preciso prospectar bons projetos. A professora esteve à frente dos esforços locais.

A reitora considera que as mulheres sempre buscaram muito a qualificação, mais do que os homens. Apesar disso, enfrentam pressões como uma carga de trabalho e responsabilidade maior do que os homens, nas suas famílias. "Isso era maior no passado. Os homens dividiam pouco. hoje esse cenário está mudando", considera. Mas isso ainda afeta a atuação delas na pesquisa. Ângela ressalta que algumas pessoas defendem inclusive que em editais haja formas de facilitar acesso das mulheres. Argumenta, por exemplo, que é muito mais fácil para um homem sair do país para fazer uma pós-graduação, do que uma mulher com filhos. Mãe, ela sabe bem disso.

"Nas matrículas em graduação, temos historicamente um número mais ou menos igualitário de homens e mulheres. Quando olhamos para o doutoramentos, as mulheres têm mais escolaridade que os homens, mas nos resultados de pesquisa e publicações as mulheres estão em menor número, nosso tempo ainda tem a subtração de concentração que a gente dedica a outras tarefas", considera.

Apesar das lutas ainda enfrentadas, Ângela considera que as mulheres estão ocupando espaços na universidade e a administração feminina na reitoria é uma motivação para jovens estudantes e pesquisadoras lutarem por seus espaços. Outro legado que ela quer deixar.

"Elas estão chegando nos lugares onde elas querem. Às vezes, como nós somos educados nessa sociedade, é invevitável que a gente viva no dia-a-dia situações de violência, barreiras, inclusive dentro da universidade. Nossa universidade ser administrada por mulheres é como um 'case', algo emblemático e motivador. Não tenho vaidade, tenho muito trabalho, mas é importante mostrar para as jovens que não desistam de lutar pelos seus direitos, pelos seus espaços e pelo respeito pleno à mulher. É preciso luta, é preciso coragem", conclui.

Josirene Ribeiro, presidente do Baraúnas - time de futebol 
do RN (Foto: Yhan Victor)

Josirene Ribeiro, presidente do time de futebol do RN Baraúnas


Aos 63 anos, Josirene Ribeiro não lembra há quanto tempo começou sua história com a Associação Cultural Esporte Clube Baraúnas, ou simplesmente Baraúnas - tradicional time de futebol criado em 1960, em Mossoró, região Oeste potiguar. "Com certeza, são mais de 40 anos", lembra. É ali, em um ambiente frequentado principalmente pelos homens, que ela faz diferença como presidente reeleita do clube. Assumiu o cargo em 2015 e só deve sair em 2020.

"Eu diria às mulheres que elas devem participar do futebol. A mulher tem que participar de tudo. Tem gente diz que sou doida, mas hoje quem está mandando é a mulher. Não tenho nenhum problema com isso", diz ela que é a terceira mulher no cargo, em toda a história do clube.

Natural de Alexandria - município distante 177 km de Mossoró - ela conta que nunca tinha ido a um estádio de futebol. A paixão pelo Baraúnas surgiu em um clássico contra o Potiguar. Foi o primeiro jogo que assistiu ao chegar na segunda maior cidade do estado para morar.

Morando próximo à sede do clube, ela começou a se envolver com as atividades cotidianas, especialmente nas dificuldades enfrentadas pela equipe. Daí começou o envolvimento com a diretoria - uma relação também familiar. Entre os ex-presidentes do clube, o ex-marido, pai de seus dois filhos, e uma irmã.

Josirene acha "natural" que ainda haja certa desconfiança das mulheres, mas considera que elas podem provar muito.

"Eu até digo que vocês, homens, não têm a coragem que a mulher tem. Eu tive um câncer de mama e consegui fazer o tratamento trabalhando no Baraúnas. Não deixei de fazer tratamento, nem deixei de cumprir meu papel no clube", diz.

A presidente ainda lembra que existe preconceito em toda parte, mas ressalta que as mulheres já estão integrando o ambiente futebolístico e devem se envolver ainda mais nesse campo de atuação.

Por Igor Jácome e Rafael Barbosa, G1 RN

Banco do Brasil abre novo concurso público.


07 de MARÇO 2018 - Uma ótima notícia para quem estava aguardando ansiosamente pelo mais novo processo seletivo do Banco do Brasil. Saiu nesta quarta-feira (7/3) edital de seleção externa para escriturário da instituição financeira. São ao todo 60 oportunidades, sendo 30 de provimento imediato e 30 para cadastro reserva.
Os aprovados serão lotados em Brasília/DF, Rio de Janeiro/RJ e São Paulo/SP. O cargo exige nível médio de formação para receber mensalmente salário de R$ 2.718,73, correspondente ao trabalho de 30 horas semanais. A Fundação Cesgranrio é a banca organizadora da seleção.

O concurso será composto por provas objetivas e de redação. Serão 70 questões, sendo 20 de conhecimentos básicos (português, inglês, matemática, atualidades do mercado financeiro) e 50 de conhecimentos específicos (probabilidade e estatística, conhecimentos bancários e conhecimentos de informática).

Fonte: Blog do Robson Pires.

Cachorro espera há quatro meses na frente de hospital por dono que morreu.


Cão espera pelo dono há quatro meses na porta do hospital 
de Novo Horizonte 
(Foto: Cristine Sardella/Arquivo Pessoal)

06 de MARÇO 2018 - A história de fidelidade de um cachorro que espera há quatro meses pelo dono na frente da Santa Casa de Novo Horizonte (SP) tem impressionado funcionários e pacientes do hospital.

Principalmente porque o cão não irá reencontrar seu melhor amigo: um morador de rua vítima de homicídio em uma praça da cidade.

De acordo com o diretor financeiro da Santa Casa, Osvaldo Palota Sobrinho, o animal chegou ao local após o dono, de 59 anos, ser esfaqueado e socorrido.

“O homem foi transportado na ambulância e o cão veio junto, correndo atrás do veículo. A vítima não resistiu e o cachorro continuou aqui”, disse Osvaldo ao G1.

O cão não tem nome, entretanto, ganhou carinho, água e ração dos funcionários da Santa Casa. Durante toda a espera, nunca tentou entrar no hospital. “Ele é extremamente manso, dócil e quieto”, diz Osvaldo.

No entanto, o cachorro não fica apenas na entrada do hospital. Durante algumas horas do dia, ele sai para passear em busca de mais comida, porém sempre volta, segundo os funcionários.

O caso também comoveu a advogada Cristine Sardella, que esteve no local e usou as redes sociais para compartilhar o amor que o cão nutre pelo dono. Em entrevista ao G1, ela contou que o animal fica deitado em cima de um tapete bem na frente da recepção. "Ele fica olhando para dentro do hospital, dá impressão que espera o dono."
Postagem feita pela Cristine Sardella que foi ao hospital 
e se comoveu com a lealdade do cão 
(Foto: Reprodução/Facebook)

Após a postagem de Cristine, houve quem tentasse adotar o animal. A dona de um canil da cidade passou no local e o levou. Ele estava prestes a ganhar um novo lar, mas fugiu do canil e retornou ao hospital. “Inacreditável, mas ele percorreu uma distância de três quilômetros para voltar", conta Palota Sobrinho.


Cachorro retornou ao hospital após ser levado ao canil 
de Novo Horizonte 
(Foto: Osvaldo Palota/Arquivo Pessoal)

*Sob supervisão de Marcos Lavezo

NOVO HORIZONTE

Por Renato Pavarino*, G1 Rio Preto e Araçatuba

Com cinco filhos, mulher é ameaçada e assiste marido quebrar a casa toda em Natal.


Dentro da casa, restou pouca coisa inteira 
(Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi)

06 de MARÇO 2018 - A noite da segunda (5) e madrugada desta terça-feira (6) foram de medo para a dona de casa Geane Ferreira Félix, que mora numa casa humilde no bairro Bom Pastor, na Zona Oeste de Natal. Ao lado dos cinco filhos – de 4, 8, 11, 15 e 18 anos – ela viu o marido arrombar a porta e destruir tudo dentro de casa. Alguns móveis e colchões ainda foram incendiados. Ameaçados, nem ela nem os filhos tiveram coragem de fazer nada.


As camas e os colchões ainda foram incendiados 
(Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi)

Segundo a própria Geane, o marido estava drogado. E não foi a primeira vez. Ela conta que já apanhou do marido, com quem é casada há 15 anos, mas nunca procurou uma delegacia para denunciá-lo. “Ele sempre prometeu que não faria mais, que iria parar de usar drogas. Desta vez vai ser diferente. Vou na delegacia dar parte dele. Quero que ele seja preso”, afirmou.

Como não sobrou nada inteiro dentro de casa, Geane e os filhos amanheceram na casa de vizinhos.

Após quebrar tudo, o marido de Geane fugiu. A PM foi chamada e ainda fez buscas pela região, mas não o encontrou.

NATAL  RIO GRANDE DO NORTE

Por G1 RN

Perfis “fakes”: Como identificá-los e não cair em armadilhas?


06 de MARÇO 2018 - Recentemente, em uma live, eu conversei com o Daniel Scott. Ele é professor e palestrante e o nosso assunto foi perfis fakes nas redes sociais, especialmente no LinkedIn. Confesso que inicialmente eu não dei a devida atenção a este assunto.

A conduta da maioria das pessoas é não prestar muita atenção ao tema, pois elas pensam que isso não afeta suas vidas. Trata-se de um engano, pois há gente sendo lesada por conta deste tipo de perfil.

O fato é que o Daniel mencionou alguns casos surpreendentes, dentre eles o de um perfil fake descoberto recentemente que tinha aproximadamente setenta mil seguidores. O detalhe é que este perfil já estava ativo há dois anos. A pessoa se identificava como funcionária do RH de uma grande empresa, mas uma simples checagem mostrou que isso não era verdade.

Agora você pode estar se perguntando o motivo de uma pessoa fazer isso. Ela acorda um dia e pensa: vou criar um perfil fake no LinkedIn para ver no que dá. Acredito que os mais desocupados até podem ter este pensamento, mas a maioria dos fakes tem um objetivo bem definido: ganhar dinheiro explorando o número de seguidores que se tem. Por exemplo, o administrador da conta pode fazer posts pagos, promovendo um produto ou pessoa. Outra forma de obter lucro é divulgando um link externo. Por exemplo, é possível divulgar uma vaga e anexar o link para uma página fora da rede social. Ali poderá ser solicitado o preenchimento de um cadastro para concorrer àquela oportunidade. Assim, as informações ficarão armazenadas e poderão ser vendidas à outras empresas.

Fonte: Blog do Robson Pires.

João Dias (RN): Vereador usa Posto de Saúde como depósito.


Imagem ilustrativa - Ideias e Fatos.

06 de MARÇO 2018 - A Promotora Ana Jovina de Oliveira Câmara, da Comarca de Alexandria, decidiu instaurar PROCEDIMENTO PREPARATÓRIO, para investigar o não funcionamento do Posto de Saúde da Vila Rosário, que está sendoutilizado como depósito de ração animal pelo vereador Sandoval Xavier.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Interior do RN é beneficiado pela Assembleia Legislativa com reforço de 24 UTIs Móveis.


06 de MARÇO 2018 - O usuário do Sistema Único de Saúde no Rio Grande do Norte foi beneficiado nesta terça-feira (6) com aporte da Assembleia Legislativa de equipamentos para ampliar o alcance do atendimento móvel de urgência e emergência, através do repasse de 24 ambulâncias do tipo UTI’s para hospitais regionais e cidades pólo do Estado.

“Investimento em ambulância é investimento em saúde, sendo, portanto, uma forma de salvar vidas. A Assembleia Legislativa sabe da necessidade de hospitais e municípios terem equipamentos como esses, que a Assembleia está de forma inédita viabilizando. São UTIs capazes de realizar prontamente o atendimento de pacientes que sofreram traumas, podendo ser transportados com os primeiros atendimentos médicos para centros de tratamento mais especializados. O ato de hoje reflete a alegria da Assembleia em poder contribuir para melhor qualidade de vida do norte-rio-grandense”, destacou o presidente da Casa, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).

A contribuição do Poder Legislativo com o reforço de mais 24 ambulâncias para a Saúde do Estado segue a orientação da atual Mesa Diretora em se comprometer com a resolutividade de questões que estão na pauta do cotidiano do potiguar. Anteriormente, em dezembro, 61 ambulâncias de menor porte já tinham sido viabilizadas para municípios de todas as regiões do Rio Grande do Norte, contribuição reconhecida por quem vive diariamente a superação da crise na saúde pública.

“É uma demonstração de que a saúde precisa de integração entre os poderes. A carência de equipamentos, as dificuldades que enfrentamos diariamente só podem ser vencidas assim. E isso não é só em nosso Estado. Deveria ser um exemplo nacional. Ao repassar as ambulâncias para os hospitais regionais, a Assembleia Legislativa vem somar ao esforço que o Estado vem fazendo para melhorias do setor”, enfatizou a secretária adjunta de Saúde do Estado, Hélida Bezerra.

Secretários de saúde municipais, diretores de hospitais regionais, vereadores e prefeitos que participaram da solenidade de entrega dos veículos destacaram as repercussões locais do reforço na saúde. Para a diretora do Hospital Regional de Caicó, Luciana Kadidjta, o equipamento destinado à região alcançada pela unidade hospitalar provocará melhoria significativa no atendimento.

“Não tínhamos uma ambulância do tipo UTI em nossa região. Com a entrega de hoje, o atendimento de urgência e emergência melhorará significativamente. Estamos falando de um hospital que atende 25 municípios e uma população estimada em 300 mil pessoas”, explicou a diretora do Hospital Regional de Caicó.

Fonte: Blog do Robson Pires.

‘Batiam para educar’, diz avó de criança morta ao ser supostamente espancada pelos pais em Itapetininga.


Casal é preso suspeito de matar filha de 5 anos em 
Itapetininga 
(Foto: Reprodução/Facebook)

05 de MARÇO 2018 -  "Um dia fui à casa deles e o pai estava batendo nela durante o banho. Falei para pararem, mas me disseram: ‘tem que educar’. Ele estava batendo nela com cinto.”

A cena é relatada por Irene de Jesus, avó materna da menina de cinco anos morta ao ser espancada supostamente pelos pais, na sexta-feira (2), em Itapetininga (SP).

Segundo informações da Polícia Civil, Débora Rolim da Silva, de 24 anos, e Phelipe Douglas Alves, de 25 anos, foram presos neste sábado (3) suspeitos de matarem a filha, Emanuelly Aghata da Silva, de 5 anos.

A avó diz que após presenciar as cenas de agressão tentou cuidar da criança, mas não conseguiu. Ela não chegou a dar entrada no pedido para conseguir a guarda da menina no Conselho Tutelar.

“Às vezes via marcas roxas nela [criança] e ela [Débora] dizia que a menina tinha caído, mas sempre suspeitei que fosse mentira. Até tentei pegar ela para criar, mas não consegui”, lamenta.



Avó materna diz que já viu cenas de agressão da neta 
de 5 anos, morta pelos pais em Itapetininga 
(Foto: Reprodução/TV TEM)

De acordo com o avô, Rubens da Silva, a menina era constantemente agredida pelo pai.

“A sensação que tenho agora é de revolta. Desde quando você vai bater em uma criança desse jeito? Imagina o que ele fez com ela para acontecer isso”, conta emocionado o avô.

Prisão preventiva

Neste sábado (3), a Justiça decretou em audiência de custódia a prisão preventiva dos pais até o dia do julgamento, que ainda não tem data marcada.

Segundo a Polícia Civil, a mulher foi encaminhada à penitenciária em Votorantim e o homem foi levado para o presídio II em Itapetininga. Os dois já tinham passagens na polícia por suspeita de agressão e uso de drogas.

A polícia disse que objetos e aparelhos pessoais como celulares foram apreendidos e encaminhados para a perícia.


Pai da menina foi encaminhado à Penitenciária II 
de Itapetininga 
(Foto: Reprodução/TV TEM)

Crime

O crime aconteceu na noite de sexta-feira (2), na casa onde o casal morava com outros dois filhos no Centro de Itapetininga.

Segundo a Polícia Civil, os pais acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) durante a noite e disseram que a filha estava convulsionando, depois de uma queda.

A criança foi levada ao pronto-socorro da cidade em estado grave. A equipe médica verificou que a menina estava com diversos hematomas pelo corpo e chamaram a polícia.

Segundo a polícia, ao questionar os pais, eles alegaram que a criança costumava se machucar e, que neste dia, também havia caído da cama, o que teria provocado a convulsão.

Os médicos, no entanto, disseram à polícia que as lesões não condizem com a versão dos pais, de que ela se autolesionava. Diante disso, os pais foram encaminhados para a delegacia e, em seguida, presos, depois da audiência de custódia.

A mãe tem outros dois filhos, uma menina de 9 anos e um menino de 4. De acordo com o Conselho Tutelar, a menina foi entregue ao pai biológico e o menino, que também é filho do Phelipe, foi levado a um abrigo de Itapetininga (SP).


Crime ocorreu na casa onde moravam no Centro 
de Itapetininga 
(Foto: Reprodução/TV TEM)

ITAPETININGA


Por G1 Itapetininga e Região

MÉDICO POTIGUAR É PRESO SUSPEITO DE ESTUPRAR PACIENTES EM UPA NO RECIFE.


03 de MARÇO 2018 - O médico suspeito de estuprar pacientes em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no Recife, foi preso pela Polícia Civil nesta sexta-feira (2). Segundo os investigadores, foram registradas mais de sete denúncias contra ele nos últimos dias. Uma jovem de 18 anos foi a primeira vítima a procurar a polícia, no dia 21 de fevereiro.
O suspeito foi identificado como Kid Nelio Souza de Melo, de 35 anos. Ele prestou depoimento na sede do Departamento de Polícia da Mulher (DPMul), no Bairro do Recife, na região central da capital, onde detalhou como os crimes eram cometidos durante o depoimento às delegadas. Com um mandado de prisão, o médico saiu do local por volta das 16h50 para o Centro de Observação e Triagem ProfessorEveraldo Luna (Cotel), em Abreu e Lima.
Na consulta ao site do Conselho Regional de Medicina em Pernambuco (Cremepe), é possível ver que o médico transferiu o registro profissional do Rio Grande do Norte para Pernambuco e tem como especialidades traumatologia e ortopedia.
Chefe da Polícia Civil, Joselito do Amaral já havia dito, em entrevista nesta semana, que eram "grandes as possibilidades" de o médico ser considerado um criminoso em série, dado o número de denúncias que estavam chegando às autoridades.

Médico prestou depoimento na sede do Departamento 
de Polícia da Mulher, no Bairro do Recife 
(Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

Entenda o caso

A primeira vítima declarou, em depoimento, ter sido molestada pelo médico no dia 21 de fevereiro. A direção da UPA afastou o suspeito das atividades na unidade e afirmou que iria "tomar todas as medidas cabíveis".
A jovem havia mencionado que foi atendida por um médico traumatologista e que o crime ocorreu quando ela voltou ao consultório em que foi atendida para mostrar um exame de raio-X. Segundo a delegada da Mulher, Gleide Ângelo, a vítima estava muito nervosa quando chegou à delegacia e não conseguia falar com detalhes o que aconteceu. Assim que ela relatou o estupro, foi direcionada aos exames.
Na quinta-feira (22), a polícia divulgou que estava investigando a existência de uma possível segunda vítima. As investigações sobre o caso correm sob sigilo, com a chefia da delegada Ana Elisa Sobreira, que afirmou ter feito as ouvidas das vítimas. Dias depois, o chefe da Polícia Civil informou que chegavam a cinco as denúncias.
O Conselho Regional de Medicina em Pernambuco (Cremepe) abriu sindicância para apurar a conduta do profissional.

Texto/G1

Fonte: PASSANDO NA HORA.

Acidente de 2 vitimas fatais em Martins RN


Martins RN 177 - Primeiras Curva próximo a entrada 
do Sitio Porção.

Neste sábado dia 03 de Março uma tragédia com duas vítimas fatais, 2 motocicletas colidiram na RN 117 que liga a cidade de Martins a Serrinha dos Pintos. O sinistro aconteceu por volta do meio no Sitio Gruta.
As vítimas estão no local aguardando a equipe do ITEP.

DAQUI A POUCO MAIS INFORMAÇÕES.

Fonte: Martins News.

GABRIEL MAIA IRÁ CANTAR NA TERRA DE ATAULFO ALVES.



Amanhã, 03 de Março/2018, o sambista Gabriel Maia irá cantar em Miraí-Minas Gerais. A cidade é berço de um dos maiores sambistas da história, estamos falando de Ataulfo Alves. Gabriel Maia irá se apresentar no salão nobre do hotel Camapuã, no lançamento da Revista Miraí, dirigida por Milton Miranda. A Revista, trás ao grande publico miraiense e brasileiro, fotos históricas do município, com uma grande riqueza de detalhes. A revista custa 15,00 reais.

Por: Henrique Souto/Jornalista.

Aguardem a reportagem.

Pastor desaparecido simulou sequestro e pediu resgate em bitcoin, diz polícia.


Pastor desaparecido em São José dos Campos 
(Foto: Arquivo Pessoal )

02 de MARÇO 2018 - Após quatro dias desaparecido, um pastor evangélico da Assembleia de Deus Missão, de São José dos Campos (SP), se apresentou à delegacia no fim da tarde desta quinta-feira (1º) e, segundo a polícia, confessou que simulou um sequestro. Ainda segundo a polícia, ele pediu resgate de três bitcoins para a família - cada um está cotado em cerca de R$ 35 mil, nesta quinta. O valor não foi pago.

Ele estava desaparecido desde a última segunda-feira (26), quando foi visto pela última vez no bairro Vista Verde, na zona leste da cidade, onde se encontrou com outro pastor.

De acordo com a Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Alexandre Geraldo dos Anjos, conhecido como Sandro, de 34 anos, foi até a delegacia de Igaratá e contou que tinha sido sequestrado no início da semana, mas que tinha conseguido fugir do cativeiro.

Os policiais encaminharam o homem para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de São José e, em depoimento, ele teria confessado que o sequestro era falso.

"Nós recebemos uma denúncia ontem informando que o pastor tinha almoçado em um restaurante em Jacareí. Fomos até lá e pegamos a filmagem e vimos que ele estava tranquilo. Então, quando ele começou a contar a história do sequestro, já desconfiamos e ao pressioná-lo, ele revelou a mentira", contou o delegado Neimar Camargo.

Ainda segundo o delegado, o pastor relatou que estava com dívidas e precisava de dinheiro para quitá-las. "Ele tinha pedido o pagamento de três bitcoins, mas como já desconfiávamos, a família não tinha pago", explicou o delegado. O pastor teria comprado um chip de celular de um número de São Paulo e enviado mensagem para um amigo pedindo que ele entrasse em contato com a família pedindo o resgate. Esse amigo não sabia que se tratava de um golpe.

Após ser ouvido, o pastor foi liberado. Ele deverá ser indiciado por estelionato - por criar uma fraude para conseguir dinheiro. O G1 procurou a família do pastor, que informou que ele tinha chegado em casa e não teve tempo de conversar para explicar o que houve. A reportagem tentou novos contatos de parentes dele, mas ninguém mais atendeu as ligações na noite desta quinta.

IGARATÁ  JACAREÍ  SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

Por G1 Vale do Paraíba e Região

Justiça de SP manda soltar homem que foi condenado injustamente por abusar sexualmente dos filhos.


Atercino foi condenado injustamente por abusar 
sexualmente dos filhos 
(Foto: Reprodução/TV Globo)

02 de MARÇO 2018 - Após quase um ano preso injustamente, o vendedor Atercino Ferreira de Lima Filho, de 51 anos, será solto nesta sexta-feira (2). Ele foi condenado a 27 anos de prisão por abusar sexualmente dos filhos quando eles tinham 8 e 6 anos.

A condenação foi fundamentada nos depoimentos dos filhos, que contaram ser obrigadas a mentir sobre os abusos para prejudicar o pai, que estava separado da mãe. Atercino está preso na Penitenciária José Parada Neto, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Atercino e a mulher se separaram em 2002 e os filhos Andrey e Aline ficaram sob a guarda da mãe, que foi morar na casa de uma amiga. Lá, os irmãos contam que sofriam maus tratos e fugiram de casa. Eles moraram em orfanato e quando saíram procuraram pelo pai e começaram uma batalha para provar a inocência dele.

Em 2012, Andrey registrou em cartório uma escritura de declaração em que afirmava que nunca havia sofrido abusos por parte do pai. "Eu, quando criança, era ameaçado e agredido para mentir sobre abusos sexuais."


Filho conta que era obrigado a mentir para prejudicar 
o pai (Foto: Reprodução/TV Globo)

Um projeto que começou nos Estados Unidos, Innocence Project, que tem a missão de tirar da cadeia pessoas que foram presas injustamente, ajudou a família. As advogadas pediram a revisão do processo e, nesta quinta-feira (1º), o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) decidiu por unanimidade que o vendedor é inocente.

Dora Cavalcati, diretora do Innocence Project, explica que os laudos da época da denúncia foram negativos para violência sexual. "Uma psicóloga forense atestou, depois de conversar longamente tanto com o Andrey quanto com a Aline, que eles não tinham nenhuma sequela de violência paterna por condutas de abuso sexual. [Atestou] que, ao contrário, eles foram crianças que cresceram em meio aos maus tratos infringidos pela mãe e pela companheira da mãe."

Aline está ansiosa pela soltura do pai (Foto: Reprodução/TV Globo)

"Saber que muita gente apoia a nossa causa e que muita gente também passa por esse tipo de situação é o que nos motivou a continuar", disse Aline.

Atercino já foi avisado sobre a absolvição e que sua soltura acontece nesta sexta-feira e os filhos estão ansiosos. "Vai ser uma felicidade inenarrável. A gente está esperando há tanto tempo e finalmente dar um abraço no nosso pai", comemora Andrey.



Andrey comemora soltura do pai (Foto: Reprodução/TV Globo)

GUARULHOS  SÃO PAULO

Por Janaína Lepri, Bom Dia SP

Agentes penitenciários flagram colchão ‘temperado’ com maconha em presídio do RN


02 de MARÇO 2018 - Um casal foi pego tentando entregar um colchão “temperado” com 160 gramas de maconha. O caso aconteceu no Complexo Penal de Pau dos Ferros, na região Oeste do RN, nessa quinta-feira (1).

A dupla levou o colchão para um detento que chegou no início de fevereiro. Contudo, os agentes penitenciários desconfiaram da entrega e localizaram a maconha ao abrirem a espuma. O casal foi levado para a Delegacia de Polícia da cidade.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Fique de olho na sua urina. Você pode estar morrendo.


02 de MARÇO 2018 - Cientistas acreditam que substância presente na urina é capaz de mostrar a idade biológica, alertando para riscos de doenças e até prevenindo a morte.

Sua urina pode falar muito sobre você. Mais até do que você pensa. Recentemente, cientistas chineses descobriram que um teste de urina simples pode medir o envelhecimento do corpo humano, revelando a idade biológica no lugar da cronológica, e até quanto tempo de vida ainda resta.

O achado, publicados na revista Frontiers in Aging Neuroscience, envolve uma determinada substância, conhecida como 8-oxoGsn, que indica danos celulares, e que aumenta na urina à medida do envelhecimento de cada um.

Ao determinar a idade biológica das pessoas, que pode variar de organismo para organismo mesmo que elas tenham a mesma idade cronológica, será possível avaliar o risco que cada um tem de sofrer doenças relacionadas ao envelhecimento e até prevenir a morte prematura.

“O 8-oxoGsin urinário pode refletir a condição real de nossos corpos melhor do que a nossa idade cronológica e pode nos ajudar a prever o risco de idade doenças “, reforçou o autor do estudo, Dr. Jian-Ping Cai, do Centro Nacional de Gerontologia da China.

A técnica eficiente de análise de urina utilizada pelos cientistas, que avaliou as amostras de até 10 indivíduos em uma hora, pode ser útil em estudos futuros que investigam a ligação entre 8-oxoGsn e envelhecimento biológico.

Marcador de envelhecimento
Estudos anteriores já haviam mostrado que os níveis de 8-oxoGsn aumentam na urina dos animais à medida que eles envelhecem. Portanto, os pesquisadores decidiram analisar amostras de urina de 1.228 residentes chineses, com idade entre dois e 90 anos.

“Encontramos um aumento no 8-oxoGsn urinário em participantes com idade igual ou superior a 21 anos. Podemos concluir que a substância é um promissor marcador de envelhecimento”, afirmou Dr. Cai.

Os resultados sugerem que os níveis de 8-oxoGsn foram aproximadamente os mesmos entre os homens e as mulheres que participaram do estudo, exceto nas mulheres pós-menopausa, que demonstraram níveis mais elevados.

Idade biológica

Os pesquisadores chineses partiram do princípio de que o envelhecimento normal é como uma doença, em que as células acumulam danos com o tempo.

A taxa de dano celular, porém, pode variar de pessoa para pessoa independente da idade cronológica, pois depende de fatores genéticos, ambientais e estilo de vida.

Por isso, o melhor jeito de medir os danos celulares é por meio da idade biológica, que pode ser medida pelo 8-oxoGsn.

Envelhecimento não é sinônimo de doença

Alguns críticos argumentam, no entanto, que o envelhecimento por si só não pode ser considerado um indicativo com precisão do aparecimento de doenças. Eles acrescentam que o estudo não investigou uma ligação entre 8-oxoGsn e condições associadas aos idosos, como o Parkinson.

“O artigo mostra que é possível detectar 8-oxoGsn na urina humana e seu aumento se correlaciona com o aumento de idade. No entanto, o envelhecimento não é uma doença, e sim um fator de risco para doenças relacionadas com a idade, da mesma forma que o tabagismo é para câncer de pulmão”, avaliou a professora de envelhecimento musculoesquelético na Universidade de Sheffield Ilaria Bellantuono, que não estava envolvida no estudo.

Para ela, a pesquisa não é suficiente para dizer se a substância pode ser usada como um marcador para prever a ocorrência de doenças.

“Por exemplo, este artigo não mostra se este marcador está presente em níveis mais elevados em pessoas afetadas por doenças como osteoporose, diabetes ou Parkinson”, completou Bellantuono.

DNA CENTER


Fonte: Blog do Robson Pires.

Publicidade

Publicidade
Ligue - 84991663869