Congelamento de gastos pode colocar SUS em risco.


30 de JUNHO de 2016 - Uma PEC enviada pelo presidente interino Michel Temer (PMDB) ao Congresso pode congelar os gastos públicos por 20 anos, colocando em risco investimentos da ordem de R$ 12,7 bilhões no Sistema Único de Saúde (SUS) nos próximos dois anos, segundo interpretação do senador Humberto Costa (PT).

“Essa PEC vem destruir com várias das nossas conquistas sociais e também fazer o desmonte do SUS, que é um patrimônio público. Se ela tivesse em vigor nos últimos dez anos, teríamos perdido 32% de recursos para a área da saúde, sem contar com uma redução de 70% na área da educação”, explicou o senador.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Pré-candidatos não poderão apresentar programas de rádio e TV a partir de hoje.


30 de JUNHO de 2016 - A partir desta quinta-feira (30), as emissoras de rádio e televisão não poderão transmitir programas que sejam apresentados ou comentados por pré-candidatos às eleições municipais deste ano. A data está prevista no calendário eleitoral, aprovado por uma resolução do Tribunal Superior Eleitoral.

Caso a regra seja descumprida e o pré-candidato seja escolhido na convenção do partido para concorrer às eleições, a emissora e o candidato poderão ser penalizados. Segundo o calendário eleitoral, as penalidades estão previstas em leis.

O texto diz que, a partir desta data, é “vedado às emissoras de rádio e de televisão transmitir programa apresentado ou comentado por pré-candidato, sob pena, no caso de sua escolha na convenção partidária, de imposição da multa prevista no parágrafo 2º do Artigo 45 da Lei nº 9.504/1997 e de cancelamento do registro da candidatura do beneficiário (Lei nº 9.504/1997, Artigo 45, parágrafo 1º)”.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Agricultor mata ‘chupacabra’ que aterrorizava moradores.


30 de JUNHO de 2016 - Você acredita em chupacabra? Não? O agricultor de Ruskin (Ucrânia) afirma ter matado um exemplar dessa criatura que estava aterrorizando a região da ex-república soviética. Os moradores se diziam aterrorizados por uma criatura responsável pela morte de galinhas e outros pequenos animais.

Valeriy Dopiryak, chefe do Laboratório Regional de Medicina Veterinária, periciou o animal, mas não conseguiu identificar de qual espécie se trata. “Parece uma raposa africana, mas os dentes, o pescoço, as orelhas e as patas são muito longas. Não podemos identificar a espécie do animal”, declarou ela.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Pesquisa: depressão atinge 10,2% dos brasileiros desempregados.


30 de JUNHO de 2016 - Estudo que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou hoje (30) indica que, em 2013, 10,2% dos brasileiros com 18 anos ou mais que estavam fora do mercado de trabalho (um em cada dez) sofriam de algum tipo de depressão, de um total de 61,8 milhões de pessoas que não trabalhavam, nem procuravam emprego – em um universo de 93 milhões de empregados.

Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional de Saúde 2015 – Indicadores de Saúde e Mercado de Trabalho. O levantamento contabilizava, na época, a existência de cerca de 160 milhões de pessoas integrando a População em Idade Ativa (PIA) do país, em um universo de 200,6 milhões de pessoas, segundo o Censo 2010.

Quando se analisa os brasileiros em idade ativa desocupados (5,7 milhões fora do mercado de trabalho, mas procurando emprego) em 2013, o percentual cai para 7,5%. Já entre as pessoas fora do mercado de trabalho (que não trabalhavam, nem procuravam emprego, embora em idade ativa), o total passa a 7,6%, o equivalente a 11,2 milhões. O percentual menor de trabalhadores com depressão foi verificado entre a população ocupada: 6,2%.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Morre em Natal ex-prefeita de Messias Targino, Socorro Targino.


A cidade de Messias Targino está em luto. Faleceu em Natal, nesta quinta-feira (30), a ex-prefeita Maria do Socorro Ferreira Targino, de 69 anos. Ela é mãe da ex-secretária estadual de Trabalho, Habitação e Assistência Social, Shirley Targino.

Dona Socorro vinha lutando contra um câncer, mas acabou não resistindo. O corpo da ex-prefeita será sepultamento nesta sexta-feira (1º), às 8h, na cidade de Messias Targino.

Fonte: Blog do Robson Pires.


Maria do Socorro Ferreira Targino, foi prefeita de Messias Targino de 15/11/1976 a 31/01/1977
e teve como vice, Antonio Dantas Diniz. 

Suspeito de tentar estuprar menina de 11 anos é linchado e morto a facadas.

Revoltados, moradores invadiram a casa do homem 
e o lincharam 
(Foto: Connecttv/Mapa dos Blogs)

30 de JUNHO de 2016 - Um homem de 41 anos foi linchado e morto a facadas na quarta-feira, 29 de junho, no município de Macaíba, acusado de tentar estuprar uma criança de 11 anos. Francisco Cipriano da Silva, foi flagrado pela mulher tentando abusar da menor na casa onde morava, na rua Projetada, no loteamento Bosque da Lucena. A mulher saiu pelas ruas gritando e, ao saber da ocorrência, moradores da região invadiram a residência e começaram a agressão.

Francisco Cipriano da Silva foi agredido com pancadas e a golpes de arma branca. Ele não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu antes da chegada do socorro médico.

A polícia esteve no local do linchamento e foi informada que Francisco Cipriano também já havia tentado estuprar duas enteadas.

Os moradores se recusaram a informar quem golpeou Francisco Cipriano com facadas. O caso será investigado pela Polícia Civil de Macaíba.

Ana Paula Cardoso

Fonte: Jornal O Mossoroense.

Brasil é o terceiro país com mais homicídios de crianças e adolescentes.

O número de vítimas negras é quase três vezes maior que 
o de brancas (Foto: Agência Brasil).

30 de JUNHO de 2016 - Por dia, 29 crianças e adolescentes são assassinadas no Brasil, de acordo com estudo da Faculdade Latino Americana de Ciências Sociais (Flacso) Brasil divulgado nesta quinta-feira, 30 de junho. O número coloca o país em terceiro lugar em homicídios de crianças e adolescentes em uma lista de 85 nações. O número de vítimas negras é quase três vezes maior que o de brancas.

Segundo o relatório Violência Letal Contra as Crianças e Adolescentes do Brasil, os homicídios são a principal causa do aumento drástico das mortes de crianças e adolescentes por causas externas. Os assassinatos representam cerca de 2,5% do total de mortes até os 11 anos e têm um crescimento acentuado na entrada da adolescência, aos 12 anos, quando causam 6,7% do total de mortes nessa faixa etária. Entre as mortes aos 14 anos, 25,1% são por homicídio, percentual que atinge 48,2% na análise dos óbitos aos 17 anos.

“Apesar do mito cordial e boa praça do Brasil, o país é extremamente violento”, diz o sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, coordenador do Programa de Estudos sobre Violência da Flacso Brasil, autor do levantamento. O estudo mostra que houve um aumento no número de homicídios desde 1980. Naquele ano, o número das mortes por acidente de transporte liderava as causas de mortes por fator externo de crianças e adolescentes, com 4.782 pessoas de até 19 anos. Esse número subiu para 5.262 em 2013. Já os homicídios, que somaram 1.825 casos em 1980 saltaram para 10.520 em 2013, um aumento de quase seis vezes. Em 34 anos, 207.438 crianças e adolescentes foram mortos no país, segundo o levantamento.

Para Waiselfisz, a organização social e econômica em grandes cidades favorece a violência. “A modernização crescente criou um sistema de agressividade, tanto no meio familiar, quanto nas outras relações. Esse desequilíbrio está sendo observado em várias partes do mundo e fica evidente com as migrações, com as economias desequilibradas. No Brasil, desde a década de 1980, houve uma metropolização acelerada e, junto com isso, houve a marginalização de setores da sociedade e aumento da violência”, diz.

Causas externas

Em 1980, as causas externas representavam 6,7% do total de mortes até 19 anos; em 2013, essa participação mais que quadruplicou, chegando a 29%, sendo 13,9% por homicídio, 6,9% por acidentes de transporte e 1% por suicídio. Enquanto isso, a taxa de mortalidade por causas naturais até os 19 anos de idade caiu de 387,1 óbitos por 100 mil, em 1980; para 83,4 em 2013, uma queda de 78,5%.

Entre as causas externas de morte, os acidentes de transporte são o segundo fator de óbito mais relevante na infância e adolescência. O Brasil está entre os 15 primeiros países em letalidade de crianças no trânsito se comparado ao conjunto de outros 87 países, com base em dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). A mortalidade de motociclistas é a principal causa de morte por acidentes de transporte nessa faixa etária, e aumentou 1.378,8% entre 1996 e 2013, passando de 113 para 1.671 por ano.

Segundo Waiselfisz, não se trata de meros acidentes, uma vez que as mortes têm como causas principais a má estrutura das estradas, a demora no socorro e as más condições dos hospitais para atender as vítimas. “O termo acidente remete a uma obra do acaso, mas se isso acontece a nível coletivo, não é acidente. Temos no Brasil estradas que são consideradas BRs da Morte, têm regiões que são mais propensas, há muitos acidentes em curvas”, diz.

Suicídios

O estudo traz ainda um dado preocupante em relação a suicídios de adolescentes, especialmente em comunidades indígenas. No país, a taxa de suicídio na faixa de 9 a 18 anos era de 1,9 em 100 mil em 2003 e passou para 2,1 em 100 mil em 2013. Por essa média, quase duas crianças e adolescentes se mataram no Brasil por dia em 2013.

Na comparação internacional com mais 89 países, o Brasil ocupa a 53ª posição no ranking de suicídios de crianças e adolescentes de 10 a 19 anos.

Entre os jovens indígenas, no entanto, a situação é mais grave. Em locais de amplo assentamento de comunidades indígenas, como São Gabriel da Cachoeira, Benjamin Constant e Tabatinga, no Amazonas, e Amambai e Dourados, no Mato Grosso do Sul, do total de suicídios indígenas, os de pessoas entre 10 a 19 anos representam entre 33,3%, em São Gabriel da Cachoeira, e 100%, em Tacuru (MS). “Uma verdadeira situação pandêmica de suicídios de jovens indígenas”, de acordo com o estudo da Flacso Brasil.

“Nossa luta como representante da liderança indígena em relação à saúde indígena é incansável”, diz a diretora da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro, Almerinda Ramos de Lima. “Em termos de políticas sociais, nossa condição é bem precária, alarmante. Não há perspectivas para os jovens, nem mesmo um programa de entretenimento”, critica. A diretora também cita o alcoolismo e as drogas com causas que levam os jovens indígenas à morte.

O estudo foi produzido a pedido do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente e da Secretaria de Direitos Humanos em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). O relatório foca nas causas externas de mortalidade no Brasil, mortalidade por acidentes de transporte, suicídios e homicídios, e tem como fonte o Sistema de Informações de Mortalidade, da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (MS). Em conjunto, as causas externas vitimaram 689.627 crianças e adolescentes entre 1980 e 2013.

Ana Paula Cardoso

Fonte: Agência Brasil.


Retirado do Jornal O Mossoroense.

Governo anuncia calendário de pagamento e antecipa 13º da educação.


29 de JUNHO de 2016 - O Governo do Estado começa a pagar o funcionalismo a partir da próxima terça-feira (5). Os servidores da Saúde e Educação terão o pagamento creditado na conta dia 5 de julho. Na quarta-feira (6) é a vez dos servidores da área de Segurança Pública. Os demais funcionários da Administração Direta e da Administração Indireta que dependem dos recursos do tesouro estadual receberão o pagamento na quinta-feira (7).

Os aposentados receberão os vencimentos em duas datas: os inativos da Saúde, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e da Administração Indireta terão o pagamento depositado na sexta-feira (8). Já os demais inativos da Administração Direta receberão no sábado (9), quando será encerrado o calendário de pagamento para os servidores. Dia 12, os pensionistas terão os pagamentos creditados em conta.

Apesar da maior crise econômica dos últimos 25 anos, o Governo também vai adiantar 40% do 13º salário da Educação, por possuir recursos vinculados ao Fundeb, além dos órgãos que detém receitas próprias.

Assecom-RN

Fonte: O Câmera.

Um em cada quatro brasileiros é hipertenso, mostra pesquisa.


29 de JUNHO de 2016 - O Ministério da Saúde divulgou hoje (29) que um em cada quatro brasileiros é diagnosticado com hipertensão. Apesar de ser considerado alto, o índice tem se mantido estável, de acordo com dados da pesquisa Vigitel 2015. No ano passado, a doença afetava 24,9% da população, sendo que, em 2014, esse percentual foi de 24,8%. A doença atinge mais as mulheres e o número de casos cresce conforme aumenta a idade da população.

A Vigitel é uma pesquisa feita nas capitais brasileiras por telefone; em 2015, 54 mil pessoas maiores de 18 anos foram entrevistadas. Entre as cidades pesquisadas, o Rio de Janeiro apresenta o maior número de hipertensos, com 30,6% da população, e Palmas (TO) tem o menor índice, com 15,7%.

De acordo com a pesquisa, grande parte dos brasileiros não acredita que consome muito sal. Apenas 14,9% da população consideram seu consumo de sal alto ou muito alto, entretanto mais de 70% consomem sódio em excesso. Segundo o Ministério da Saúde, o brasileiro consome uma média de 12 gramas de sódio todos os dias. O valor é quase o dobro do recomendado pela Organização Mundial da Saúde, de menos de 5 gramas por dia.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Após fraudes, PF vai investigar falhas no Ministério da Cultura.


29 de JUNHO de 2016 - Com base nos documentos recolhidos ontem pela Operação Boca Livre, a força-tarefa deve focar as investigações sobre a possível participação de servidores do Ministério da Cultura no esquema e nas empresas patrocinadoras. Segundo os investigadores, houve distorções como uma festa particular promovida como difusão da cultura indígena e o show fechado para 1 mil pessoas de uma orquestra sinfônica, que deveria ter sido pública.

De acordo com a força-tarefa, na maior parte deles nem sequer havia fiscalização do Ministério da Cultura. “O ministério não só propiciava as condições ideais para a aprovação desses projetos forjados como também exercia uma fiscalização pífia ou nenhuma de uma forma dolosa para que esses projetos plagiados, copiados, repetidos, não fossem identificados como tais”, afirmou a procuradora da República Karen Lousie Kahn.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Miss Brasil é encontrada morta.


29 de JUNHO de 2016 - A miss Brasil 2004, Fabiane Niclotti, 31, foi encontrada morta na casa onde morava, em um condomínio no Jardim Boa Vista, em Gramado, na serra gaúcha, na noite desta terça-feira (28).

Segundo a Polícia Civil, o irmão da modelo tentou falar com ela por telefone ao longo do dia. Como a jovem não atendia às ligações, ele chamou a polícia.

Por volta das 22h30, os policiais entraram na casa e encontraram Fabiane morta. A Polícia Civil informou que a casa não tinha sinais de arrombamento nem o corpo da miss apresentava ferimentos.

Por volta da 1h30 desta quarta-feira (29), a perícia ainda continuava no imóvel.


Folha

Fonte: Blog do Robson Pires.

Avó ‘esfaqueia’ neto e filha grávida e bebê morre.


29 de JUNHO de 2016 - O menino de 4 anos que foi esfaqueado pela avó recebeu alta do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto (SP) na tarde desta terça-feira (28), após três dias internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI). Ele ficará sob os cuidados do pai.

A mãe do garoto, a professora Lígia Poggi Pereira, de 30 anos,também foi esfaqueada pela mãe e não resistiu aos ferimentos. Lígia estava grávida de sete meses, foi submetida a uma cesárea, mas o bebê morreu.

Autora do crime, a professora de música Alda Poggi Pereira (na foto), de 59 anos, prestou depoimento pela primeira vez nesta terça-feira, dentro do hospital onde permanece internada e presaem Ribeirão. Ela estava sendo mantida sedada desde o crime, na manhã de sábado (25).

O conteúdo do relato não foi divulgado pela delegada Luciana Camargo Renesto Ruivo, que chefia a investigação, porque a Justiça decretou o sigilo do caso. O marido da suspeita e o genro, marido de Lígia, também prestaram depoimento à Polícia Civil.

Assim que for liberada do hospital, Alda deve ser encaminhada à cadeia de Cajuru (SP). O crime foi registrado como duplo homicídio qualificado – porque a filha e o bebê não resistiram – e ainda como tentativa de homicídio – no caso do neto.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Sancionada lei que permite entrada forçada em imóveis com focos de Aedes.


28 de JUNHO de 2016 - A lei que permite entrada forçada de agentes de saúde em imóveis suspeitos de terem focos do Aedes aegypti, mosquito transmissor de doenças como zika, dengue e chikungunya foi publicada hoje (28) no Diário Oficial da União. A origem da lei foi uma Medida Provisória publicada em janeiro pela presidenta afastada Dilma Rousseff, com o objetivo de definir as regras para o combate ao mosquito.

Entre os vetos do presidente interino, Michel Temer, está o que isentava de impostos produtos como repelentes, larvicidas e inseticidas usados para o combate ao Aedes. O artigo que previa incentivo fiscal do imposto devido por pessoas físicas e jurídicas que fizessem doações a projetos de combate ao mosquito também foi vetado.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Criança de 3 anos mata pai com tiro em Muitos Capões, no RS

Arma artesanal de calibre 22 foi apreendida pela polícia 
(Foto: Polícia Civil/Divulgação)


28 de JUNHO de 2016 - Um homem de cerca de 30 anos morreu vítima de hemorragia após ser atingido por um tiro no peito em sua própria casa na tarde de segunda-feira (27) no município de Muitos Capões, nos Campos de Cima da Serra. O autor do disparo teria sido o próprio filho de 3 anos, segundo a polícia.

"Ele foi encaminhado ao hospital com vida e, no caminho, relatou que a criança foi quem atirou em meio a uma brincadeira, e que achava que a arma estava descarregada no momento˜, afirmou o delegado regional de Vacaria, Carlos Alberto Defaveri.

Conforme o delegado, a vítima brincava com o filho usando a arma de fogo de forma costumeira. "O pai deu a arma para a criança, como sempre fazia, tratava a arma como se fosse um brinquedo", conta Defaveri.

A arma de calibre 22 foi encontrada e apreendida pela polícia. "Era uma arma artesanal, adaptada, ele não podia ter ela em casa, é ilegal˜, explicou o delegado.

Ainda segundo a polícia, a mãe do menino, que estava em casa na hora do ocorrido, compareceu à delegacia e prestou depoimento no mesmo dia. Ao longo da semana, os vizinhos também serão ouvidos e todos os depoimentos colhidos serão encaminhados à Justiça.

Do G1 RS

Motoristas deverão usar luz baixa durante o dia a partir de 8 de julho.


28 de JUNHO de 2016 - A partir de 8 julho, todos os motoristas em tráfego pelas rodovias brasileiras vão precisar manter a luz baixa acesa durante o dia. O descumprimento da norma será considerado infração média, e os condutores serão penalizados com multa de R$ 85,13 e a perda de 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Portaria do Ministério das Cidades, publicada nesta sexta-feira (24), criou os códigos de infração para penalização dos que descumprirem a lei 13.290, de 23 de maio de 2016. A iniciativa da mudança na legislação foi do Congresso Nacional e o DENATRAN entende que a obrigatoriedade propicia aumento da segurança nas rodovias, por melhorar o nível de visibilidade dos veículos em circulação.

Pesquisas constataram uma redução entre 5% e 10% das colisões frontais com a adoção da medida. Além disso, os estudos apontam que a maioria desse tipo de acidente é causada pela não percepção do outro veículo por parte do motorista em tempo hábil para reação, de modo que o uso de faróis reduz significativamente o número de colisões entre veículos durante o dia, especialmente as frontais.

O uso de faróis baixos ou de faróis de rodagem diurna (DRL) é suficiente para o cumprimento da lei e estão regulamentados pela Resolução CONTRAN nº 227/2007. Faróis de neblina, de milha ou faroletes não cumprem a função exigida pela lei.

Fonte: Jornal De Fato.

Arena das Dunas comemora renda recorde e quer mais jogos da Série A

arena
28 de JUNHO de 2016 - A Arena das Dunas comemorou no Fla-Flu de domingo a quebra do recorde de renda do estádio. A informação é destaque no GLOBO ESPORTE.COM. O valor divulgado foi de R$ 2.214.850,00, superando o R$ 1,6 milhão de Flamengo x Avaí pelo Brasileirão de 2015. No total, o clássico carioca recebeu 25.946 torcedores, apesar da chuva constante que caiu em Natal. O único setor que não teve a capacidade preenchida foi do lado do Fluminense. Em campo, o Tricolor levou a melhor e venceu por 2 a 1. Para o consórcio que administra o estádio, o balanço foi bastante positivo.

O público correspondeu às expectativas da gente. A Arena das Dunas teve um investimento muito alto para trazer um jogo desse calibre, mas as pessoas vieram, embora São Pedro tenha nos brindado com a chuva durante o dia, mas isso não deixou de abrilhantar a festa e para a gente foi muito positivo. Eu estou muito satisfeito. A gente conseguiu atingir o objetivo, que era trazer um grande espetáculo para cá – falou o diretor-presidente da Arena das Dunas, Mauro Araújo.

Segundo Mauro, “os planos estão de pé” para receber outros jogos da Série A deste ano. Ele ainda revelou que uma comissão da Confederação Brasileira de Futebol esteve na Arena das Dunas e aprovou a operação realizada para o clássico.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Tarifas de serviços postais ficam mais caras a partir de amanhã.

O reajuste já tinha sido definido pelo Ministério 
da Fazenda na semana passada.

27 de JUNHO de 2016 - A partir de amanhã (28), as tarifas de serviços postais nacionais e internacionais dos Correios terão um reajuste médio de 10,7%. A portaria do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações regulamentando os novos valores foi publicada hoje (27) no Diário Oficial da União.

Com o reajuste, o primeiro porte da carta não comercial terá seu valor corrigido de R$ 1,05 para R$ 1,15. No caso de telegrama nacional redigido pela internet, a tarifa passa de R$ 6,39 para R$ 7,07 por página. A tarifa da Carta Social, destinada aos beneficiários do programa Bolsa Família, permanece inalterada, em R$ 0,01.

O reajuste já tinha sido definido pelo Ministério da Fazenda na semana passada. Os serviços são reajustados todos os anos com base na recomposição dos custos repassados à estatal, como aumento dos preços dos combustíveis, contratos de aluguel, transportes, vigilância, limpeza e salários dos empregados. As novas tarifas não se aplicam ao segmento de encomendas e marketing direto.

Agência Brasil

Paulo César

Fonte: Jornal O Mossoroense.

Câmara discute controle de animais nas ruas e incentivos à adoção.

Representantes de entidades de defesa dos animais 
participam da audiência.


27 de JUNHO de 2016 - A Câmara Municipal de Mossoró (CMM) realiza na manhã desta segunda-feira, 27 de junho, audiência pública sobre o controle à reprodução de animais nas ruas da cidade. Entre as propostas debatidas está o projeto de lei proposto pelo vereador Genivan Vale (PDT) que visa incentivar a adoção de animais.

A proposta do vereador é de que o poder público possa conceder incentivos para as pessoas adotarem animais.

“Um projeto semelhante foi aprovado no município de Araquari, em Santa Catarina, inclusive solicitamos o parecer da procuradoria da Prefeitura de Araquari para nos guardar em caso da Câmara ou da Prefeitura de Mossoró querer vetar o projeto”, afirma Genivan Vale.

O projeto de Lei foi elaborado com a colaboração de representantes de entidades protetoras dos animais em Mossoró, como a coordenadora da Marcha Mossoroense de Defesa Animal, Suely Spinelli, a representante da Marcha Nacional de Defesa Animal, Cátia Carvalho, e a coordenadora do grupo mossoroense Cão Ternura, Jucilene Silva.

Outros encontros com entidades protetoras dos animais serão realizadas ao longo da tramitação do projeto na Câmara Municipal.

Ana Paula Cardoso

Fonte: Jornal O Mossoroense.

Humorista relata que foi agredido por causa de piada em show no ES

Tonho dos Couros relata agressão antes de show (Foto: Divulgação)



27 de JUNHO de 2016 - O humorista Rossini Macedo, que interpreta o Tonho dos Couros, foi agredido antes de uma apresentação na cidade e Montanha, no Norte do Espírito Santo, na noite deste sábado (25). Ele se apresentava em uma festa junina e levou um soco de um idoso de 73 anos que não gostou de uma piada feita pelo humorista em uma apresentação na cidade três anos antes.

Rossini deslocou a mandíbula e perfurou o tímpano esquerdo. Ele afirmou que preferiu não registrar a agressão na delegacia e garantiu que volta ao trabalho nesta segunda-feira (28).

"Capivara", Rossini soube depois, era o apelido de um senhor conhecido na cidade, que não estava presente no dia.Segundo o humorista, em 2013, pediram que ele fizesse piadas sobre capivara durante uma festa em Montanha.

Neste sábado, o filho do "Capivara" o levou até Rossini para apresentá-lo. Ao ver o humorista, ele o agrediu com soco na orelha esquerda.

"Tenho 19 anos de carreira e nunca vi isso acontecer. Todo mundo leva as piadas na boa", conta Rossini.

O show de humor aconteceu normalmente e Rossini foi atendido por uma equipe médica depois.


Natalia Bourguignon
Do G1 ES, com informações do Gazeta 
Online

Papa diz que Igreja deve pedir perdão a gays por tratamento no passado.

O Papa Francisco conversa com jornalistas no avião que o 
leva de volta da Armênia para o Vaticano neste domingo 
(26) (Foto: Tiziana Fabi/Pool photo via AP)

27 de JUNHO de 2016 - O Papa Francisco disse neste domingo (26) que os cristãos e a Igreja Católica Romana devem procurar o perdão de homossexuais pela forma como eles foram tratados.

Falando a jornalistas a bordo do avião que o levava da Armênia para Roma, ele também disse que a Igreja deve pedir perdão pela forma como tratou as mulheres, por fazer vista grossa ao trabalho infantil e pela “benção a tantas armas” no passado.

Na conversa espontânea de uma hora de duração, que se tornou uma marca registrada de suas viagens internacionais, Francisco foi questionado se concordava com os recentes comentários de um cardeal alemão de que a Igreja deveria pedir desculpas aos gays.

Francisco parecia triste quando questionado por um repórter se o pedido teria sido mais urgente devido à morte de 49 pessoas em uma boate gay em Orlando, na Flórida, neste mês.

Ele lembrou os ensinamentos da Igreja em que os homossexuais "não devem ser discriminados. Eles devem ser respeitados, acompanhados pastoralmente."

E acrescentou: "Acho que a Igreja não deve apenas pedir desculpas ... a uma pessoa gay a quem ofendeu, mas também deve pedir desculpas aos pobres, bem como às mulheres que foram exploradas, às crianças que foram exploradas por trabalho (forçado). Deve pedir desculpas por ter abençoado tantas armas ".

Da Reuters

Fonte: G1

Com leitura de livros, detentos do RN concorrem a prêmio nacional.


27 de JUNHO de 2016 - Detentos do Rio Grande do Norte estão concorrendo ao Prêmio Innovare 2016 – cujo objetivo é o reconhecimento e a disseminação de práticas transformadoras que se desenvolvem no interior do sistema de Justiça do país. Participam do projeto, denominado ‘Releitura – Remissão pela Leitura e Produção de texto na Execução Penal’, 56 presos do Complexo Penal Agrícola Dr. Mário Negócio, maior presídio de Mossoró. Para cada livro lido, o interno tem quatro dias diminuídos da pena que ele tem que cumprir. Porém, é preciso provar que entendeu o que leu. Ao final de cada leitura, o preso faz uma resenha contando a história.

Como funciona?

O preso inscrito no projeto tem prazo de 21 a 30 dias para ler uma obra, que pode ser literária, clássica, científica ou filosófica. Ao final, deve apresentar uma resenha sobre o livro escolhido. A comissão organizadora da unidade prisional, composta por pedagogos, avalia se o conteúdo está compatível com a obra e se não houve plágio. Em seguida, o resultado da avaliação é enviado ao juiz competente, responsável pela decisão final a respeito da remissão.

Alrivaneide Lourenço, diretora da penitenciária, acrescentou que o preso/leitor pode ler quantos livros quiser, mas o benefício só é concedido, no máximo, 12 vezes por ano. “Ou seja, pelo projeto, ele só pode ter reduzido 48 dias de prisão a cada ano”, explicou. Os livros obtidos pelo projeto chegam à penitenciária por meio de doações. Mais de 400 obras já foram arrecadadas desde setembro do ano passado.

G1/RN

Do Blog Robson Pires.

Metade dos brasileiros com diabetes não sabe que tem a doença.


26 de JUNHO de 2016 - No Dia Nacional de Combate ao Diabetes, especialistas alertam que metade dos cerca de 14 milhões de brasileiros que têm o diabetes não sabe que tem a doença. Segundo o endocrinologista João Salles, da Sociedade Brasileira de Diabetes, uma das dificuldades em identificar a doença é que ela não apresenta sintomas no início, como é o caso do tipo dois de diabetes. No estágio avançado, podem aparecer sinais como boca seca, vontade de urinar com frequência e perda de peso espontaneamente.

“Pessoas com mais de 40 anos, obesas, principalmente com a circunferência abdominal elevada, pessoas com pressão alta, altas taxas de triglicérides e com o HDL, o colesterol bom, baixo, devem ficar mais atentas pois estes são fatores de risco do diabetes tipo dois”, alertou Salles. Cegueira, insuficiência renal e amputação de membros inferiores são outras consequências.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Comissão da Câmara analisa situação de obras públicas paralisadas no Brasil.


24 de JUNHO de 2016 - A comissão externa da Câmara dos Deputados que acompanha as obras do governo federal custeadas com recursos do orçamento da União realiza audiência pública, na próxima terça-feira (28), para debater a situação das obras paralisadas e as possíveis medidas para evitar mais prejuízos.

A audiência, inicialmente prevista para quinta-feira passada, foi proposta pelo presidente da comissão externa, deputado Zé Silva (SD-MG). O parlamentar aponta que o contraste entre os processos do setor privado e do setor público impacta diretamente na infraestrutura do País, o que dificulta o crescimento econômico.

“Estamos reféns de uma burocracia, por vezes, mais voltada para criar dificuldades do que para servir o bem comum, ao mesmo tempo em que assistimos atônitos ao pragmatismo chinês concorrer para a forte expansão econômica experimentada por aquele país nos últimos 30 anos”, afirma o deputado.

Fonte: Blog do Robson Pires.

RN é o maior gerador de energia eólica do Brasil, aponta IBGE

RN é responsável por mais de 30% da energia eólica 
produzida no Brasil (Foto: Canindé Soares)


24 de JUNHO de 2016 - O Rio Grande do Norte é o maior produtor de energia eólica do Brasil. É o que aponta o estudo ‘Logística de Energia 2015 – Redes e fluxos do território’ do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com o estudo, o estado é responsável por mais de 30% da energia eólica produzida no país. O estudo também revela que o RN também é o maior produtor de petróleo de toda a região nordeste.

Segundo o IBGE, a região nordeste é responsável pela maior parte da produção eólica no país. O RN, com 31,3% é seguido pelo Ceará (23,4%) e o interior da Bahia (16,9%). Ainda de acordo com o estudo divulgado nesta quinta-feira (23), apesar de ter crescido 461% entre 2010 e 2014, a energia eólica representa apenas 2,1% da matriz energética brasileira.

Além de informações do IBGE, o estudo utilizou dados do Ministério de Minas e Energia,
da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Agência Nacional
de Águas (ANA), Operador Nacional do Sistema (ONS), Agência Nacional de Energia
Elétrica (ANEEL), da Associação Brasileira de Empresas Distribuidoras de Gás Natural
(ABEGÁS) e das Agências Reguladoras de Energia dos estados de São Paulo e Rio de
Janeiro.

Petróleo
O estudo também apresentou dados sobre a produção nacional de petróleo. O Rio Grande do Norte foi apontado como o maior produtor na região Nordeste e 4º maior produtor do Brasil, com 20.961,95 barris produzidos, o que representa 2,55% do total brasileiro. A produção potiguar de petróleo só fica atrás de Rio de Janeiro (68,44%), Espírito Santo (16,28%) e São Paulo (7,20%).

Além do destaque na produção geral, o Rio Grande do Norte também acumula os postos de 2º maior produtor de óleo combustível do país, atrás apenas da Bahia e possui o maior número de poços produtores de petróleo terrestres do Brasil, com 47,2% da média nacional.

Do G1 RN

Refrigerante ‘proibido’ nas escolas.


24 de JUNHO de 2016 - As principais empresas de refrigerantes – Coca-Cola Brasil, Ambev e PepsiCo Brasil – fecharam acordo para não vender refrigerantes nas cantinas das escolas para crianças de até 12 anos.

O colunista Anselmo Gois, do jornal O Globo, explica que as empresas dizem entender que as crianças, nesta faixa de idade, não têm maturidade suficiente para tomar decisões de consumo.

As empresas combinaram apenas irão comercializar apenas água mineral, suco 100% da fruta, água de coco e alguns lácteos. Segundo a publicação, os produtos que lançarem no futuro só entrarão na lista se seguirem “determinados critérios nutricionais”.

Anselmo Gois recorda que a proibição da venda de refrigerantes em escolas, é objeto de projetos no Congresso e nas assembleias estaduais, não apenas no Brasil como em vários países do mundo.

Fonte: Blog do Robson Pires.

'Abraçaço' visa apoiar ações da Liga de Combate ao Câncer.


24 de JUNHO de 2016 - Com um abraço simbólico à sede da Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer de Mossoró e Região (LMECC), será lançada neste sábado, 25, a campanha “Doar Dá Mais Cores à Sua Vida”. A iniciativa, intitulada “Abraçaço”, será às 8h30, na Rua Dona Isaura Rosado, Abolição III (zona oeste).

O ato reunirá representantes dos segmentos da sociedade, pacientes e apoiadores. O médico Geison Freire, coordenador do evento, diz que o “Abraçaço” visa despertar a sociedade para a campanha de doações, criada para arrecadar recursos para o funcionamento da LMECC e do Hospital da Solidariedade.

“Só com manutenção de máquinas e peças de reposição, a Liga gasta R$ 30 mil mensais”, diz Geison Freire, enfatizando a importância da adesão de toda a comunicação ao “Abraçaço” à LMECC.

Além dos custos com a manutenção, outra conta da Liga, segundo Geison Freire, diz respeito ao pagamento de um financiamento, junto a uma instituição de crédito sueca, contraído pela entidade para o pagamento de seus equipamentos. “Nesse caso, são mais R$ 50 mil por mês”, cita o médico-radioterapeuta.

De acordo com Geison Freire, a organização espera um grande engajamento na campanha. Além do apoio das instituições e das pessoas, a Liga de Combate ao Câncer espera pela ajuda dos entes públicos, como, por exemplo, Estado e as Prefeituras de Mossoró e da região (a instituição atende a pacientes de 62 cidades).

Todas as doações feitas durante a campanha vão ajudar no tratamento e no acompanhamento dos pacientes que lutam contra o câncer.

A Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC) mantém o Hospital da Solidariedade, que tem como missão o combate ao câncer, oferecendo uma assistência humanizada aliada à alta qualidade de seus profissionais e ao uso da mais moderna tecnologia na área.

O Hospital da Solidariedade é referência em serviços de radioterapia, além de prestar atendimento complementar, através de uma equipe multidisciplinar, que conta com psicólogo, fisioterapeuta, assistente social, entre outros profissionais da saúde.

Fonte: Jornal De Fato.

Câmara de Comércio zera por 3 meses imposto de importação de feijões preto e carioquinha.


24 de JUNHO de 2016 - Em reunião, ontem, presidida pelo ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, a Câmara de Comércio Exterior (Camex) zerou o Imposto de Importação para os feijões preto e carioquinha pelo período de três meses.

A medida foi assinada pelo ministro e será publicada amanhã no DOU. A tarifa para importação dos feijões de países fora do Mercosul até então era de 10%.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Promotor diz que conjunção carnal é ‘a melhor parte’ de estupro.


24 de JUNHO de 2016 - Um promotor do Ministério Público do Estado do Rio fez um comentário polêmico ao exemplificar um caso de estupro durante a prova de um candidato em um processo de seleção da instituição. Alexandre Joppert, promotor encarregado de entrevistar o candidato, decidiu descrever uma situação hipotética de estupro coletivo e se referiu ao responsável por forçar o ato sexual como aquele que “fica com a melhor parte, dependendo da vítima”.A Folha teve acesso à arguição de Joppert, gravada por um dos presentes no processo de seleção. Ao apresentar o caso de estupro coletivo que seria avaliado pelo candidato, o promotor disse: “Estupro praticado por cinco homens contra uma mulher. Mediante violência física e grave ameaça também. Um segura, o outro aponta a arma, o outro guarnece a porta da casa, o outro mantém a conjunção… fica com a melhor parte, dependendo da vítima, mantém a conjunção carnal, e o outro fica com o carro ligado para assegurar a fuga (…)”.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Estudo mostra que anticorpo da dengue é capaz de neutralizar zika.


24 de JUNHO de 2016 - Dois novos estudos sobre os vírus da zika e da dengue mostram que dois anticorpos específicos contra a dengue se mostraram capazes de, potencialmente, também neutralizar o zika, indicando a possibilidade de desenvolvimento de uma vacina capaz de proteger contra as duas doenças simultaneamente. Por outro lado, viu-se que muitos dos outros anticorpos gerados nas pessoas infectadas com dengue acabam, na verdade, favorecendo a replicação do zika.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Servidor público tem que se desincompatibilizar até 02 de julho.


23 de JUNHO de 2016 - Com a reforma eleitoral, mudou também o prazo de desincompatibilização do servidor público, seja ele municipal, estadual e federal. É necessário se desvincular das suas funções até o dia 02 de julho, portanto três meses antes do pleito eleitoral.

Para isso, o servidor entregará com requerimento junto ao seu órgão de origem, juntando a declaração do partido de que ele é pré-candidato a cargo eletivo. No caso dos comissionados, o afastamento já foi efetivado.

Em tempo: Eleito ou derrotado, no dia 03 de outubro esse servidor terá que retornar às suas funções.

Fonte: Blog do Robson Pires.

Aos 99 anos, idoso renova CNH e surpreende agentes do Poupatempo.



Wilson faz a renovação da CNH
dele
(Foto: Divulgação/Poupatempo)

23 de JUNHO de 2016 - Um idoso de 99 anos chamou a atenção dos funcionários do Poupatempo de Penápolis(SP) depois de ir até a unidade para renovar a carteira de habilitação. O atendimento foi realizado na terça-feira (14) e o aposentado Wilson Monteiro saiu de lá com a carteira renovada por mais três anos, até 2019.

Em entrevista ao G1 nesta quarta-feira (22), Wilson afirma que sempre costuma renovar a carteira de habilitação, mas que não costuma mais dirigir por causa da idade avançada. “Tenho carro, mas tenho poupado em andar de carro, tenho parentes na cidade e eles me levam porque já estou com 99 anos e não convém andar muito de carro. Renovei a carta porque se por acaso não tiver parente ou amigo que possa me levar, tenho carro na garagem e posso pegar caso precise em alguma urgência”, afirma o aposentado.

Wilson nasceu no dia 8 de maio de 1917 e disse que tem a carteira de habilitação há 80 anos. Ele afirma que sempre gostou de dirigir, mas sabe que agora a idade pode prejudicar na hora de pegar o volante. Ele foi aprovado nos exames feito para renovar a carteira. "Sempre quando saio e preciso de carro ou algum familiar ou vizinho me ajuda. Estou lúcido ainda, mas sei que como a idade passa, a agilidade no trânsito diminui. Só pego o carro quando é muito necessário e vou devagar", diz.

Fabiana afirma que o mais surpreendente neste caso foi a lucidez de Wilson na hora de confirmar os dados para atualizar a carteira de habilitação. “É uma pessoa muito esperta, sabia o endereço, o telefone dele de cabeça, chamou muito a atenção. Ele ainda fez questão de escrever na ficha de manifestação o agradecimento pelo atendimento”, diz Fabiana.Para a administradora do Poupatempo em Penápolis, Fabiana Trombeli de Almeida, o fato de uma pessoa com 99 anos ir renovar a carteira de habilitação é curioso, pois não acontece com muita frequência. “Já tivemos várias pessoas nessa idade ou próxima a renovar o RG, mas a carteira de habilitação é a primeira vez desde que inauguramos a unidade, em dezembro de 2014”, diz.

Wilson com a CNH na mão ao lado de funcionária 
do Poupatempo (Foto: Divulgação/Poupatempo)


Marcos Lavezo
Do G1 Rio Preto e Araçatuba

Vírus da zika provoca infecção ocular em adultos ligada a glaucoma, diz USP

Estudo da USP de Ribeirão Preto relaciona inflamação 
ocular ao zika vírus (Foto: Fábio Júnior/EPTV)



Pesquisadores da USP em Ribeirão Preto (SP) descobriram que o vírus da zika causa a uveíte, uma inflamação ocular grave em adultos associada a complicações como o glaucoma – lesão no nervo óptico que pode provocar cegueira - e a catarata.

A conclusão está em um estudo publicado este mês no periódico The New England Journal of Medicine. O grupo aponta que a doença não tem tratamento próprio, mas o uso de anti-inflamatórios se mostrou eficaz contra a evolução do quadro clínico.


“O principal achado é que agora a gente viu que, mesmo em um adulto, o zika vírus é capaz de atravessar as barreiras para chegar dentro do olho, o que não é uma coisa muito fácil”, explica João Marcello Fortes Furtado, professor do departamento de Oftalmologia, Otorrinolaringologia e Cirurgia da Cabeça e Pescoço da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP).

A manifestação do vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti em adultos até então só era relacionada a uma conjuntivite passageira, além de sintomas como febre, coceira e dores musculares.

Com 49,8 mil casos confirmados em todo o país este ano, segundo levantamento do Ministério da Saúde divulgado em 17 de junho, o vírus da zika também é associado à microcefalia em recém-nascidos – que em todo o território nacional chegam a 1.616 confirmações -, além da possibilidade de relação com a síndrome de Guillain-Barré.

Diante da proximidade da Olimpíada no Rio de Janeiro, a infestação tem repercutido em todo o mundo. A Organização Mundial de Saúde recomendou que mulheres grávidas estrangeiras não viajem ao Brasil durante a competição devido aos riscos de infecção.

Vírus da zika causa infecção ocular
O estudo começou com a avaliação de um paciente de 40 anos com histórico de infecção do zika que também havia apresentado vermelhidão e inflamação ocular - que em geral pode ser causada por vírus, bactérias e doenças autoimunes.

Na sequência, o material genético do vírus foi isolado, em um procedimento tido como inédito, a partir de amostras retiradas do humor aquoso, substância retirada de dentro do olho do paciente.

"O quadro clínico e epidemiológico associado ao isolamento desse material genético do zika confirma que a inflamação intraocular foi causada pelo vírus", afirma Furtado.

"a gente viu que, mesmo em um adulto, o zika vírus é capaz de atravessar as barreiras para chegar dentro do olho"
João Marcelo Furtado,
pesquisador da USP Ribeirão


Para o pesquisador, a descoberta agrega elementos de avaliação de pacientes em diferentes contextos. Diante de uma pessoa com suspeita de zika, o clínico geral deverá também levar em consideração sintomas na região dos olhos.

Por outro lado, um oftalmologista que atender um paciente com inflamação ocular deverá suspeitar de sua ligação com o zika vírus.

Uso de anti-inflamatório
Furtado explica que ainda não existe um medicamento específico para combater a inflamação causada pelo zika.

Entretanto, o uso de um medicamento a base de corticoide, padrão para uveítes, se mostrou eficaz contra o problema no paciente avaliado. "A gente usou um colírio anti-inflamatório que obteve sucesso no controle", afirma.

Material do vírus da zika foi encontrado em substância 
dentro de olho de paciente de 40 anos em Ribeirão Preto 
(Foto: Fábio Júnior/EPTV)


No caso em questão, o grupo registrou que, apesar de ter sido encontrado no olho direito, o vírus não foi localizado no lado esquerdo. "A possível explicação pra essa segunda amostra vir negativa é de que o próprio organismo deu conta de combater aquela infecção viral", diz.

Furtado alerta que a falta de tratamento pode causar consequências mais graves aos pacientes eventualmente infectados.

"Inflamações intraoculares persistentes podem levar a um aparecimento de catarata mais cedo do que o normal e também pode levar ao aumento da pressão do olho que pode também tardiamente levar o paciente ao glaucoma, potencialmente causador de danos mais graves."

O médico João Marcello Fortes Furtado, professor 
e pesquisador da USP de Ribeirão Preto 
(Foto: Fábio Júnior/EPTV)


Do G1 Ribeirão e Franca

Justiça condena pai a pagar R$ 50 mil a filho por 'abandono afetivo' no DF

Fachada do Tribunal de Justiça do Distrito Federal 
(Foto: TJDFT/Divulgação)



23 de JUNHO de 2016 - O Tribunal de Justiça do Distrito Federal mandou um pai pagar R$ 50 mil ao filho por “abandono afetivo”. De acordo com a ação, o homem nunca fez questão visitar o rapaz; marcava de encontrá-lo e não aparecia; telefonava bêbado e na companhia de “mulheres estranhas”; transferiu bens para não deixar herança ao garoto; e tratava de forma diferente os dois filhos que teve no atual casamento. A sentença foi mantida após recurso.

Para a juíza que analisou o caso em primeira instância, não há dúvidas de que o pai falhou com o rapaz e que a postura gerou danos. “Ele detalha as muitas vezes que esperou pelo pai e ele não apareceu; a sempre alegada falta de tempo; o fato de o pai achar ruim sua aproximação da família paterna e tantas outras desfeitas, como: nunca ligar no seu aniversário; nunca estarem juntos em datas festivas; nunca ter ido na casa do pai etc.”O filho afirma que, por causa da situação, desenvolveu doença pulmonar de fundo emocional e problemas de comportamento. O pai negou o abandono e disse que sempre esteve presente. Ele também afirmou que as visitas não eram feitas regularmente porque a mãe do menino impunha dificuldades e que a “instabilidade da ex” gerou situações desagradáveis com a atual mulher.

“Com efeito, independentemente de amar um filho, os pais são obrigados a cuidarem, a dar-lhes o necessário para sua criação e educação, até se tornarem maiores, salvo nos casos de perda do poder familiar. É de se distinguir, portanto, o dever de cuidar do dever de amar. Assim, não é a falta de amor ou a falta de afeto, como dito alhures, que gera o ato ilícito e o dever de indenizar, pois o amor e afeto não são e não podem ser impostos pelo ordenamento jurídico, por serem sentimentos. A conduta que pode ser caracterizada como ilícita e eventualmente ensejar o dever de indenizar é a falta do dever de cuidado, não qualquer um, mas aquele que decorre da legislação civil e que é imposto a todos os pais, como dever inerente ao poder familiar”, diz.

Do G1 DF

CAERN do RN poderá ser privatizada.


22 de JUNHO de 2016 - Uma das contrapartidas dos Estados na renegociação de suas dívidas com a União será a privatização de empresas estatais.

O governo do Estado do Rio de Janeiro, por exemplo, concordou em privatizar a Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae).

Goiás, por sua vez, aceitou vender a Celg, a distribuidora de energia do Estado.

É o caso de indagar: o RN concordará em vender a CAERN (Companhia de Águas e Esgotos do RN)?

O acordo de renegociação das dívidas dos Estados com a União prevê que os governos estaduais terão que restringir por 24 meses os aumentos salariais de servidores, como contrapartida à renegociação das dívidas.

Os reajustes ficarão limitados à revisão geral anual, prevista no artigo 37 da Constituição Federal, que costuma repor a inflação.

Por Ney Lopes
Fonte: Blog do Robson Pires.

Coca-Cola, Ambev e PepsiCo mudam política para refrigerante em escolas.

Empresas anunciam que deixarão de vender refrigerante à escolas para crianças de até 12 anos. (Foto: Suelen Gonçalves/G1 AM)


22 de JUNHO de 2016 - As gigantes de bebidas Coca-Cola Brasil, Ambev e PepsiCo Brasil anunciaram nesta quarta-feira (22), em comunicado conjunto, um acordo para mudar a política de venda de refrigerantes em escolas.

Segundo as empresas, a partir de agosto, as fabricantes deixarão de vender refrigerantes diretamente às cantinas de escolas "para crianças de até 12 anos (ou com maioria de crianças de até essa idade)".

Pelo acordo, elas passarão a vender "apenas água mineral, suco com 100% de fruta, água de coco e bebidas lácteas que atendam a critérios nutricionais específicos".


A diretora de Categorias da Coca-Cola Brasil, Andrea Mota, explicou, em entrevista, que as empresas envolvidas na ação não têm poder para fiscalizar as vendas dentro das escolas, mas que podem sugerir as mudanças por meio da campanha.No caso de grandes escolas, que contemplem crianças e adolescentes de diversas idades, o trabalho será feito pela conscientização do cantineiro e da diretoria - que determinam as regras internas.

Outra novidade, de acordo com a diretora, é que a Coca-Cola vai comercializar apenas latas em versão mini dos seus refrigerantes nas escolas, com 250 ml (100 ml a menos que a lata convencional). A medida será adotada para tentar reduzir o consumo mesmo entre os mais velhos.

Mota falou também que não foram feitos cálculos sobre o impacto financeiro da ação e que não tinha a estimativa de quantas escolas deixarão de receber os produtos. "Não temos esse estudo porque não foi uma decisão comercial", explicou.

A proibição da venda de refrigerantes em escola tem sido uma cobrança crescente e alvo de diversos projetos de lei pelo país em razão do aumento da preocupação com a obesidade infantil e da defesa de uma alimentação mais saudável.

A mudança da política de venda de refrigerantes em escolas será tema do programa Bem Estar desta quinta-feira (23).

Consumo e maturidade
No comunicado conjunto, as empresas reconhecem que "crianças abaixo de 12 anos ainda não têm maturidade suficiente para tomar decisões de consumo".

Desde março, a Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e de Bebidas não Alcoólicas (Abir) passou a recomendar às indústrias que suspendessem a propaganda de seus produtos voltados para crianças até 12 anos, "seguindo uma tendência mundial".

Com o mercado de refrigerantes em baixa – em 2015, a produção no país caiu 5,9% na comparação com o ano anterior – e sob a mira das campanhas contra a obesidade, o setor tem apostado na diversificação do portfólio para garantir a manutenção das receitas. Neste ano, no acumulado até maio, a produção de refrigerantes acumula queda de 3,68%, segundo dados da Abir.


Confira o comunicado conjunto divulgado pelas empresas:


"A obesidade é um problema complexo, causado por muitos fatores, e as empresas de bebidas reconhecem seu papel de ser parte da solução. A partir de agosto, a Coca-Cola Brasil, a Ambev e a PepsiCo Brasil vão ajustar o portfólio de bebidas vendidas diretamente às cantinas de escolas no país. A principal mudança é que as empresas venderão às escolas para crianças de até 12 anos (ou com maioria de crianças de até essa idade) apenas água mineral, suco com 100% de fruta, água de coco e bebidas lácteas que atendam a critérios nutricionais específicos.

O novo portfólio tem como referência diretrizes de associações internacionais de bebidas. Novos produtos lançados pelas empresas poderão ser incluídos, no futuro, seguindo essas referências.

No momento do recreio, os alunos têm acesso às cantinas escolares sem a orientação e a companhia de pais e responsáveis, e crianças abaixo de 12 anos ainda não têm maturidade suficiente para tomar decisões de consumo. Coca-Cola Brasil, Ambev e PepsiCo Brasil entendem que devem auxiliar os pais ou responsáveis a moldar um ambiente em escolas que facilite escolhas mais adequadas para crianças em idade escolar, assim como estimular a hidratação e a nutrição, contribuindo para uma alimentação mais equilibrada.

A escolha do portfólio no Brasil também foi baseada em conversas com especialistas em saúde pública, alimentação e nutrição, além de profissionais e instituições ligadas aos direitos das crianças. A política valerá para as cantinas que compram diretamente das fabricantes e de seus distribuidores. Em relação às demais, aquelas que se abastecem em outros pontos de venda (supermercados, redes de atacados e adegas, por exemplo), haverá uma ação de sensibilização desses comerciantes por meio da qual todos serão convidados a se unir à iniciativa.

As três companhias também estão trabalhando com a ABIR (Associação Brasileira da Indústria de Refrigerantes e Bebidas Não Alcoólicas) para que essas diretrizes de venda de bebidas a escolas sejam um compromisso de todo o setor."


Do G1, em São Paulo

Mulher tentou matar filha de três anos para reatar com ex-marido, diz polícia.

Mãe forçou criança a beber água sanitária e foi presa 
em Mongaguá 
(Foto: Guilherme Lucio da Rocha / G1)


22 de JUNHO de 2016 - A mulher suspeita de tentar matar a própria filha, de três anos, em Mongaguá, no litoral de São Paulo, cometeu o crime para reatar o relacionamento com o ex-marido. A Polícia Civil já pediu a prisão preventiva de Natália Lisboa Viana da Silva, de 20 anos, que segue detida à disposição da Justiça.

De acordo com a delegada titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) da cidade, Alessandra Aparecida Tiritan de Souza, a mãe da criança deu entrada no hospital na última segunda-feira (13), dizendo que a filha havia ingerido água sanitária por acidente.

Três dias depois, na noite de quinta-feira (16), Nathália acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), relatando que a filha tinha ingerido o líquido novamente, também de forma acidental.

"Na segunda internação por conta do mesmo acidente, o caso acabou chamando a atenção dos enfermeiros, que acionaram a Polícia Militar, que trouxe a ocorrência até à DDM e, de início, percebemos que a história não se encaixava", explica a delegada.

Durante a manhã de sexta-feira (17), a delegada foi até a residência onde teria acontecido o acidente, acompanhada de investigadores, representantes do Conselho Tutelar e de Nathália.

A delegada percebeu durante a visita que o balde onde a criança teria tido contato com água sanitária ficava sobre uma prateleira, numa altura que impossibilitava o acesso da criança.

Suspeita foi levada até o 2° Distrito 
Policial de São
Vicente (Foto: G1)


Troca de mensagens
Nesse momento, Alessandra passou a ouvir o depoimento de testemunhas do caso, para tentar entender o que havia acontecido. Dentre as testemunhas ouvida pela delegada, estava uma vizinha da mãe da criança.

Segundo a investigação, desde a primeira internação da criança, na segunda-feira, Nathália utilizava o celular da vizinha para manter contato com ex-marido.

"Nas mensagens, ela se passava pela vizinha a todo momento, pois o marido tinha cortado o contato com ela. A todo momento Nathália deixava a entender que mãe e filha precisavam dele [ex-marido] de volta para casa", explica a delegada.

No incidente de quinta-feira, antes mesmo de acionar o SAMU, Nathália mandou mensagem para o marido, ainda se passando pela vizinha, afirmando que a filha havia morrido e que o ex-marido precisava reconhecer o corpo.

A delegada responsável pelo caso contou também que a suspeita deletou todas as mensagens do celular e a polícia só teve acesso as declarações graças a ajuda do pai da criança.

No hospital, a criança disse à avó que foi obrigada pela mãe a beber um copo com água sanitária misturada com água potável.

Nathália está presa na cadeia feminina anexa ao 2º Distrito Policial de São Vicente e a Polícia Civil já pediu a sua prisão preventiva.

"Ela [Nathália] negou a todo momento que tenha praticado o crime e estava estranhamente calma, durante todo o momento", completa a delegada.

Guilherme Lucio da Rocha
Do G1 Santos

Menina escreve carta à mãe no AM e denuncia pai por estupro: 'Me ajuda'


Menina denunciou estupro e pediu ajuda da mãe 
(Foto: Divulgação/Polícia Militar)



22 de JUNHO de 2016 - Uma carta foi a maneira encontrada por uma menina de 12 anos para contar à mãe sobre os estupros sofridos pelo próprio pai, dentro da casa da família. O pedido de socorro foi entregue à polícia na Zona Leste de Manaus, e o homem foi preso na terça-feira (21). No relato, a criança conta que os estupros ocorriam há algum tempo e que já havia escrito uma outra carta para a mãe, mas não teve coragem de entregar. No texto, ela pede ajuda.

A menina contou à polícia que foi vítima de mais um estupro na tarde de terça e, por isso, decidiu escrever a carta para a mãe. "Ela sentia vergonha, tinha medo. Ela pedia perdão porque na cabeça dela estava traindo a própria mãe", disse o policial.O tenente B. Chaves, da 4ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), contou ao G1 que foi abordado pela menina e pela mãe, ambas abaladas. Após ouvir o relato das duas e ler a carta, uma viatura foi até a casa da família e o homem foi preso em flagrante.

Menina relatou estupro em carta 
escrita para a mãe
(Divulgação/Polícia Militar)


Relato
No texto, a criança conta como ocorriam os crimes. A menina não cita quando os estupros tiveram início, mas afirma que eles ocorriam há muito tempo. Ela chega a pedir perdão para a mãe e a dizer que não conseguia impedir os abusos do pai.

"Mãe, me perdoa. Faz um tempo que isso está acontecendo [...] hoje isso aconteceu, isso é tão nojento. Mãe, eu nunca teria coragem de dizer para ele parar. Tudo começou quando ele veio com uma história de que queria lutar. Eu queria tirar ele de cima de mim, mas eu não conseguia, depois eu deixei, mas na minha mente eu nunca quis, ele falava para eu não sair, só que me doía muito mas eu sempre deixava. [...] Eu não queria olhar na cara dele, mas eu tinha que fingir que estava tudo normal. Eu não queria mais escutar no jornal coisa (sobre) abuso porque me doía muito. Eu já tinha escrito outra carta, só que não tive coragem de entregar. Eu pedi a Deus coragem para entregar essa. Por isso eu ficava com raiva de repente, nem ele nem a senhora me viram chorando, mas eu choro muito", diz um trecho da carta.

Segundo a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), o homem tem 34 anos, é industriário durante o dia e à noite faz bicos como mototaxista. Na delegacia, o pai negou as acusações da filha.

A menina foi encaminhada para exames no Instituto Médico Legal (IML). O laudo, segundo a assessoria da Polícia Civil, confirmou os abusos.

O pai da criança foi autuado por estupro de vulnerável e deve ser encaminhado à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa.

Caso foi encaminhado para 
Depca
(Foto: Leandro Tapajós/G1 AM)


Dados
Em Manaus, 1. 283 casos de estupro em menores de 18 anos foram registrados de janeiro de 2014 a maio de 2016. Em 732 deles, as vítimas tinham menos de 11 anos.

Os dados fazem parte de um levantamento feito pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), que apontou ainda o total de 551 registros de estupros com vítimas entre 12 e 17 anos.

Juliana Tuma, titular da Depca, afirmou que grande parte dos estupros são cometidos por alguém da família ou próximo da criança, dificultando que a vítima revele o crime. Ter atenção ao comportamento das crianças contribui para os responsáveis descobrirem os casos.

"A própria alteração psicossomática nessa criança vai mostrar algo errado, como introspecção, agressividade, isolamento, tristeza, apatia, alterações no sono . Então, a mãe tem que estar atenta para alterações de comportamento de seu filho e estabelecer uma relação de confiança com ele para evitar esses casos", afirma a delegada.

Trechos da carta escrita pela vítima (Foto: Reprodução)


Suelen Gonçalves
Do G1 AM

O setor de Identificação do Itep em Mossoró procura família de mulher morta em acidente de transito nos Pintos.

22 de JUNHO de 2016 - A equipe da Coordenadoria de Medicina Legal, “Comele” do Instituto Técnico e Cientifico de Perícia, Itep, Unidade Regional de Mossoró, procura a familia de uma mulher de aproximadamente 35 anos de idade, que morreu vítima de acidente de trânsito, na noite do dia 07 de junho de 2016, na BR 110 em Mossoró.

Mulher morre vítima de atropelamento na BR 110 em Mossoró:

Segundo informações de uma amiga dela, a mulher se chamava “Neide” era natural da cidade de Juazeiro do Norte no estado do Ceará. “Neide” teria vindo pra Mossoró com um caminhoneiro e aqui ficou. Era viciada em drogas e não tinha residência fixa.

Se alguém a conhece ou conhece a família, fazer contato com o setor de identificação do Itep em Mossoró. Tel 843315 5585/3315 5582/5584/5581.

Fonte: O Câmera.

Justiça condena cinco servidores do INSS na Paraíba.


22 de JUNHO de 2016 - A Justiça Federal em Campina Grande condenou os servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em Campina Grande, Edson Daniel Ramos, Edson Oliveira dos Santos, Marcos Antônio Diniz, José Moura da Costa e Francisco Sales Vieira de Lima, denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF), em decorrência da Operação Agendamento Virtual, pela prática dos crimes de formação de quadrilha e inserção de dados falsos em sistema de informações. As penas de reclusão impostas na sentença variam de três a sete anos. Já as multas somam R$ 49.940.

A Procuradoria da República em Campina Grande já interpôs apelação, objetivando, dentre outros aspectos, elevar as penas impostas aos réus Edson Daniel Ramos, Edson Oliveira dos Santos e Francisco Sales Vieira de Lima. A condenação é resultado da Operação Agendamento Virtual, deflagrada em 2011, que desestruturou esquema criminoso que concedia indevidamente benefícios previdenciários. Calcula-se que o grupo tenha causado prejuízo de mais de R$ 10 milhões aos cofres públicos.

Fonte: Blog do Robson Pires.

'Erramos', diz Rio 2016 após morte de onça presente em tour da Tocha.


Onça Juma participou de evento da 
Rio 2016 em
Manaus momentos antes de ser morta 
(Foto: Jair
Araújo/Diário do Amazonas)


22 de JUNHO de 2016 - A organização dos Jogos Olímpicos Rio 2016 se pronunciou nesta terça-feira (21) sobre a morte da onça Juma, abatida após participar do revezamento da Tocha Olímpica no Centro de Instrução de Guerra na Selva (Cigs), em Manaus. "Erramos ao permitir que a Tocha Olímpica, símbolo da paz e da união entre os povos, fosse exibida ao lado de um animal selvagem acorrentado", admitiu o comitê.

Em nota divulgada em sua página no Facebook, a Rio 2016 disse que o ocorrido "contraria as crenças e valores" da organização.

Veja íntegra da nota:
Erramos ao permitir que a Tocha Olímpica, símbolo da paz e da união entre os povos, fosse exibida ao lado de um animal selvagem acorrentado. Essa cena contraria nossas crenças e valores.

Estamos muito tristes com o desfecho que se deu após a passagem da tocha. Garantimos que não veremos mais situações assim nos Jogos Rio 2016.

Entenda o caso

Segundo o CMA, a onça escapou no momento em que o Cigs estava fechado para visitas. Uma equipe de militares composta de veterinários especializados tentou resgatar o animal. Porém, mesmo atingido com tranquilizantes, Juma se deslocou em direção a um militar e foi realizado um tiro de pistola por medida de segurança. O animal morreu no local.A onça Juma foi abatida pelo Exército após fugir e avançar contra um militar, informou o Comando Militar da Amazônia (CMA). O fato ocorreu na segunda-feira (20), após o local receber o 'Tour da Tocha'.

Ambientalistas criticaram o ocorrido. Ao G1, Diogo Lagroteria, analista ambiental especializado em fauna silvestre e veterinário, disse que, mesmo com anos de treinamento e em cativeiro, a onça nunca poderá ser considerada um animal domesticado. "O incidente no Cigs aconteceu pelo simples fato dele [o animal] ser uma onça. Animais selvagens sempre serão animais selvagens. Não tem como prever a reação deles nesse tipo de situação", disse o analista ambiental ao G1.

Do G1 AM

Pesquisadoras da Unesp de Ilha Solteira criam plástico comestível.

Márcia é uma das pesquisadoras do plástico que 
pode ser ingerido 
(Foto: Arquivo pessoal)

22 de JUNHO de 2016 - Pesquisadoras da Unesp em Ilha Solteira (SP) criaram um plástico, a partir de óleos essenciais e de cascas de crustáceos, que pode ser ingerido. Entre os benefícios do material, segundo as pesquisadoras, é que ele pode ser usado em embalagens, o que geraria menos lixo. Além disso, pode agregar sabor aos alimentos e fazer bem à saúde.

De acordo com as pesquisadoras, outras pesquisas já desenvolveram o material a partir de polpa de frutas, mas o diferencial do plástico produzido na Unesp de Ilha Solteira são as nanopartículas, estruturas microscópicas obtidas a partir da quitosana e de óleos essenciais, que são responsáveis por dar forma ao plástico comestível. A quitosana é obtida das cascas de crustáceos e os óleos extraídos do cravo e da canela.O trabalho é desenvolvido no Departamento de Física e Química, da Unesp de Ilha Solteira, no Grupo de Compósitos e Nanocompósitos Hibridos (GCNH) e a Embrapa é parceira no desenvolvimento desse novo material, que não tem petróleo na composição.

Segundo pesquisadoras, plástico pode 
ser
usado em embalagens, o que geraria 
menos lixo
(Foto: Márcia Regina de Moura 
Aouada)


Para a professora Márcia Regina de Moura Aouada, uma das envolvidas no trabalho, outro diferencial do material é o controle de bactérias. “Como a embalagem é produzida em laboratório conseguimos controlar a proliferação de bactérias e fungos, com isso é possível aumentar o tempo de prateleira de determinados alimentos”, explica.

Ela ressalta ainda que esse plástico é facilmente decomposto por ser produzido à base de polpa de frutas e pode servir de adubo, o que gera menos lixo e polui menos o meio ambiente.

A mestranda da Unesp, Pamela Melo, reforça a característica biodegradável do material. "O grande diferencial em trabalhar com polpas de frutas é que, além de ter um produto biodegradável, ele é nutracêutico, ou seja, auxiliam não só na conservação do alimento, mas também traz benefício para o organismo”, afirma.

Plástico foi criado a partir de óleos essenciais e cascas 
de crustáceos 
(Foto: Márcia Regina de Moura Aouada)


Do G1 Rio Preto e Araçatuba

Bilhete de escola gera desabafo de mãe contra racismo: 'Não quero que minha história se repita com meus filhos'

Bilhete pedia que cabelo de gêmeos Antônio e Benício 
fosse aparado ou trançado 
(Foto: Arquivo pessoal/Débora Figueiredo)


22 de JUNHO de 2016 - Um bilhete em que uma profissional de educação pede a uma mãe que apare ou trance o cabelo de seus filhos, ambos negros, provocou revolta da família e está causando polêmica nas redes sociais.

O bilhete foi enviado na última sexta-feira, 16 de junho, na agenda dos gêmeos Antônio e Benício, de 3 anos, filhos da professora de canto Débora Figueiredo, moradora de Duque de Caxias, município da Baixada Fluminense. Os dois estudam no Educandário Eliane Nascimento, em Caxias.

Débora considerou o recado uma expressão de preconceito racial e fez um post em tom de desabafo: "Meus filhos Antônio e Benício foram vítimas de preconceito por causa do cabelo deles, recebi essa mensagem na agenda escrita pela coordenadora da escola que até então tinha meu respeito, daqui em diante..." A mensagem se espalhou, compartilhada por amigos, amigos de amigos e pessoas que ela nem conhece."Olá! Mamãe Débora, peço-lhe se possível aparar ou trançar o cabelinho dos meninos, eles são lindos, mais (sic) eu ficaria mais feliz com o cabelo deles mais baixo ou preso. Beijos, Fran", diz o bilhete.

Ela foi procurada pela escola e, na segunda-feira, 20 de junho, esteve no colégio acompanhada de seu advogado. A diretora Eliane Nascimento, proprietária do educandário que leva seu nome, disse então que só falaria com a mãe também acompanhada de um advogado, e nova reunião foi marcada para esta quarta-feira, 22 de junho.

Além dos gêmeos, outro filho de Débora, de 2 anos, também é aluno do educandário. Há sete meses, ela perdeu o filho caçula, de apenas oito meses.

À BBC Brasil, Eliane Nascimento defendeu o tom do bilhete e disse que ele, em intenção ou expressão, não é mostra de qualquer tipo de preconceito racial da coordenadora, que é sua filha.

Segundo Eliane, há um surto de piolhos na escola, e o alerta da coordenadora foi no sentido de proteger os gêmeos, por entender que eles, com os cabelos cheios, ficam mais sujeitos a serem contaminados por colegas que têm piolhos.

Segundo ela, o tema "piolho" não apareceu no bilhete porque as crianças às vezes são buscadas por outra pessoa da família, e a coordenadora não quis falar do problema diretamente.

Mãe de gêmeos considerou recado 
preconceituoso
(Foto: Arquivo pessoal/Débora 
Figueiredo)


'Sem preconceito'
"De modo algum houve preconceito. Meu marido é negro. Aqui na escola aceitamos pessoas de todas as etnias e religiões, sem discriminação", afirmou Eliane. Ela afirmou ainda que a infestação de piolhos foi um dos temas da reunião de pais realizada no dia 3 de junho, e que uma circular foi enviada aos pais pedindo ajuda para combater o problema.

Segundo Eliane, o educandário existe há 20 anos e tem cerca de 300 alunos, da educação infantil ao 9º ano.

Débora Figueiredo disse que recebeu a circular com o aviso do surto de piolhos, mas que o bilhete não é a mesma coisa, por se tratar de um recado específico sobre os cabelos dos gêmeos e sem falar em piolhos.

"Eu mesma fui vítima de muito preconceito quando criança. Os colegas faziam música, me chamavam de nomes, eu chorava, brigava, apanhava... Sofri muito. Meus pais sempre me diziam que eu era linda, mas nunca agiram diretamente no colégio. Não quero que a história se repita com meus filhos", afirmou Débora, que está à procura de uma nova escola para as crianças.

Fernanda da Escóssia
Do Rio de Janeiro para a BBC Brasil

Fonte: G1

Sacrifício de onça exibida em passagem da tocha por Manaus revela drama de espécie ameaçada.


Juma foi morta com um tiro de pistola após 
fugir e avançar sobre soldado; ela havia sido 
acorrentada e apresentada ao público durante 
cerimônia 
(Foto: Jair Araújo/Diário do Amazonas)



21 de JUNHO de 2016 - A morte de Juma, a onça que participou de uma cerimônia com a tocha olímpica em Manaus na segunda-feira, revela o drama de uma espécie ameaçada de extinção e gera questionamentos sobre a manutenção de animais selvagens em centros do Exército na Amazônia.

A onça Juma foi abatida com um tiro de pistola no Centro de Instrução de Guerra na Selva (Cigs) logo após ser exibida no evento olímpico. Como outra onça, apelidada de Simba, ela havia sido acorrentada e apresentada ao público durante a cerimônia.

O Exército mantém várias onças em cativeiro na Amazônia. Os felinos ─ bem como animais de outras espécies ─ costumam ser adotados pelo órgão ao serem encontrados em cativeiro ou em poder de caçadores.

Muitas onças, como Juma, se tornam mascotes dos batalhões e passam por sessões de treinamento. Em Manaus, os felinos são presença frequente em desfiles militares, prática condenada por biólogos e veterinários.

Em 2014, durante gravação de um documentário em Manaus, militares do Cigs mostraram Juma, a mascote do centro, à BBC Brasil. Na época, explicaram que a onça havia sido resgatada com ferimentos após sua mãe ter sido morta. Foi levada para o centro e ali cresceu sob os cuidados de tratadores.

O destino trágico de Juma chama a atenção para a situação cada mais precária da espécie, listada como ameaçada no Brasil pelo Ibama em 2003.

É um animal que exige extensas áreas preservadas para sobreviver, caçando espécies como capivaras e até jacarés. Ela vem sendo ameaçada pelo desmatamento, não apenas na Amazônia como também no Pantanal e no Cerrado, para abrir espaço para a expansão da atividade agropecuária.

Tiro de pistola
Em nota enviada ao site da agência local de notícias Amazônia Real, o Comando Militar da Amazônia (CMA) diz que, após a solenidade olímpica na segunda, Juma escapou dentro do zoológico do centro do Exército. O órgão afirma que um grupo de veterinários e militares tentou recapturá-la com tranquilizantes, mas que, mesmo atingido, o animal avançou sobre um soldado.

"Como procedimento de segurança, visando a proteger a integridade física do militar e da equipe de tratadores, foi realizado um tiro de pistola no animal, que veio a falecer", diz o órgão.


Grupo criminoso financiou parte da campanha de 2010 de Campos, diz PF

Polícia Federal em PE deu detalhes da Operação 
Turbulência nesta terça-feira (21), no Recife 
(Foto: Thays Estarque/G1)

21 de JUNHO de 2016 - O esquema criminoso investigado na Operação Turbulência, deflagrada nesta terça-feira (21) em Pernambuco e em Goiás, financiou a campanha de reeleição do então governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), em 2010, segundo a Polícia Federal. "O esquema foi utilizado para pagar propina na campanha do governador”, afirmou a delegada federal Andrea Pinho, durante entrevista coletiva.

A operação prendeu quatro empresários suspeitos de integrar a organização criminosa nesta terça-feira – João Carlos Lyra Pessoa de Mello Filho, Eduardo Freire Bezerra Leite, Arthur Roberto Lapa Rosal e Apolo Santana Vieira. Todos foram encaminhados para a sede da PF, no Recife.

Mello Filho era o dono do avião que caiu e causou a morte do ex-governador de Pernambuco durante a campanha presidencial de 2014. A PF verificou movimentações atípicas e envolvimento de empresas de fachada na compra da aeronave.

“Essas empresas transitavam entre si e realizavam movimentações milionárias, na conta de outras empresas igualmente de fachada e na conta de outros 'laranjas'. Elas integravam uma organização criminosa especializada em lavagem de dinheiro, que vem desde 2010 e que decaiu após a queda do avião", explicou a delegada.

Do G1 PE

Publicidade