Seis são mortos em chacina na Grande Natal; 'Estrago grande', diz delegado.


Foto foi tirada por uma das vítimas pouco antes de 
os assassinos chegarem 
(Foto: Divulgação/PM)

23 de SETEMBRO 2017 - Seis jovens foram executados a tiros na noite desta sexta-feira (22) na frente de uma casa na comunidade de Santa Maria, em Extremoz, município da Grande Natal. Eles faziam uma pequena confraternização e bebiam quando foram rendidos pelos assassinos. Um deles ainda foi socorrido, mas chegou morto ao hospital. Ninguém foi preso.

Segundo o delegado Luciano Chaves, que coordena uma das equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o crime aconteceu por volta das 21h. Ao G1, ele contou que pelo menos 10 homens com armas de grosso calibre participaram da matança. No local, também foram encontradas capsulas de pistola.

Até o momento, cinco mortos foram identificados. São eles:

Eribelton Avelino da Silva, 23 anos;

Geovane da Silva, 20 anos;

Fernando Gomes Teixeira, 20 anos;

Artur Antônio Alves do Nascimento, 20 anos;

Vinícius Manuel Câmara Tomás, 16 anos.


O corpo da sexta vítima permanece no Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), em Natal, a espera de identificação.

Antes de os criminosos acabarem com a festa, os jovens chegaram a fazer uma foto registrando a confraternização. A imagem estava no celular de um deles. "Os criminosos chegaram à residência em dois ou três carros e estavam vestidos de preto. Lá, ordenaram que os rapazes deitassem no chão e atiraram. O estrago foi grande", acrescentou o delegado.

Ainda de acordo com Luciano, ainda não é possível afirmar o que motivou a chacina, mas a polícia investiga a possibilidade de os jovens estarem envolvidos com facções criminosas e consequentemente com o tráfico de drogas.

A PM foi chamada ao local pouco após os disparos e ainda fez buscas pela região, mas não encontrou nenhum suspeito.

EXTREMOZ  NATAL  RIO GRANDE DO NORTE

Por Anderson Barbosa, G1 RN

Comentários